30 de agosto de 2014

Liga 2014/15 - 03J - Académica 1 - V. Setúbal 1


A Académica empatou esta sexta-feira com o Vit. Setúbal a uma bola num encontro que abriu a terceira jornada da Primeira Liga. Os "estudantes" marcaram primeiro, por intermédio de Ricardo Nascimento, mas os sadinos viriam a empatar ainda na primeira parte, com um golo de Frederico Venâncio. 

Num jogo de sentido único que levou 3003 espectadores ao Estádio EFAPEL, a Briosa marcou bem cedo quando Ricardo Nascimento, na cobrança de um livre directo, bateu o alemão Lukas Raeder. O guardião setubalense viria, aliás, a ser a grande figura do desafio a impedir que a Académica conquistasse a vitória.

Numa altura em que a turma da casa mandava no encontro, foi o Vit. Setúbal a chegar ao empate praticamente na primeira vez que chegou à baliza de Cristiano. Frederico Venâncio, nas alturas, fez o empate com que as equipas foram para os balneários.

Na etapa complementar, só a Académica jogou. Os "estudantes" empurraram os sadinos para a sua área mas a pontaria não foi a melhor. E quando os remates iam certeiros, Lukas Raeder estava lá para segurar o 1-1. Até final, várias foram as oportunidades de que a Académica dispôs, mas o resultado não sofreria mais alterações.

Na próxima jornada, a Briosa desloca-se ao reduto do Boavista. 

in AAC-OAF

nº espectadores: 3 003
Árbitro: Manuel Mota

 Crónica 

Dois clubes com tradição e três mil adeptos nas bancadas, número que se compreende em jogo realizado à sexta-feira. Académica e Vitória resolveram a questão em poucos minutos, com os dois guarda-redes em papéis indesejados. Autogolo de Lukas Raeder após livre de Ricardo Nascimento e saída em falso de Cristiano para o empate de Frederico Venâncio. 

Foi esta a curta história do jogo, escrita a meias entre guarda-redes e centrais. A Académica continua sem vencer, embora tenha feito muito mais para tal. Pressão constante ao longo da etapa complementar. O Vitória fica satisfeito com o ponto mas teve um par de oportunidades claras nos minutos finais. Ficou perto do triunfo forasteiro. 

Domingos Paciência regressou a Coimbra, onde foi feliz, com novidades na bagagem. A vitória na ronda anterior não fez com que o treinador evitasse mudanças no onze. Advíncula substituiu o lesionado Hélder Cabral, com Madu e Zequinha a regressarem após castigo para os lugares de Ponce e Lupeta (ficou na bancada). 

Paulo Sérgio fez menos alterações neste duelo com outro antigo treinador do Sporting. Dois casos de resistência insuficiente à pressão dos resultados no Estádio de Alvalade. Histórias do passado, de qualquer forma. A Académica é presente e Paulo Sérgio, de volta ao futebol português, vai formando uma equipa com caras novas. 

Magique entrou no onze, por troca com Nuno Piloto, enquanto Aníbal Capela jogou no lugar do lesionado João Real. Seria o outro defesa central, Ricardo Nascimento, a agitar o encontro nos minutos iniciais. 

Marcos Paulo conquistou um livre à entrada da área e o defesa brasileiro aplicou o seu violento remate. Bola na trave, depois na relva e finalmente nas costas do infeliz Lukas Raeder. Sem aquele toque, a bola não entraria na baliza do Vitória. Autogolo do alemão. 

Os guarda-redes estiveram em foco neste arranque promissor em Coimbra. Minutos mais tarde, seria Cristiano a entrar no filme do jogo. Canto na direita, bola ao segundo poste e o português a falhar a saída. Frederico Venâncio agradeceu e finalizou de cabeça. 

Tudo voltou à estaca zero. A Académica com posse, o Vitória a aceitar o plano de jogo sem recuar em demasiada. Manu e Zequinha, sobretudo o primeiro, procuravam explorar alguma fragilidade dos laterais da Briosa. 

A iniciativa de jogo pertencia ainda assim à Briosa e Paulo Sérgio viu Lukas Raeder negar o 2-1 a Aníbal Capela. Brilhante defesa após cabeceamento com selo de golo na grande área sadina. Em cima do intervalo, foi Rafael Lopes a ficar perto do festejo, em mais uma tentativa pelos ares. 

O treinador da Académica sentia que a equipa tinha condições para chegar à primeira vitória e não perdeu tempo. No reatamento, trocou o extremo Olascuaga, pouco inspirado, pela torre Schumacher. Paulo Sérgio tem em Coimbra o ‘pinheiro’ que chegou a reclamar para o Sporting. 

O eixo central da defesa do Vitória tinha agora mais um homem para marcar, pois Rafael Lopes descaía para a esquerda mas surgia com regularidade nas imediações da baliza de Raeder. A formação sadina foi recuando progressivamente, embora tenha desperdiçado as primeiras oportunidades da etapa complementar. 

João Schmidt, dono de um pé esquerdo interessante, obrigou Cristiano a defesa apertada na sequência de um livre direto e Zequinha tentou a sua sorte num pontapé de bicicleta. Sem sucesso. Chegava a hora da Académica e o 2-1 parecia uma questão de tempo, face a sucessivos cruzamentos para a área do Vitória, sem o desejado último desvio. Porém, não era uma questão de quantidade e a defensiva contrária fechou-se bem, até final. Forbes e João Schimdt ainda procuraram a surpresa mas os golos acabaram aos doze minutos. 

Destaques


A figura do jogo: Lukas Raeder 
Promete ser um dos bons guarda-redes da Liga 2014/15. Uma vez mais, exibiu-se a bom plano na baliza do Vitória de Setúbal, embora tenha assinado – de forma involuntária – o único golo da Académica. Ricardo Nascimento bateu o livre, a bola desviou na trave, na relva e nas costas do alemão, acabando por entrar. Lukas Raeder não acusou o infortúnio e compensou na medida certa. Enorme defesa a cabeceamento de Aníbal Capela, ainda na primeira parte, e outra ao minuto 82, desta vez em resposta a Schumacher. No mais, tremenda segurança. 

O momento do jogo: minuto 86  
Contra a corrente do jogo, Forbes arranca para a baliza da Académica, tabela com um companheiro de equipa e entra na área. Cristiano consegue desviar o remate do avançado e o ferro faz o resto. Logo depois, é João Schmidt a surgir em excelente posição e a atirar por cima. Nos minutos finais, o Vitória podia ter garantido três pontos em Coimbra. 

Outros destaques: 

Frederico Venâncio 
Mais uma prova de crescimento do central português. Está a amadurecer com qualidade e respondeu da melhor forma ao assédio ofensivo da Académica, sobretudo na etapa complementar. Mérito ainda pelo golo obtido, acreditando sempre que Cristiano ia falhar a saída. Deixou a cabeça em posição para a eventualidade e foi feliz. 
  
Marcos Paulo 
Exibição personalizada do capitão da Académica, em maior evidência na primeira hora do jogo. Com a segurança transmitida por Obiora à frente da defesa (nome para seguir com atenção), o médio brasileiro assumiu o compromisso de participar no processo de transição e regressa a casa com a sensação de dever cumprido, embora o resultado não seja do agrado da Académica. 

Schumacher 
É o ‘pinheiro’ idealizado por Paulo Sérgio. Entrou ao intervalo, quando o treinador aumentou o caudal ofensivo em busca da vitória. Porém, o tamanho incomoda adversários sem garantir golos. Muito trabalho e pouca inspiração do avançado. Falhou um par de oportunidades interessantes, com condições para fazer melhor. 

João Schmidt 
Bom pé esquerdo. Formou uma dupla interessante com Dani, trinco de capacidade reconhecida, apresentando credenciais em lances de bola parada. Obrigou Cristiano a defesa apertada na sequência de um livre direto e esteve perto do 1-2 ao cair do pano, mas atirou por cima. Parece ser reforço. 

Opiniões


Paulo Sérgio, treinador da Académica, comentou desta forma o empate da sua equipa na receção ao V. Setúbal (1-1): 
«Parece-me claro que foram dois pontos perdidos, mas só nos podemos queixar de nós. Cometemos um erro infantil. Um não, até foram mais. Mas temos de falar da equipa, a equipa jogou um bom futebol e chegando à terceira jornada a jogar assim, só temos de acreditar que estamos no bom caminho. Esta é uma equipa nova, precisa de tempo e claro que podemos melhorar. O erro? Começa num canto que não era preciso ceder, depois os jogadores perderam-se a discutir as marcações e depois não sei se o Cristiano podia ter feito mais ou não, mas claro que a defesa não fica bem na fotografia. Podemos acreditar numa Académica de qualidade. Quando estiverem todos os jogadores disponíveis, ficaremos ainda mais fortes e acredito que quem joga bem ganha mais vezes.» 

Domingos Paciência, treinador do Vitória de Setúbal, analisou desta forma o empate da sua equipa no reduto da Académica (1-1):
«A primeira parte tem um resultado justo. Analisando a segunda, podemos achar que é injusta pelo caudal ofensivo da Académica, mas nós tivemos duas oportunidades claras para matar o jogo. A Académica conseguiu que o Vitória recuasse as suas linhas, sem que o quiséssemos, mas respondemos bem. Tivemos alguns problemas e não existe o equilíbrio físico que era preciso para darmos boa resposta em noventa minutos. Com a entrada do Schumacher, a Académica passa a ter um jogo direto e não tivemos muita bola.» 

Ricardo Nascimento, defesa da Académica, comentou desta forma o empate da sua equipa na receção ao V. Setúbal (1-1):
«Infelizmente o golo não foi atribuído a mim mas o que importa é que contou. Não conseguimos chegar à vitória mas estamos a trabalhar. Acho que a equipa está a jogar bem, temos de melhorar dia a dia e acreditar que as vitórias vão aparecer. Temos sofrido alguns golos que podemos evitar, alguns golos bobos, mas a defesa tem qualidade.»

Dani, médio do Vitória de Setúbal, analisou desta forma o empate da sua equipa no reduto da Académica (1-1): 
«Acho que o resultado é positivo, um ponto fora é sempre positivo. É um prémio justo para o que trabalhámos, para o que fizemos. O objetivo é a permanência, temos quatro pontos e sempre que conseguimos pontos é bom. A Académica teve mais posse a partir dos 60 minutos mas as melhores oportunidades até foram nossas, portanto acho que o resultado é justo.» 

Ao minuto 

90'FIM DO Académica, (1) - Vitória Setúbal, (1)
90'Schumacher remata, mas fraco e Raeder agarra facilmente.
89'Vão jogar-se mais três minutos...
87'NOVAMENTE O VITÓRIA. Schmidt consegue firar na área da Académica, mas remata muito por cima.
86'O VITÓRIA QUASE MARCA. excelente tabela a deixar Forbes frente a Cristano. O guardião consegue defender a bola, que ainda vai ao poste...
83'Entra Marinho (Académica)
83'Sai G. Magique (Académica)
83'GRANDE OPORTUNIDADE. Uma boa jogada com cruzamento de Magique, Schumacher a cabecear e Raeder a responder com uma grande defesa.
80'Lance na área do Vitória, duas roscas do defesas sadinos e a tremideira resulta... num canto.
78'Rui Pedro remata de zona frontal, Raeder defende com segurança.
76'O V. Setúbal vai abdicando cada vez mais do risco...
75'Rafael lopes cruza largo, Magique não chega de cabeça.
72'Entra J. Ponce (Vitória Setúbal)
72'Sai L. Advíncula (Vitória Setúbal)
71'Cruzamento de Iago, Schumacher chuta em volei com força, mas muito por cima...
68'Entra Tiago Terroso (Vitória Setúbal)
68'Sai Zequinha (Vitória Setúbal)
67'Cruzamento-remate de Rui Pedro, a defesa do Vitória afasta.
65'Cruzamento muito perigoso de Magique já na área, atrasado, corta bem Miguel Lourenço.
63'3003 espectadores, números oficiais.
61'Entra Ney Santos (Vitória Setúbal)
60'Sai Manu (Vitória Setúbal)
60'Toque de Marcos Paulo, Rui Pedro remata por cima
58'Vai pressionando a Académica, novamente
56'Marcos Paulo tenta a sua sorte de longe mas a bola sai muito por cima
53'Canto para a Académica, Rafael Lopes cabeceia ao lado
52'Duas oportunidades seguidas para o Vitória. Tenta responder a Académica
50'CRISTIANO! João Schmidt bate um livre com o pé esquerdo, ao ângulo, o guarda-redes, atento, desvia para fora
48'ZEQUINHA! Pontapé de bicicleta do avançado, Cristiano sacode para canto!
47'O gigante Schumacher entra para o centro do ataque, Rafael Lopes descai para o flanco esquerdo.
46'Entra Schumacher (Académica)
46'Sai C. Olascuaga (Académica)
46'Recomeça o Académica - Vitória Setúbal
45'Intervalo no Académica - Vitória Setúbal
44'FALHA RAFAEL LOPES! Olascuaga cruza, o português cabeceia e a bola passa a centímetros do poste
40'Bons pormenores de Obiora, trinco nigeriano de 23 anos da Académica.
38'Belo passe de Magique para Olascuaga, mas o peruano domina mal e Manu, em esforço, afasta o perigo
33'Muitos passes errados nesta fase, de parte a parte
29'Algum défice de criatividade nas laterais.
25'Pressiona a Académica, que tem mais bola desde o início. O Vitória vai respondendo pontualmente
21'Grande defesa de Raeder! Após livre na esquerda, Aníbal Capela cabeceia em excelente posição mas o redes do Vitória responde à altura!
19'Interessante duelo entre Frederico Venâncio e Rafael Lopes. Melhor o defesa do Vitória, até agora.
17'Jogo equilibrado até ao momento, prometendo mais golos
15'Miguel Pedro surge isolado e atira para o fundo da baliza, a passe de Rafael Lopes, mas estava em posição irregular.
14'Depois de um autogolo de Lukas Raeder, sem grandes culpas, uma saída muito infeliz de Cristiano
13'FALHA CRISTIANO! Canto na direita, João Schmidt coloca ao segundo poste, o guarda-redes da Académica falha por completo a saída e Frederico Venâncio finaliza de cabeça!
12'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Frederico Venâncio.
11'Magique cuza com de trivela, Rafael Lopes desvia de calcanhar mas é apanhado em fora-de-jogo.
10'Paulo Sérgio e Domingos Paciência iguais no estilo. De camisa branca, em pé, observando o jogo e trocando impressões com os homens do banco.
8'Infelicidade para Raeder. O pontapé do central da Académica é violento mas a bola não entraria sem o desvio nas costas do guarda-redes do Vitória. Autogolo.
6'Marcos Paulo conquista um livre à entrada da área. Ricardo Nascimento bate com o pé esquerdo, a bola vai à trave, depois ao relvado, desvia no corpo de Raeder e entra!
5'Autogolo de L. Raeder.
4'As duas equipas com esquemas semelhantes, assentes no 4x3x3. Rui Pedro e Miguel Pedro como unidades mais cerebrais
2'Vai caindo a noite em Coimbra
1'Começa o Académica - Vitória Setúbal
0'Académica e V. Setúbal em campo para o arranque da partida.
0'Manuel Mota vai dirigir o encontro
0'Académica e V. Setúbal regressam aos balneários, findo o aquecimento
0'As equipas já aquecem no relvado. Ainda pouco público nas bancadas.
0'Domingos Paciência não pode contar com Hélder Cabral por lesão e estreia o reforço Advíncula como lateral esquerdo. Manu e Zequinha regressam ao onze após castigo, por troca com Ponce e Lupeta (fica na bancada).
0'Paulo Sérgio perdeu João Real por lesão e deixa Nuno Piloto no banco, em relação à derrota com o Marítimo. Jogam Aníbal Capela e Magique.
0'Suplentes do V. Setúbal: Ricardo Batista, Giovani, Tiago Terroso, Ponce, Yann, François e Ney Santos.
0'Suplentes da Académica: Lee, Marinho, Schumacher, Oualembo, Salli, Nuno Piloto e Pedro Nuno.
0'V. SETÚBAL: Lukas Raeder; Pedro Queirós, F. Venâncio, Miguel Lourenço e Advíncula; Dani e João Schmidt; Forbes, Miguel Pedro e Manu; Zequinha.
0'ACADÉMICA: Cristiano; Iago, Aníbal Capela, Ricardo Nascimento e Ofori; Obiora e Marcos Paulo; Olascuaga, Rui Pedro e Magique; Rafael Lopes.
0'JÁ HÁ EQUIPAS OFICIAIS
0'Final de tarde com uma temperatura agradável em Coimbra. Relvado em condições aceitáveis.
0'Domingos Paciência: «É um confronto com história num campo tradicionalmente difícil. Sabemos que potenciando os aspectos positivos dos últimos dois jogos, temos capacidade para ganhar este jogo e é com essa convicção que vamos entrar em campo»
0'Paulo Sérgio: «Quem facilita, normalmente trama-se, e esse é um pensamento que não queremos no nosso grupo. Sinto que a equipa está preparada para lutar pelos três pontos, com todo o respeito pelo Vitória de Setúbal, que é uma formação com qualidade, mas vamos trabalhar arduamente para conseguir o nosso principal objetivo.»
0'Na Académica, o empate caseiro frente ao Sporting abriu boas perspetivas para os adeptos. Na semana passada, porém, a equipa não conseguiu pontuar na visita ao Marítimo (2-1). Ainda assim, Paulo Sérgio acredita que pode conseguir mais um resultado positivo em casa e a primeira vitória surge como o objetivo principal nesta sexta-feira.
0'Domingos Paciência regressa a Coimbra, defrontando uma equipa que orientou entre 2007 e 2009, levando-a ao sétimo lugar na tabela classificativa. Seguiram-se Sp. Braga, Sporting e aventuras pouco felizes lá por fora. De regresso a Portugal, o técnico enfrenta o desafio de reformular o V. Setúbal.
0'Confronto com largo historial na Liga portuguesa e um duelo curioso entre dois treinadores (Paulo Sérgio e Domingos) que passaram pelo Sporting sem glória. Paulo Sérgio iniciou a temporada 2010/11, Domingos fez o mesmo na época seguinte.
0'Convocados da Académica: Guarda-redes: Cristiano e Lee; Defesas: Oualembo, Aníbal, Iago, Ricardo Nascimento e Ofori: Médios: Jimmy, Lucas Mineiro, Marcos Paulo, Pedro Nuno, Obiora, Nuno Piloto e Rui Pedro; Avançados: Marinho, Olascuaga, Magique, Rafael Lopes, Edgar Salli e Schumacher.
0'Convocados do V. Setúbal: Guarda-Redes: Lukas Raeder e Ricardo Batista; Defesas: Ney Santos, P. Queirós, F. Venâncio, François, Miguel Lourenço e Luís Advíncula; Médios: Dani, Tiago Terroso, Yann, João Schmidt, Pelkas e Miguel Pedro; Avançados: Manú, Giovani, Lupeta, Forbes, J. Ponce e Zequinha.
0'Luís Advíncula, reforço peruano do Vitória de Setúbal, estreia-se na lista de convocados de Domingos Paciência. Zequinha e Manú regressam após castigo, enquanto Paulo Tavares, Diego Maurício e Hélder Cabral apresentam problemas físicos.
0'Ivanildo, Lino, Fernando Alexandre, Aderlan e João Real estão lesionados na Académica.
0'Edgard Salli, avançado camaronês que foi última contratação da Académica, está na lista de convocados, assim como Marinho, recuperado de lesão.
0'A equipa de Coimbra tem um empate e uma derrota, os homens de Setúbal chegam com uma derrota e um triunfo
0'Boa tarde. A Académica recebe o Vitória de Setúbal na abertura da 3ª jornada. Pontapé de saída às 20 horas. Siga tudo AO VIVO no Maisfutebol.
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 29 Ago 2014 às 20:00


in maisfutebol 
fotos by zerozero - Cataria Morais 

Liga 2014/15 - 03J - Académica - V. Setúbal: Antevisão


O momento: 

Académica: O empate caseiro frente ao Sporting abriu boas perspetivas para os adeptos da Briosa. Na semana passada, porém, a equipa não conseguiu pontuar na visita ao Marítimo (2-1). Ainda assim, Paulo Sérgio acredita que pode conseguir mais um resultado positivo em casa e a primeira vitória surge como o objetivo principal nesta sexta-feira. Confronto com largo historial na Liga portuguesa e um duelo curioso entre dois treinadores (Paulo Sérgio e Domingos) que passaram pelo Sporting sem glória. Paulo Sérgio iniciou a temporada 2010/11, Domingos fez o mesmo na época seguinte. . 

V. Setúbal: Domingos Paciência regressa a Coimbra, defrontando uma equipa que orientou entre 2007 e 2009, levando-a ao sétimo lugar na tabela classificativa. Seguiram-se Sp. Braga, Sporting e aventuras pouco felizes lá por fora. De regresso a Portugal, o técnico enfrenta o desafio de reformular o V. Setúbal. Derrota na jornada inaugural em Vila do Conde, triunfo caseiro frente ao Gil Vicente. Os pontos dão outra tranquilidade mas é altura de os conquistar longe de casa. 

Ausências 

Académica: Ivanildo, Lino, Fernando Alexandre, Aderlan e João Real lesionados 

V. Setúbal: Paulo Tavares, Diego Maurício e Hélder Cabral estão lesionados. 

Discurso direto 

Paulo Sérgio: «Estou satisfeito com aquilo que já atingimos até este momento, mas temos um caminho longo pela frente porque penso que temos uma equipa com potencial para fazer muito melhor. Quem facilita, normalmente trama-se, e esse é um pensamento que não queremos no nosso grupo. Por isso, temos de confiar no que somos capazes de fazer, seja contra que adversário for. Sinto que a equipa está preparada para lutar pelos três pontos, com todo o respeito pelo Vitória de Setúbal, que é uma formação com qualidade, mas vamos trabalhar arduamente para conseguir o nosso principal objetivo.» 

Domingos Paciência: «É um confronto com história num campo tradicionalmente difícil. Sabemos que potenciando os aspectos positivos dos últimos dois jogos, temos capacidade para ganhar este jogo e é com essa convicção que vamos entrar em campo. É importante conseguirmos prolongar os momentos positivos da equipa, como foram os casos das primeiras partes dos jogos contra o Rio Ave e Gil Vicente. Estamos a trabalhar nesse sentido.» 

Histórico de confrontos: 
Vantagem histórica para o V. Setúbal na Liga. Veja AQUI

Equipas prováveis: 



26 de agosto de 2014

Marinho e Fernando Alexandre aceleram para o V. Setúbal

Os estudantes continuam a preparar a receção ao V. Setúbal, encontro marcado para a próxima sexta-feira, às 20 horas.

No treino matinal desta terça-feira, o técnico Paulo Sérgio contou já com Marinho e Fernando Alexandre, dois dos jogadores que falharam a deslocação à Madeira, no passado fim-de-semana, por lesão. Esta dupla fez treino condicionado, havendo legítimas esperanças de que possam ser utilizados no encontro da 3.ª jornada.

Pior cenário tem o quarteto composto pelo defesa-direito Aderlan, o defesa-esquerdo Lino, o central João Real e o extremo Ivanildo. Este grupo mantém-se entregue ao departamento médico da Briosa e dificilmente entrarão nas contas do jogo com os sadinos.

Perante estas ausências, Paulo Sérgio chamou ao treino da equipa principal os ainda juniores Bruno Beato, Ibrahim e Moussa, para além do guardião João Gomes que habitualmente trabalha com os mais velhos. Também David Brás, da equipa sub-23 da Briosa, trabalhou às ordens de Paulo Sérgio.

in record 

Briosa já prepara recepção ao Vit. Setúbal

A equipa profissional da Académica regressou esta segunda-feira aos treinos de modo a iniciar a preparação para o encontro frente ao Vit. Setúbal, que conta para a terceira jornada do campeonato.

A partida diante os setubalenses está agendada para sexta-feira, dia 29 de Agosto, pelas 20:00, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra.

Na sessão de trabalho desta segunda-feira, o treinador Paulo Sérgio dividiu o grupo em dois: os jogadores utilizados diante o Marítimo fizeram treino de recuperação enquanto os que não jogaram no fim-de-semana defrontaram a equipa de sub-23 da Briosa.

A Académica regressa ao trabalho esta terça-feira, com dois treinos marcados para a Academia Dolce Vita: um de manhã, às 09:00, e outro de tarde, pelas 17:00.

Força Rapazes! 

Académica vs Vit. Setúbal: Bilhetes à venda

Já se encontram à venda os bilhetes para o jogo entre a Académica e o Vit. Setúbal, da 3ª jornada da Primeira Liga, um encontro agendado para esta sexta-feira, dia 29 de Agosto, pelas 20:00, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra.

A Briosa procura o primeiro triunfo na presente edição do campeonato e todo o apoio é fundamental para que a nossa equipa conquiste os três pontos!


Os ingressos já estão à venda na Loja do Sócio, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra e na Loja Oficial da Briosa, no Dolce Vita Coimbra, aqui a partir de quarta-feira.

Refira-se que os sócios que não são portadores de bilhete de época poderão assistir ao duelo entre a Académica e o Vit. Setúbal por 5 euros. Confira a tabela abaixo publicada onde pode consultar o preçário para o jogo da 3ª jornada!

Como já percebeu, ser Sócio da Briosa, para além de ser um orgulho, garante-lhe também vantagens enormes no que respeita às condições que lhe são proporcionadas para ver os "estudantes" em acção. Ser sócio da Académica torna tudo mais fácil e económico! Se ainda não é, não perca tempo e torne-se já hoje associado da mágica Briosa carregando aqui. Se já for sócio, mais económico ainda é adquirir o Lugar Anual 2014/2015. Para mais informações clique aqui

Não fique em casa e apoie os "estudantes" do princípio ao fim. A sua presença é fundamental até porque a Briosa é a Paixão que nos Move!!!

Força Académica!
Confira o preço dos bilhetes (Planta virtual do Estádio): 

Sócios com bilhete de época (pack 12 jogos incluído) Entrada gratuita
Sócios sem bilhete de época 5 €
Bancada Norte - Zona Visitante 10 €
Público - Bancadas Centrais Inferiores 20 €
Público - Bancada Poente Superior 25 €


23 de agosto de 2014

Liga 2014/15 - 02J - Marítimo 2 - Académica 1



nº espectadores: 3 231
árbitro: Vasco Santos

Crónica


Em dois minutos tudo mudou no Estádio dos Barreiros! Depois de uma primeira parte desinteressante, o Marítimo marcou dois golos de rajada, aos 53 e aos 54, e resolveu o jogo. 

Na estreia em casa esta época e também de Leonel Pontes, num Estádio dos Barreiros em remodelação, os madeirenses só perto da meia hora é que conseguiram criar perigo junto à baliza de Cristiano, num livre de Patrick Bauer que passou bem perto. 

A resposta da Académica surgiu poucos minutos depois, num remate de Marcos Paulo ainda fora de área e que passou a rasar o poste esquerdo de Salin. 

Com Weeks descaído para a esquerda e com Bruno Gallo no centro, no habitual 4X3X3, o Marítimo mostrava algumas dificuldades na posse e na circulação da bola. E a Académica, com um meio-campo mais preenchido fruto do 4X2X3X1 estipulado por Paulo Sérgio, conseguia preencher melhor os espaços ganhando ao mesmo tempo um maior número de lances. 

A solução era então os remates de longe, com João Diogo a assustar Cristiano aos 39 minutos, num grande remate cruzado fora de área, que passou muito perto da barra. 

Na segunda parte, Leonel Pontes lançou ao intervalo Maazou para o lugar de Weeks e tudo mudou. A equipa entrou mais decidida e atrevida e em apenas dois minutos transformou o apático 0-0, num motivante 2-0. 

O primeiro grande momento aconteceu aos 53 minutos, num lance que começou em Dyego Sousa que, pela esquerda, cruzou dentro de área para Fransérgio marcar um grande golo, num remate forte e imparável para Cristiano.

Praticamente no recomeço do jogo, quando aconteceu o golo inaugural, marcou-se mais um golo: desta vez foi Fransérgio a cruzar largo para o recém-entrado Maazou, que ganhou as costas aos defesas e rematou cruzado para o poste mais distante de Cristiano. 

Em apenas dois minutos tudo mudava no Estádio dos Barreiros!

Até ao fim, Paulo Sérgio arriscou tudo ao retirar um médio de características defensivas, Nuno Piloto, e a colocar mais um avançado – Magique. E o 2-1 surgiu mesmo, mas pelo pé direito de Rui Pedro que, num bom lance individual e aproveitando o espaço dado pelos jogadores do Marítimo, rematou forte e fora do alcance de Salin. 

Até ao fim, os madeirenses souberam segurar o resultado com organização e rigor e venceram por 2-1 de forma justa. 

Destaques 


A figura – Maazou, o gigante que mexeu com o jogo 
Entrou ao intervalo e trouxe uma nova dinâmica ao ataque do Marítimo. Ajudou (e muito) a equipa nas movimentações ofensivas tendo ainda marcado o segundo golo dos madeirenses. Numa excelente desmarcação, nas costas dos defesas da Académica e com oportunidade, Maazou respondeu ao bom cruzamento de Fransérgio com um remate colocadíssimo e fora do alcance de Cristiano. 

Momento – Minuto 53 
O primeiro golo do jogo mudou tudo para o Marítimo. Trouxe a tranquilidade e a confiança que começavam a faltar à equipa da casa e abriu caminho a um segundo golo quase em simultâneo. 

Outros destaques 

FRANSÉRGIO – Bom jogo do médio brasileiro que chegou ao Marítimo no mercado de Inverno na época passada. Nesta temporada, mais adaptado ao clube, parece estar a conquistar uma vaga no meio-campo verde-rubro. Marcou um golo e assistiu para outro. 

DANILO PEREIRA – É o pilar da equipa e neste jogo voltou a ser uma importante ajuda aos centrais do Marítimo. O agora capitão, que ainda pode ser transferido até ao fim do mês, também soube sair a jogar. Melhorou claramente de rendimento na segunda parte. 

Opiniões 


Leonel Pontes, treinador do Marítimo, na conferência de imprensa após a vitória sobre a Académica

«Foi uma vitória justa do Marítimo pela consistência que tivemos na primeira parte e pela entrada forte que tivemos na segunda parte. Os primeiros 20 minutos foram bons e entre os 75 e os 90 minutos fomos obrigados a defender. Na mesma, conseguimos algumas oportunidades flagrantes. A equipa está de parabéns pela vitória, pelo empenho e atitude que teve durante todo o jogo.»

Paulo Sérgio, treinador da Académica, na conferência de imprensa que se seguiu à derrota com o Marítimo

«O início da segunda parte foi decisivo para o desfecho do jogo com os dois golos de seguida do Marítimo. A minha equipa foi superior na primeira e na segunda parte, mas apenas concretizámos uma vez e o Marítimo concretizou duas. Fizemos um jogo de grande qualidade, por isso só tenho de estar satisfeito com a minha equipa, apesar de não estar contente com o resultado.»

Ao Minuto 

90'FIM DO Marítimo, (2) - Académica, (1)
89'Vão jogar-se três minutos de compensação...
88'Cartão amarelo para Marcos Paulo.
86'Perigo na área da Académica. Fransérgio remata duas vezes com perigo e Cristiano defende bem.
82'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Rui Pedro.
O avançado ganha espaço à entrada da área e remata forte e fora do alcance de Salin.
80'Remate fortíssimo de Edgar Costa a obrigar Cristiano a aplicar-se para defender a bola.
79'Entra Ebinho (Marítimo)
79'Sai Dyego Sousa (Marítimo)
78'Remate perigoso de Ofori. A bola sai ao lado da baliza de Salin.
70'Entra Schumacher (Académica)
70'Sai C. Olascuaga (Académica)
68'Marcos Paulo remata ja dentro da área e obriga Salin a uma defesa atenta.
65'A Académica tenta tudo para reduzir a desvantagem mas o Maritimo defende até agora de forma muito organizada.
62'Entra Fernando Ferreira (Marítimo)
62'Sai Bruno Gallo (Marítimo)
60'Paulo Sérgio arrisca mais com a saída de um médio de caracteristicas mais defensivas e a entrada de um extremo.
60'Entra G. Magique (Académica)
60'Sai Nuno Piloto (Académica)
55'O Marítimo regressa muito bem dos balneários e marca dois golos de rajada, um deles pelo jogador que entrou depois do intervalo.
54'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Maâzou.
Cruzamento de Ruben Ferreira, e Maazou, dentro de área, remata bem colocado e fora do alcance de Cristiano.
53'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Fransérgio.
O médio marca, já dentro de área, num grande remate de pé esquerdo respondendo a uma assistência de Dyego Sousa.
52'Cartão amarelo para Rúben Ferreira.
51'O Maritimo procura chegar perto da baliza contrária, mas a Académica, bem organizada, não o permite...
46'Entra Maâzou (Marítimo)
46'Sai T. Weeks (Marítimo)
46'Recomeça o Marítimo - Académica
45'Intervalo no Marítimo - Académica
45'Vão jogar-se dois minutos de compensação.
44'Novo remate de longe, agora de Fransérgio. A bola sai ao lado da baliza de Cristiano.
39'GRANDE REMATE cruzado de João Diogo, descaído para a direita, mas de pé esquerdo. A bola passa a rasar a barra de Cristiano...
32'O Maritimo está a mostrar algumas dificuldades em ter a posse de bola durante algum tempo... O meio campo da Académica está com mais homens e a ganhar muitos lances.
30'Boa resposta da Académica, num forte remate de Marcos Paulo, de fora de área. A bola passa ao lado da baliza de Salin.
27'Livre para o Maritimo a 30 metros da área em zona central. Grande remate de Bauer. A bola passou bem perto da baliza... Foi a primeira GRANDE OPORTUNIDADE do jogo...
26'Cartão amarelo para Aníbal Capela.
23'Boa jogada de Edgar Costa pela esquerda, que passa para Fransérgio: o médio tenta a sorte de longe, mas o remate sai fraco e à figura de Cristiano.
20'A Académica está a tentar a aproximação à baliza de Sallin. Mas a defesa do Maritimo tem estado melhor até agora.
17'João Real teve de ser substituído devido a lesão.
16'Entra Aníbal Capela (Académica)
16'Sai João Real (Académica)
14'À passagem do quarto de hora, o Maritimo está melhoir, com mais posse de bola...
14'Livre para o Maritimo descaido para a esquerda: Edgar Costa cobra bem, tenso, mas Cristiano sai bem dos postes e afasta o perigo.
11'O Maritimo ensaia a primeira jogada perigosa: boa combinação entre Weeks e Bruno Gallo. A bola sobra para Ruben Ferreira, que remata ao lado.
5'O jogo começa equilibrado. E ainda não houve oportunidades de golo...
1'Começa o Marítimo - Académica
0'As equipa já estão a subir ao relvado...
0'Estão cerca de 2.500 adeptos no estádio a poucos minutos do início do jogo...
0'As bancadas começam a compor-se com a chegada dos adeptos...
0'Leonel Pontes e Paulo Sérgio apresentam esta tarde dois onzes sem surpresas...
0'Pela primeira vez estão ser utilizados os novos balneários situados debaixo da mais recente bancada, que ainda não está concluida. Os bancos das equipas também mudaram para o outro lado do campo.
0'Está sol no Funchal. O relvado não está a cem por cento devido a um fungo que obrigou o clube a fazer tratamento à relva e as melhorias ainda não são totais.
0'Devido às obras no Estádio dos Barreiros há menos 1.100 lugares disponíveis e as entradas no recinto são agora apenas duas.
0'O árbitro do jogo será Vasco Santos. Álvaro Mesquita e Bruno Trindade serão os e o 4º árbitro será João Pinheiro.
0'As equipas aquecem nesta altura no relvado do Estádio dos Barreiros.
0'Sulplentes da Académica: Lee, Aníbal Capela, Jimmy, Schumacher, Magique, Oualembo e Pedro Nuno.
0'Suplentes do Marítimo: Wellington, Kaj, Briguel, Fernando Ferreira, Alex Soares, Ebinho e Maazou.
0'ACADÉMICA: Cristiano, Obiora, R. Nascimento, João Real, Iago, Olascuaga, Rui Pedro, Marcos Paulo, Nuno Piloto, Rafael Lopes e Ofori.
0'MARÍTIMO: Salin, João Diogo, Gegé, Bauer, Ruben Ferreira, Fransérgio, Danilo Pereira, Gallo, Edgar Costa, Dyego Sousa e Weeks.
0'Já são conhecidos os onzes oficiais da equipas.
0'Na Académica, o treinador Paulo Sérgio tem cinco jogadores indisponíveis por lesão Aderlan, Lino, Marinho, Fernando Alexandre e Ivanildo.
0'No Marítimo, Pontes anda não pode contar com Micolta e Vidales, cujos certificados internacionais ainda não chegaram.
0'A Académica registou um ponto na 1ª jornada ao empatar em Coimbra com o Sporting.
0'O Marítimo de Leonel Pontes estreia-se em casa para a Liga depois de ter começado o campeonato com uma derrota no Dragão.
0'Boa tarde. Este sábado cheio de futebol passa pela Madeira. Marítimo e Académica enfrentam-se no primeiro jogo do dia da Liga. Siga EM DIRETO.
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 23 Ago 2014 às 17:00

in maisfutebol


Liga 2014/15 - 02J - Marítimo - Académica: Antevisão

Siga o Marítimo-Académica EM DIRETO, a partir das 17 horas

O MOMENTO

Marítimo: Na época passada, o Marítimo só conseguiu duas vitórias no Estádio dos Barreiros durante a primeira volta do campeonato. Na segunda volta, os resultados melhoraram um pouco em casa, mas dentro do clube e entre os adeptos reina a expectativa de ver como será esta temporada. Há um novo treinador, novos métodos e alguns novos jogadores entre os mais utilizados e, depois das boas indicações defensivas deixadas no Dragão, a hora agora é de tentar assumir o jogo e mostrar algo mais em termos atacantes.

Académica: O bom resultado alcançado na primeira jornada frente ao Sporting contribuiu para motivar ainda mais o plantel liderado por Paulo Sérgio, que vem à Madeira claramente para tentar discutir o resultado com o Marítimo. A nova era com o novo treinador começou da melhor forma. Resta agora esperar para ver a capacidade de resposta do grupo frente a um adversário de qualidade idêntica.

AUSÊNCIAS:

Marítimo: Micolta e Vidales (ainda não têm o certificado internacional)

Académica: Aderlan, Lino, Marinho, Fernando Alexandre e Ivanildo (lesionados)

DISCURSO DIRECTO:

Leonel Pontes: «Em casa seremos competitivos, competentes, agressivos e vamos sempre querer ganhar os jogos. Seremos diferentes na estratégia utilizada frente ao FC Porto e é possível que haja uma ou outra alteração na equipa em relação ao último jogo. Manteremos a atitude competitiva e a ambição.»

Paulo Sérgio: «Não quero ver a equipa com motivação diferente em função do adversário. Para mim, tem de estar sempre no máximo. É essa a resposta que espero. Quero a mesma concentração e atitude. Se juntarmos tudo isso, em todos os jogos, acredito que os resultados ficarão mais próximos de pender para nosso lado.»

HISTÓRICO DE CONFRONTOS:

Há uma clara vantagem para o Marítimo em jogos em casa frente à Académica. Os madeirenses venceram cinco vezes, empataram quatro e perderam apenas por uma vez, o que aconteceu há duas épocas, por 0-2.

Marítimo

Equipa provável:



Outros convocados: Wellington, Kaj, Briguel, Fernando Ferreira, Alex Soares, Ebinho e Maazou

Académica

Equipa provável:



Outros convocados: Lee, Fábio Santos, Oualembo, Aníbal Capela, Jimmy, Pedro Nuno, Marcos Paulo, Lucas Mineiro e Schumacher

in maisfutebol

Edgar Salli é o novo reforço da Académica

A Académica concluiu esta sexta-feira a contratação do avançado camaronês Edgar Salli. O jogador chega a Coimbra proveniente do AS Mónaco, com um contrato de empréstimo válido por uma temporada.



Formado no Cotonsport, clube camaronês, o jogador de 22 anos rapidamente deu nas vistas tendo sido recrutado pelo AS Mónaco em 2011/2012, contribuindo no ano seguinte para a subida de divisão dos monegascos. Na temporada passada Salli representou, por empréstimo, os franceses do Lens, onde actuou em 32 jogos, tendo feito 5 golos. Mais uma vez, ajudou a sua equipa a garantir a subida de divisão.

Com 7 internacionalizações pela Selecção A dos Camarões, Salli esteve também no Campeonato do Mundo no Brasil 2014, tendo saído do banco de suplentes nas partidas frente ao Brasil e Croácia. O jogador já fez, também, o gosto ao pé a nível internacional quando marcou o golo da vitória dos Camarões frente à Moldávia, numa partida que serviu de preparação para o Mundial.

Já em Coimbra, Edgar Salli falou em exclusivo para o Site Oficial da Briosa onde se apresentou aos sócios e adeptos da Académica.

“É uma felicidade muito grande ter a oportunidade de vir para Portugal e assinar pela Académica. Quero fazer uma boa temporada e ajudar o clube a atingir os objectivos. Os dirigentes do Mónaco falaram-me muito bem do clube e não hesitei em vir para Coimbra. Agora é tempo de trabalhar e mostrar que posso ajudar a equipa. Mensagem para os adeptos? São importantes em todos os clubes pois ajudam-nos a fazer uma boa época. Por onde passei os adeptos apoiavam muito a equipa e já sei que aqui isso também acontece.”, frisou.

Bem-vindo Salli!

22 de agosto de 2014

Liga 2014/15 - 02J - Maritimo - Académica: Convocados

Ao invés do que tinha acontecido na semana passada, quando convocou todo o plantel para a receção ao Sporting – incluindo lesionados -, desta feita Paulo Sérgio optou por chamar apenas 20 jogadores para a viagem à Madeira onde, este sábado, às 17 horas, a Briosa defronta o Marítimo em jogo referente à 2.ª jornada da Liga.

Na lista dos eleitos, destaque para a presença dos três guarda-redes do plantel.

Hugo Seco, por opção, junta-se ao quinteto formado por Fernando Alexandre, Aderlan, Marinho, Lino e Ivanildo, no lote dos jogadores que não integram a comitiva que viaja esta tarde para a Pérola do Atlântico.

Eis a lista dos 20 convocados:

Guarda-redes: Cristiano, Fábio Santos e Lee;
Defesas: Aníbal Capela, Ricardo Nascimento, João Real, Iago, Oualembo e Ofori;
Médios: Obiora, Jimmy, Rui Pedro, Marcos Paulo, Pedro Nuno, Nuno Piloto e Lucas Mineiro;
Avançados: Schumacher, Magique, Olascuaga e Rafael Lopes.

in abola

Paulo Sérgio não quer diferenças de motivação na equipa

Treinador da Briosa avisa que os jogadores vão ter de estar ao nível do jogo com o Sporting

O jogo com o Marítimo, este sábado, vai ser um desafio importante para a Académica, não apenas do ponto de vista meramente desportivo, mas também do ponto de vista mental para os jogadores. Paulo Sérgio avisa que não quer ver diferenças de espírito nos jogadores, depois do jogo com o Sporting, só por que o adversário, agora, não é um dos chamados três grandes. 

«É uma questão fulcral para este jogo. Não quero ver a equipa com motivação diferente em função do adversário. Para mim, tem de estar sempre no máximo. É essa a resposta que espero. Quero a mesma concentração e atitude, se juntarmos tudo isso, em todos os jogos, acredito que os resultados ficarão mais próximos de pender para nosso lado», alertou, nesta sexta-feira. 

Da mesma como fez saber, alto e em bom som, que não irá tolerar jogadores com motivação diferente para esta partida, o técnico também pediu uma entrada mais forte, para não se repetir aquilo que aconteceu com os leões. 

«Era o primeiro jogo, mas temos de aceitar que não foi a melhor abordagem, sem esquecer, obviamente, a grande qualidade com que o Sporting entrou. Mas uma entrada mais desinibida e mais forte da nossa parte vai nos ajudar certamente», desejou. 

Aproveitando a observação que fez do jogo no Dragão, Paulo Sérgio não tem dúvida em classificar o adversário como uma equipa «competente» e, certamente, com «todos os níveis de alerta bem explícitos», por ter um novo treinador. 

«Nesse encontro, houve momentos díspares. No início do segundo tempo, por exemplo, o Marítimo procurou subir o bloco, mas também teve outras alturas de espera. Vi de tudo um pouco, mas claro que arriscará mais para este tipo de duelo do que o fez diante do FC Porto», finalizou. 

in maisfutebol 

21 de agosto de 2014

Rui Pedro: “Vamos à Madeira para ganhar”

O jogador da Académica, Rui Pedro, fez esta quinta-feira a antevisão do encontro frente ao Marítimo. 

O número 20 da Briosa , que falou em conferência de imprensa realizada na Academia Dolce Vita, frisou que o objectivo dos “estudantes” é a vitória. 



“Vamos à Madeira com o intuito de ganhar. Temos que entrar com humildade, que é uma marca que nos caracteriza e que ficou bem vincada com o Sporting. Temos que ser organizados para trazer os três pontos. Empate com o Sporting veio acrescentar confiança ao grupo e agora há que ter humildade suficiente para chegar à Madeira, impor o nosso jogo e trazer os 3 pontos. Se assim for, é muito bom e vamos querer dar continuidade.”, disse.

Rui Pedro mostrou-se feliz por ajudar a Académica a atingir os seus objectivos e falou também das metas que estão definidas para esta temporada.

“Vou trabalhar diariamente para poder, todos os dias e todos os jogos, ajudar a Académica. Isso está sempre em primeiro lugar. Se a Académica fizer uma boa época, será bom para mim e para todos os meus colegas. Se conseguirmos a manutenção o mais rapidamente possível, que é o nosso objetivo, depois só temos que pensar em tentar melhorar a classificação da época passada. Somos uma equipa ambiciosa e queremos sempre mais.”, adiantou.

Para terminar, o médio da Briosa não se coibiu de falar do treinador Paulo Sérgio, ele que já tinha sido orientado pelo agora técnico da Académica na Roménia, quando representava o Cluj.

“Acho que a Académica não podia ter escolhido um treinador melhor. Não precisa de dar nada a ninguém, já tem créditos firmados em Portugal. Não tem que provar nada a ninguém.”, rematou.

Salli renova com o Mónaco e segue para Coimbra

Revelação do jogador ao Maisfutebol

Académica: Salli renova com o Mónaco e segue para Coimbra

Edgar Salli vai renovar esta quinta-feira por mais uma época com o Mónaco (ficará ligado até 2016) e será emprestado à Académica até final da temporada, revelou o jogador ao Maisfutebol. 

«Penso que a transferência está prestes a ser concluída. Aliás, amanhã, tenho e ir assinar uns papeis, relacionados com a renovação com o Mónaco, e posso viajar para Portugal no próprio dia, ou na sexta-feira», confidenciou o extremo camaronês. 

Salli, internacional pelo seu país, esteve no último mundial (participou em dois jogos), e, aos 21 anos, é considerado como uma das boas promessas do futebol africano. Pode fazer todas as posições do ataque, mas é como extremo que deverá ser recrutado, para concorrer com Marinho, Ivanildo, Olascuaga e Hugo Seco. 

in maisfutebol 

Liga 2014/15 - 02J - Marítimo - Académica: Árbitro: Vasco Santos

Nomeações:

Sexta-feira:
V. Guimarães – Penafiel, Pedro Proença

Sábado:
Marítimo – Académica, Vasco Santos
P. Ferreira – FC Porto, Manuel Mota
Sporting – Arouca, Nuno Almeida

Domingo:
Belenenses – Nacional, Carlos Xistra
V. Setúbal – Gil Vicente, Hugo Miguel
Estoril – Rio Ave, Olegário Benquerença
Boavista – Benfica, Marco Ferreira

Segunda-feira:
Moreirense – SC Braga, Bruno Paixão

20 de agosto de 2014

Conversa de Bancada: Cristiano é o primeiro convidado

O "Conversa de Bancada" está de volta! O primeiro convidado desta época é o nosso guarda-redes Cristiano, que vai responder às tuas questões na quarta-feira, pelas 18:00, num vídeo que será publicado nas plataformas de comunicação do clube. 

Coloca a tua questão ao número 1 da Académica, enviando um e-mail para comunicacao@academica-oaf.pt . Participa! 

in AAC-OAF

PAULO SÉRGIO: "Ofori é um miúdo, não pode ser criticado"

Treinador da Académica, Paulo Sérgio, deixou vários elogios aos seus jogadores pelo ponto conquistado.
A nova Académica: "Excelente jogo, com ritmo elevado, muita qualidade e várias ocasiões de golo. A Académica entrou com uma equipa quase toda nova, mas estamos satisfeitos"

O erro de Ofori: "O Sporting marcou com um golo bonito de Carrillo, após um erro de Ofori, que é muito novo, o miúdo está-se a estrear e não pode ser criticado"

A reação: "A nossa equipa reagiu bem, depois de uma entrada receosa. Levámos tempo a adaptar-nos, mas merecemos os parabéns porque soubemos reagir".

A superioridade numérica: "Fizemos uma excelente segunda parte, a expulsão de William dificultou o jogo ao Sporting, mas soubemos jogar com a vantagem numérica. Estou satisfeito com o desempenho e com a atitude dos meus jogadores."

in ojogo 

19 de agosto de 2014

2014/15 - 03J - Académica - V. Setúbal: Horário

Jornada

JORNADA 3
ACADÉMICASEx - 29/AGO
20H00
SPORTTV
V. SETÚBAL
BELENENSES30/AGO
18H00
SPORTTV
V. GUIMARÃES
BRAGA30/AGO
20H30
SPORTTV
ESTORIL
GIL VICENTE31/AGO
16H00
MARÍTIMO
PENAFIEL31/AGO
17H00
P. FERREIRA
NACIONAL31/AGO
18H00
AROUCA
PORTO31/AGO
18H00
SPORTTV
MOREIRENSE
BENFICA31/AGO
19H00
BENFICA TV
SPORTING
RIO AVE01/SET
20H00
SPORTTV
BOAVISTA

18 de agosto de 2014

Rui Pedro eleito o melhor em campo frente ao Sporting

O Rui Pedro foi eleito o "Melhor da Briosa" na partida frente ao Sporting!
O número 20 dos "estudantes" recolheu 51% dos votos no inquérito que esteve disponível no Site Oficial da Académica. Grande estreia Rui!

ver em AAC-OAF

Edgar Salli é o desejado para reforçar o ataque

O camaronês Edgar Salli, do Monaco, está muito próximo de assinar pela Académica. O avançado, de 22 anos, é o alvo pretendido para reforçar o ataque da Briosa, um desejo há muito assumido pelo técnico Paulo Sérgio.


Ao que Record apurou, as negociações entre a formação monegasca e a Académica ainda não estão concluídas, mas existem boas hipóteses de que se consiga uma plataforma de entendimento entre os clubes e também com o jogador, que pode culminar com a viagem de Edgar Salli para Coimbra.

Em caso de sucesso nesta operação, Paulo Sérgio ganha um importante reforço para o ataque da formação academista, até porque o internacional pelos Camarões – já efetuou 11 jogos pela sua seleção – pode ser utilizado em qualquer posição do ataque. Recorde-se que Rafael Lopes e Schumacher são, neste momento, as opções para o lugar de ponta-de-lança e nas alas existem soluções (Marinho, Ivanildo, Hugo Seco, Magique e Olascuaga), mas as muitas lesões durante a pré-época têm dificultado as escolhas do treinador.

Percurso. Formado no Cotonsport, dos Camarões, Edgar Salli chegou ao Monaco no início da temporada 2011/12. Rápido, conseguiu adaptar-se ao futebol europeu, sendo um dos titulares nessa época. Em 2012/13, festejou a subida à Ligue 1, mas com a aposta dos monegascos no reforço da equipa, o camaronês foi perdendo espaço no plantel, sendo emprestado ao Lens (Ligue 2) em 2013. Marcou 5 golos em 27 jogos, numa época marcada pela subida à principal divisão do futebol gaulês, e como prémio foi um dos convocados do alemão Volker Finke para o Mundial 2014, disputando alguns minutos diante da Croácia e ainda do anfitrião Brasil.

Agora, o futuro pode reservar-lhe mais uma experiência no futebol europeu, desta vez com a camisola negra da Briosa. R.C.

in record 

Rui Pedro explode a 10

O empate alcançado diante do Sporting, na estreia da Académica na 1.ª Liga, não pode ser dissociado de uma grande exibição assinada por Rui Pedro. O médio, que esta temporada trocou o Cluj, da Roménia, pela Briosa, revolucionou por completo a exibição da formação academista durante a segunda parte, altura em que Paulo Sérgio lhe ofereceu a missão de organizador de jogo.

Depois de uma 1.ª parte em que foram escassas as oportunidades de golo, o técnico da Académica tirou Rui Pedro da ala, colocando-o na zona central do meio-campo. Para além de várias jogadas de enorme qualidade técnica, o médio-ofensivo, de 26 anos, ganhou ainda várias faltas, entre elas as duas que resultaram na expulsão de William Carvalho, momento decisivo para o resultado final.

A intensa pressão exercida a partir daí culminou com o golo de Rafael Lopes, algo que o avançado da Briosa já merecia.

in record 

17 de agosto de 2014

Liga 2014/15 - 01J - Académica 1 - Sporting 1

Resumo do jogo: 

video

Opiniões dos treinadores: 

video


in sapo videos

Liga 2014/15 - 01J - Académica 1 - Sporting 1


A Académica empatou este sábado com o Sporting a uma bola numa partida que marcou a estreia de ambas as equipas na Primeira Liga. O Sporting marcou primeiro, por intermédio de Carrillo mas a Briosa viria a empatar no último minuto, fruto de um remate de Rafael Lopes.

Os leões entraram melhor no desafio e criaram as primeiras oportunidades de golo junto da baliza estudantil. Perante mais de 19 mil espectadores, os "estudantes" terão acusado alguma ansiedade - normal em início de campeonato - e permitiram ao Sporting adiantar-se no resultado quando Carrillo, à passagem do minuto 14, cabeceou com sucesso para a baliza de Cristiano.

Mas a turma orientada por Paulo Sérgio não baixou os braços e rapidamente foi em busca do empate. Rui Pedro e Rafael Lopes estiveram muito rematadores mas o empate só viria no último minuto, quando o número 30 dos "estudantes" rematou forte para o desamparado Rui Patrício. Nesta altura, recorde-se, já a Briosa jogava com mais um, após expulsão de William Carvalho.

A história do jogo não se fica por aqui pois, ainda na primeira parte, Artur Soares Dias terá feito vista grossa a uma mão de Jefferson dentro da área leonina. Ficou por marcar uma grande penalidade a favor da Académica...

Na próxima jornada, os "estudantes" deslocam-se à Madeira para defrontar o Marítimo. 

in AAC-OAF

nº espectadores:  19 020
Árbitro: Artur Soares Dias - nota 4 (in a bola)

Crónica 


O Sporting não conseguiu imitar o FC Porto e saiu de Coimbra com um empate depois de uma entrada que, em circunstâncias normais, teria bastado para segurar os três pontos. A expulsão perfeitamente escusada de William Carvalho e a incapacidade em lidar com a mudança tática do adversário deixou um amargo de boca na estreia de Marco Silva no banco. 

Uma entrada séria e competente parecia ser suficiente para materializar o resultado, sem forçar muito a nota, que o tempo ainda é estival. A fraca oposição deu, por vezes, a ilusão de estarmos perante um Sporting com todos os problemas resolvidos, cheio de personalidade, em suma, pronto para a luta. A realidade esteve tão longe… 

A outra face chegou, como já se aflorou, a meio da segunda parte, quando a Briosa conseguiu por fim encher o peito, e beneficiar igualmente da superioridade numérica em campo para colocar algumas fragilidades leoninas a nu.

Nesses momentos valeu, também, o famigerado São Patrício, com uma defesa, por exemplo, a um grande remate de Magique, em período quase asfixiante dos homens de Paulo Sérgio. O pior chegou ao cair do pano... Castigo pesado ou merecido? 

Entrada de leão 

O treinador leonino deixou bem vincadas as suas ideias quando escolheu o jovem Naby Sarr para ocupar o lugar que seria habitualmente de Rojo. O franco-senegalês foi o único reforço dos leões com direito a entrada no onze, superando a concorrência de Paulo Oliveira.   

Não haveria mais surpresas não fosse a aposta em Heldon em detrimento de Capel, porque a base deixada por Leonardo Jardim preencheu o resto, o expoente máximo da sucessão tranquila que o ex-técnico do Estoril vem preconizando. 

Do outro lado, pelo contrário, houve uma revolução. Apenas quatro rostos do ano transato (Real, Piloto, Marcos Paulo e Rafael Lopes). Tudo o mais foram novidades, a começar pelo líder no banco, um antigo treinador do Sporting, por sinal.  

Os leões tomaram rapidamente conta do jogo, com Carrillo muito rematador, a abrir o marcador ainda cedo. Galvanizados, desperdiçaram um par de oportunidades de matar logo ali o encontro. Valeu também Cristiano, o melhor estudante em campo, e também o homem do jogo. 

Pelo meio, a Académica pediu grande penalidade por mão de Jefferson, quando Rui Pedro tentava picar-lhe a bola por cima, mas fazia muito pouco para justificar outro resultado. 

Parecia que o Sporting tinha o jogo na mão quando William Carvalho (que infantilidade…) resolveu apimentar um pouco as coisas, «coroando» uma exibição já de si bastante cinzenta com um segundo amarelo e respetiva saída abrupta para os balneários. 

Por esta altura, a Académica já mostrava mais um pouco em campo e Rafael Lopes, de resto, havia acabado de falhar a melhor ocasião da equipa, depois de um belíssimo cruzamento do recém-entrado Magique. 

O mesmo jogador haveria de proporcionar a Rui Patrício a defesa da noite, num daqueles voos em que o titular das redes leoninas e da Seleção se revela tão eficaz como decisivo. Mas a verdade é que com a Académica a agigantar-se, sobretudo pela entrada de Magique, o jogo virou. 

Também poderia ter caído para o lado do Sporting o segundo golo, mas Cristiano segurou o remate de Montero e deu o elã necessário para que, pouco depois, Rafael Lopes fizesse aquilo que parecia iminente. Um ponto para cada no início de campeonato, e o leão com muitas pontas soltas para amarrar. 


Destaques 


A figura: Cristiano 

Condenado a trabalhos forçados face ao irrequieto Carrillo, negou o golo a Heldon, e ainda fez uma bela defesa a livre de André Martins. Agradeceu, seguramente, a acalmia da segunda parte, mas deu a sensação que teve sempre os acontecimentos controlados. Prova disso foi o único remate de Montero, ao qual se opôs com grande qualidade. Foi graças a ele que a Académica aguentou o resultado, até conseguir chegar ao empate. 

O momento: Rafael Lopes acaba com o jejum 

Contratado em Janeiro para resolver os problemas com os golos da equipa então liderada por Sérgio Conceição, ainda não havia conseguido marcar com o losango ao peito, talvez por estar a guardar-se para uma ocasião solene. Falhou por pouco no primeiro aviso, acertou logo a seguir. Letal. 

Outros destaques: 

Carrillo 

Começou a partida a todo o gás, com três remates cheios de intencionalidade, mas haveria de fazer o golo de cabeça, o primeiro do campeonato, que ajudou a desbloquear a partida. Continuou bastante em jogo, mas só veria a dar nas vistas já na segunda parte, quando voltou a ter o golo nos pés, mas «permitiu» que Montero lhe desviasse o remate do alvo. Por tudo o que fez, não merecia o final dramático e os dois pontos a voar…. muito menos a «assistência» involuntária para o empate da Briosa.     

Adrien 

Na «ausência» de William Carvalho foi o patrão que o meio-campo leonino precisava, a levar jogo para a frente, mas também a tentar a meia-distância. É daqueles que não sabe jogar mal e raramente baixa os braços. Fossem todos como ele. 

Naby Sarr 

Estreia em exclusivo absoluto no onze de Marco Silva. Beneficiou da fraca produção atacante dos estudantes, mas sempre que foi chamado a intervir fê-lo com acerto e serenidade, optando por não complicar o que, por natureza, estava a ser simples. A rever. 

Jefferson 

Grande cruzamento para o golo de Carrillo do jogador mais utilizado por Marco Silva na pré-temporada. Uma assistência perfeita, de uma banda à outra, com a bola a cair entre o guarda-redes e o poste, a pedir aquilo que o peruano fez sem se fazer rogado. 

Cédric 

Aproveitou bem as facilidades concedidas por Ofori para subir e cruzar em barda, sobretudo nos períodos em que o Sporting carregou. Foi uma pena que tenha saído ao intervalo, por força de uma lesão, porque a equipa iria, certamente, continuar a beneficiar dos seus raides na segunda parte. 

Montero 

Não marca desde fevereiro e é impossível não reparar na falta de confiança que o assola. Além de não rematar (a exceção foi um disparo que Cristiano afastou já perto do final), ainda consegue atrapalhar as ações dos colegas, como aquele remate que poderia ter dado o segundo da noite a Carrillo, mas que o colombiano... afastou do alvo.  

Magique 

É caso para perguntar o que estaria a fazer no banco. Mal entrou, serviu Rafael Lopes para um remate que passou a milímetros do poste. Logo a seguir, obrigou Rui Patrício à defesa da noite. Está tudo dito. 

Rui Pedro 

Foi, a par de Marcos Paulo, um dos mais inconformado dos estudantes, Desviado para o lado esquerdo do ataque, onde não será tão rentável como no centro, deu, mesmo assim, que fazer a Maurício com uma ou outra arrancada com a bola bem controlada nos pés. Além disso, foi ele que «arrancou» a expulsão a William. Carvalho. 


Opiniões


Paulo Sérgio: «A nossa segunda parte é excelente»
Técnico da Académica lembra que a equipa já estava a crescer antes da expulsão de William Carvalho

Paulo Sérgio, treinador da Académica, comentando o empate conseguido nos descontos, diante do Sporting, em declarações à SportTV: 

«Empate é bom ou mau? É subjetivo, acho que acima de tudo foi excelente jogo, com ritmo elevado, muita qualidade e muitas ocasiões de golo. Com uma equipa toda nova, só podemos estar satisfeitos por apresentarmos toda esta qualidade na primeira jornada» 

Como explicar as dificuldades iniciais? 
«Houve um excelente aproveitamento do Carrillo no lance do golo, que foi muito bonito. É verdade que houve um erro nosso, na cobertura, mas é perfeitamente aceitável, tratando-se de um miúdo que se está a estrear. Entrámos um pouco a medo, à espera de ver o que dava, em nenhum jogo da pré-epoca encontrámos este ritmo. A nossa segunda parte é excelente, ainda antes da expulsão estávamos a ameaçar, e é óbvio que a expulsão criou dificuldades ao Sporting, mas nós tivemos o mérito de saber jogar com essa vantagem numérica.»

Paulo Sérgio, treinador da Académica, no final do empate frente ao Sporting, este sábado, em Coimbra: 

«Justo ou injusto, o que conta é as bolas que entram. Não adianta criar polémica por ai. Fiquei muito satisfeito pela atitude e desempenho jogadores, isso é o mais importante. Penso que, na segunda parte, demos continuidade e até melhorámos em relação aos últimos 15/20 minutos da primeira metade. Mas é preciso voltar atrás, para dizer que tivemos uma pré-época bastante difícil, com a integração de elementos com timings diferentes, até tivemos que anular jogos-treino por não termos jogadores. Tudo isto se paga. Não tivemos um único jogo de preparação que nos exigisse aquilo que o Sporting exigiu nos primeiros 20 minutos, em que entrou muito forte, com qualidade e velocidade, fruto de jogadores que jogam há um ano juntos. Já nós tivemos muitas estreias na Liga, algumas de jogadores muito jovens… tudo isto se paga. Também demorámos algum tempo a reagir, mas o grande mérito dos jogadores é que se adaptaram e fizeram um jogo sempre em crescendo, o que, para uma equipa nova e contra um adversário desta valia, só pode deixar-me satisfeito. 

[O que mudou da primeira para a segunda parte?] Corrigimos algumas situações, como a pressão na saída de bola do Sporting, tínhamos que correr mais riscos. Tirámos a iniciativa e conforto ao adversário, e também dei confiança aos jogadores. Fiquei satisfeito. 

[Um bom tónico para o resto da época] Claro que fazer este resultado, perante um adversário desta valia, nos dá autoestima e confiança, mas temos os pés no chão. Como tal, acredito que os jogadores estejam hoje bastante felizes, e isto ajuda estes jovens a crescer. No entanto, é apenas um ponto, há mérito por ter sido contra uma equipa muito boa, mas é apenas um ponto. O que registei, mesmo se tivesse perdido, foi a resposta e qualidade que puseram em campo, ainda antes da expulsão do William.»  

Marco Silva, treinador do Sporting, no final do empate frente à Académica, este sábado, em Coimbra: 

«É um resultado que tem um sabor amargo. Tínhamos, obviamente, os três pontos como objetivo, respeitando o adversário, e penso que demonstrámos isso, com uma primeira parte muito positiva. Para o primeiro jogo do Campeonato, demonstrámos boa qualidade, chegámos à vantagem, poderíamos e deveríamos ter deixado o resultado mais cómodo para nós, mas não fomos capazes. Não me lembro de uma única oportunidade da Académica nesta fase. A segunda parte foi diferente, com o jogo mais partido, a Académica a jogar em campo todo. Não fizemos o segundo, pese termos tido oportunidade, e depois veio a expulsão, a acumular com a saída do Cédric, que complicou muito o nosso jogo. Ainda assim, os jogadores foram briosos, lutaram bastante, às vezes de uma forma não tão organizada como gostaríamos e a Académica acaba por ser feliz no último lance. Foi um castigo demasiado pesado para nós. 

[Preocupado com os golos sofridos em cima do final dos jogos?] Nunca é bom sofrer, mas, nessa altura, tem um sabor muito pior. São aspetos que temos de corrigir, não por os consentirmos nos últimos instantes, mas para não sofrer golo em geral. Temos de estar concentrados, infelizmente têm acontecido, hoje outra vez, num lance em que tirámos mal a bola da grande área. 

[A expulsão do William foi decisiva?] Ficar a jogar com 10, perdendo, ainda por cima, um jogador como o William, tem peso. Tentámos preencher com o Oriol, mas a equipa baixou bastante. Sofremos o golo, mas não me parece que tenha sido por ai, ou seja, pelo facto de termos metido o Oriol ao lado do Adrien. 

[As contrariedades antes do jogo também tiveram reflexos?] Se somarmos tudo isso não é fácil… não foi a semana perfeita, e acabou como não queríamos, principalmente para a nossa massa adepta. Quero deixar uma palavra para eles, não mereciam. Não foi uma semana fácil, com essas duas situações [Slimani e Rojo], mais as do jogo, mas temos de estar preparados e continuar o nosso caminho.  

Marco Silva, treinador do Sporting, no comentário ao desempenho do jovem central Naby Sarr, que surgiu na equipa titular na vez de Rojo, que se encontra suspenso pela SAD: 

«Foi uma estreia positiva, de um jovem, que não tem grande experiência, ou praticamente nenhuma, nestas andanças. É um jogador que temos de trabalhar, mas foi uma necessidade da equipa, um risco que tivemos que correr.» 

Rafael Lopes: «É o golo que procurava há muito tempo»
Rafael Lopes, avançado da Académica, em declarações à Sport TV após o empate com o Sporting, na primeira jornada da Liga 2014/15. O avançado marcou, por fim, com a camisola dos estudantes: 

«É o golo que procurava há muito tempo. No ano passado tive muitas infelicidades, com golos anulados e boas exibições dos guarda-redes. Foi pena não termos ganho, mas fico satisfeito pelo golo e pelo resultado. Merecíamos mais. Na primeira parte entrámos tímidos, houve gente que nunca jogou na Europa. No segundo tempo, melhorámos, empatámos e depois podíamos ter feito o segundo. Mas acaba por ser justo pelo que o Sporting fez na primeira parte e por aquilo que a Académica fez na segunda.» 

Adrien: «Lutámos contra tudo e todos»
Adrien, médio do Sporting, em declarações à Sport TV após o empate com a Académica, na primeira jornada da Liga 2014/15: 

«Todas as pessoas viram o jogo e basta tirarem as conclusões que quiserem. A equipa lutou contra tudo e todos até ao fim. Não conseguimos segurar o resultado. A equipa mostrou atitude. A expulsão é decisiva porque é um elemento a menos. Se é justa? Não me cabe a mim julgar.» 


Ao minuto


90'Entrada em falso do leão! O Sporting esteve melhor no primeiro tempo, mas caiu na segunda parte. Parecia que ia sobreviver à expulsão de William Carvalho, com Patrício a evitar o empate aos 81 minutos, numa grande defesa. Mas um mau alívio de Carrillo deu uma oportunidade à Académica e Rafael Lopes empatou em cima dos 90, com os estudantes a serem premiados por nunca desistirem da luta.
90'FIM DO Académica, (1) - Sporting, (1)
90'PERIGO! Cruzamento da direita e quase que surge o desvio para o fundo das redes de Patrício!
90'Três minutos de desconto.
90'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Rafael Lopes.
Bola da direita para o segundo poste. Carrillo, até aqui o melhor do Sporting, falha o corte! A bola fica para Schumacher que, rodeado por defesas, consegue colocar a bola em Rafael Lopes. Este recebe e remata de pé direito para o fundo das redes de Patrício!!!
89'Entra Pedro Nuno (Académica)
89'Sai R. Ofori (Académica)
87'Marcos Paulo cruza com perigo, mas ninguém aparece a desviar!
85'CRISTIANO! Carrillo de calcanhar serve Rosell, este cruza e Montero remata de calcanhar (!!!!) para defesa de Cristiano!
82'Pontapé de Rui Pedro que vai para fora. A bola parece ter sofrido um desvio, Soares Dias deu pontapé de baliza. Segue o jogo.
81'TREMENDA DEFESA DE PATRÍCIO!!! INCRÍVEL! Pontapé forte de Magique, a bola ainda sofre um ressalto, mas o guarda-redes do Sporting faz uma defesa enormíssima!!! Vale três pontos para já!
80'Canto para a Académica.
79'AO LADO! Carrillo cruza da direita, Capel cabeceia do lado contrário, mas a bola sai ao lado.
76'Rui Pedro não consegue receber na área! Grande passe!
74'Entra Schumacher (Académica)
74'Sai C. Olascuaga (Académica)
74'Entra Paulo Oliveira (Sporting)
74'Sai André Martins (Sporting)
73'O Sporting reorganizou-se em 4x4x1.
72'Remate de Olascuaga muito torto.
70'Prossegue a partida.
70'Jogo interrompido porque André Martins está caído.
68'A Académica na área do Sporting, com Rafael Lopes a não conseguir fazer passar o remate pela defesa leonina.
66'Segundo cartão amarelo para William. Trava Rui Pedro que saía para o ataque! Falta clara e amarelo que se justifica.
65'QUASE O EMPATE!!! Magique cruza da direita, Rafael Lopes cabeceia e a bola tira tinta ao poste!!! QUE OCASIÃO PARA A BRIOSA!
64'Carrillo cruza, mas a bola é para Cristiano.
64'PERIGO! Capel cruza da esquerda e Carrillo remata contra Montero!
62'Entra Capel (Sporting)
62'Sai Héldon (Sporting)
62'Adrien progride com a bola, remata, mas a bola sai muito torta.
61'Entra G. Magique (Académica)
61'Sai Nuno Piloto (Académica)
60'Capel vai a jogo.
59'Remate muito torto de Obiora na sequência de canto.
59'Canto para a Académica.
57'O Sporting afasta o perigo.
56'Livre a favor da Académica.
56'Fora de jogo a Adrien.
54'Cartão amarelo para N. Obiora. Travou André Martins quando este saía em contra-ataque.
53'Cartão amarelo para Rui Pedro. Protestou sem razão. Queria canto, mas a bola bateu nele antes de sair pela linha de fundo.
52'Adrien atira forte para defesa de Cristiano. Só à segunda é que o guarda-redes consegue segurar.
51'Agora é o Sporting que pede penálti, por derrube a Heldon.
51'Rui Pedro serve Rafael Lopes, mas o avançado não consegue dominar!
49'Mal definido por Marcos Paulo agora, já em redor da área leonina. Fez falta sobre Rosell.
47'Cruzamento da esquerda, a bola atravessa a área do Sporting, mas acaba por sair.
46'Recomeça o Académica - Sporting
46'Entra Oriol Rosell (Sporting)
46'Sai Cédric (Sporting)
46'Cédric sai!
45'Intervalo no Académica - Sporting
Vantagem mínima do Sporting, que esteve por cima na maior parte do tempo e teve ocasiões para aumentar a diferença. No melhor momento da Académica, os estudantes pediram uma grande penalidade por mão de Jefferson.
45'O Sporting afasta e termina o primeiro tempo.
45'Canto para a Académica.
45'Cartão amarelo para William. Atingiu Rui Pedro a meio-campo.
44'Cédric regressa.
44'Prossegue o jogo.
43'Jogo interrompido: Cédric a receber assistência.
42'Cruzamento de Rui Pedro para o segundo poste, mas Olascuaga não consegue ganhar a Jefferson e a bola sai pela linha de fundo.
39'Fora de jogo a Montero após jogada de Heldon. O colombiano ficou aborrecido com a demora do cabo-verdiano.
38'Cruzamento da direita, Sarr corta a área do Sporting.
37'Depois de uns minutos da Académica junto à área leonina, o Sporting reaparece do outro lado do campo.
34'A Académica pede penálti!!! Rui Pedro tenta tocar a bola por cima de Jefferson, a bola e a mão entram em contacto. Depois há ainda um remate que Rui Patrício defende!
32'O Sporting consegue afastar o perigo, no livre.
32'Canto batido, mas agora há um livre a favor da Académica.
31'Canto para a Académica.
29'Patrício agarra o livre, sem problemas.
29'Livre para a Académica.
26'O livre não dá em nada.
25'Outro livre a favor do Sporting, mesmo junto à linha final e entre a área e a bandeirola de canto.
25'Do canto nasce um lançamento lateral para os leões.
24'CRISTIANO! André Martins cobra um livre, a bola vai para a baliza, mas Cristiano desvia e evita o golo! Canto para o Sporting.
23'Heldon foge na esquerda, cruza, mas Obiora corta na área.
21'Muitas dificuldades da Académica para construir. Bem o Sporting.
18'QUASE O 0-2!!! Adrien serve Heldon, este entra na área e remata. Cristiano defende e evita o golo!
15'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Carrillo.
Grande assistência de Jefferson! O cruzamento do brasileiro é ótimo, para o segundo poste, entre o guarda-redes e a defesa. Carrillo passa Ofori em velocidade e cabeceia em cima da pequena área de Cristiano, que nada podia fazer!
13'Jefferson sobe pela esquerda, a bola chega lá, mas o cruzamento atravessa a área da Académica até que Ofori afasta.
9'POR CIMA! Jefferson joga no espaço vazio, André Martins vem detrás, aparece à entrada da área e remata. Muito torto, diga-se.
9'Canto para o Sporting.
7'Carrillo muito em jogo, cruza, mas Cristiano segura.
5'Rui Pedro remata muito mal, depois do canto.
5'Canto para a Académica.
4'Carrillo remata de fora da área, mas a bola sai ao lado.
1'Grande jogada de Carrillo, após passe de William. O cruzamento foi intercetado, porém.
1'Começa o Académica - Sporting
0'O tradicional canelão de Coimbra, esta noite para uma série de jgoadores: Cristiano, Obiora, Ricardo Nascimento, Iago, Olascuaga, Rui Pedro e Ofori, todos eles estreantes com a camisola da Briosa.
0'Equipas em campo, jogo prestes a começar!
0'O saldo, como é evidente, é amplamente favorável aos sportinguistas, com um total de 42 vitórias contra 12 dos estudantes, e ainda 16 empates.
0'Os leões não perdem na cidade dos estudantes há 36 anos. Aconteceu pela última vez a 8 de Maio de 1977, numa derrota por 2-1.
0'Este será mais um regresso de Adrien Silva e Cédric Soares a Coimbra, onde foram felizes há três épocas, e até conseguiram um título: a Taça de Portugal, precisamente contra o Sporting.
0'O árbitro da partida será Artur Soares Dias, do Porto, que será auxiliado por Rui Licínio e Bruno Rodrigues. O quarto árbitro é Rui Oliveira.
0'Suplentes da Académica: Lee, Oualembo, Aníbal Capela, Pedro Nuno, Jimmy, Schumacher e Magique.
0'Esgaio é o jogador preterido por Marco Silva. O treinador tinha chamado 19 jogadores para a partida.
0'Suplentes do Sporting: Marcelo Boeck, Paulo Olveira, Oriol Rosell, João Mário, Carlos Mané, Capel e Tanaka.
0'SPORTING: Rui Patrício; Cédric, Maurício, Naby Sarr e Jefferson; William Carvalho; Adrien Silva e André Martins; Carrillo, Montero e Heldon.
0'ACADÉMICA: Cristiano; Iago Santos, João Real, Ricardo Nascimento e Ofori; Nuno Piloto; Marcos Paulo e Obiora; Olascuaga, Rafael Lopes e Rui Pedro.
0'ONZES DAS EQUIPAS!
0'A pouco mais de uma hora do início do jogo, ainda não há muito público nas bancadas...
0'Clubes que enviaram emissários para este jogo: Sporting, Benfica, Marítimo, V. Setúbal, Arouca, Celta de Vigo, Bordéus, Montpellier, Sassuolo, Manchester United, West Ham, Chelsea, QPR e Everton.
0'CONVOCADOS DO SPORTING: guarda-redes - Rui Patrício e Marcelo Boeck; defesas - Cédric, Maurício, Naby Sarr, Paulo Oliveira e Jefferson; médios - William Carvalho, Oriol Rosell, Adrien, André Martins e João Mário; avançados - Ricardo Esgaio, Carlos Mané, Carrilo, Diego Capel, Heldon, Montero e Tanaka.
0'Assim, Ricardo Esgaio é a grande novidade da convocatória, possivelmente para dar algum apoio à posição de lateral-direito, habitualmente de Cédric.
0'Marco Silva deixou ainda de fora Rabia e Jonathan Silva, sobre os quais disse precisarem de tempo para se adaptarem, e ainda André Geraldes, Slavchev e Shikabala, para além de Ryan Gauld, escocês que faz parte da lista do plantel principal.
0'O treinador do Sporting, Marco Silva, convocou 19 jogadores para esta partida. Marcos Rojo e Slimani eram ausências já anunciadas devido aos processos disciplinares que decorrem em relação a ambos.
0'CONVOCADOS DA ACADÉMICA: guarda-redes - Cristiano, Lee e Fábio Santos; defesas - Oualembo, Iago Santos, João Real, Ricardo Nascimento, Aníbal Capela, Richard Ofori e Lino; médios - Jimmy, Pedro Nuno, Nuno Piloto, Obiora, Marcos Paulo, Lucas Mineiro e Rui Pedro; avançados: Marinho, Olascuaga, Hugo Seco, Rafael Lopes, Schumacher, Ivanildo e Magique.
0'Sobram assim 24 jogadores com possibilidade de fazerem parte da ficha de jogo, entre eles 15 caras novos, e nove que transitam da época passada.
0'Este sábado, dia do jogo, ainda houve um derradeiro treino, que, serviu para tirar a prova dos nove quanto à condição física de Marinho e Lino para o compromisso com os leões.
0'Assim, até Fernando Alexandre e Aderlan, que o próprio treinador garantiu estarem afastados do encontro, foram chamados, embora o Maisfutebol tenha optado por não os incluir na relação... por motivos óbvios.
0'Prémio para o plantel, ou simplesmente moda, a verdade é que também Paulo Sérgio resolveu o «embaraço» de ter de divulgar uma lista de convocados na véspera do jogo com um conveniente: estão todos na lista.
0'A pré-época teve altos e baixos, mas o saldo final é positivo: sete vitórias, e apenas dois empates e outras tantas derrotas.
0'De resto, os leões perderam Dier e Wilson Eduardo, e, no campo dos reforços, há muitas promessas, mas ainda nenhum terá convencido o jovem técnico para se intrometer no onze inicial.
0'Também Slimani, pelos mesmos motivos, não estará presente, mas serão das poucas exceções.
0'Do lado leonino, podemos falar numa base sólida, como lhe chamou Paulo Sérgio, que permite a Marco Silva apresentar em Coimbra a equipa do ano passado, com exceção do parceiro de Maurício, que não poderá ser Rojo devido aos problemas conhecidos.
0'A pré-época foi atípica, com jogadores a chegarem a conta-gotas, lesões, e elementos fora de forna. Ainda assim, três vitórias, outros tantos empates, e duas derrotas marcaram o saldo nos jogos de preparação, com uma diferença de golos de 10-5.
0'Sairam, por exemplo, Ricardo, Marcelo Goiano, Halliche, Djavan, Makelelé, Cleyton e Salvador Agra, todos habituais titulares com Sérgio Conceição, que também deixou Coimbra.
0'Paulo Sérgio tem um caldeirão cheio de ingredientes para cozinhar uma equipa de raiz. São 16 caras novas e apenas 10 que transitam da época passada, por força de uma verdadeira sangria!
0'Boa tarde e seja bem-vindo ao Académica-Sporting, primeiro jogo das duas equipas na Liga 2014/15 e que o Maisfutebol vai acompanhar AO VIVO! FIQUE LIGADO!
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 16 Ago 2014 às 20:30

in maisfutebol 
imagens: lusa

Outros

«Que Adrien se queixe aos pais» - José Eduardo Simões

O presidente da Académica reagiu às críticas do médio do Sporting após o jogo, e Coimbra, que terminou com um empate a um golo.

«Julgo que tem pai e mãe. Que fale com eles e critique quem tiver de criticar dentro de casa», disse o líder dos estudantes, sublinhando que a vitória podia ter acabado por sorrir à formação de Coimbra:

«Poderia ter pendido a nosso favor, devido à segunda parte excelente. O Sporting entrou melhor. A Académica estava um pouco nervosa, mas a partir do momento em que posicionámos a equipa, o jogo foi nosso.»

in abola