31 de agosto de 2015

Académica suspeita que Gil Vicente paga parte dos salários "por fora"

2015/16 - 03J - Académica 1 - Sporting 3

Ponto de situação

Briosa já vai em doze jogos seguidos sem ganhar

A Académica somou ontem o 12.º jogo seguido na Liga portuguesa sem ganhar. A última vitória sob o comando de José Viterbo aconteceu a 15 de março deste ano (2-1, diante do Nacional).

De então para cá, registou apenas dois empates, mas ainda na época passada. São 10 derrotas (três já nesta Liga) num registo preocupante.

______________________________

Vitória 38 do Sporting diante da Académica em 64 jogos da Liga disputados em Coimbra. Os leões marcaram sempre nas últimas sete visitas.

Jefferson regressou ontem ao onze, depois de ter falhado o jogo com o CSKA e só cometeu uma falta (86’), tendo visto... cartão amarelo.

Cinco jogadores do Sporting eram ‘sobreviventes’ da equipa que jogou em Coimbra na época passada: Rui Patrício, Jefferson, Adrien, Carrillo e Paulo Oliveira (que foi suplente utilizado). Montero, titular na época passada, ficou ontem no banco.

Rabiola marcou o primeiro golo da Académica na Liga e o seu primeiro no clube. Os estudantes haviam ficado em branco nos dois jogos anteriores (0-1 em Paços de Ferreira e 0-4 em casa com o V.Setúbal).

Três derrotas seguidas no arranque da Liga não acontecia à Académica desde a época de regresso ao escalão maior, em 2002/03: acabou na 15.ª posição da geral.

Aquilani marcou o primeiro golo pelo Sporting. O médio não é um goleador mas fez 15 na Fiorentina, 13 na Roma, 2 no Liverpool e um na Juventus e no Milan. Regularidade é o seu trunfo neste capítulo.

2015/16 - 03J - Académica 1 - Sporting 3


A Académica perdeu este domingo com o Sporting por 3-1 numa partida que contou para a terceira jornada da Liga NOS. Carlos Mané, Slimani e Aquilani marcaram os golos dos leões enquanto Rabiola apontou o golo da Briosa.

José Viterbo estreou Rabiola no onze titular e o "canelão" surtiu efeito para o avançado dos "estudantes" que colocou em sentido, por várias vezes, a defesa leonina. O jogo começou praticamente com o golo do Sporting que, por intermédio de Carlos Mané, adiantou-se no marcador sem nada ter feito para que tal acontecesse.

A turma orientada por Jorge Jesus carregou no acelerador e fez, pouco depois, o 2-0, desta feita por Slimani. A perder por dois golos de diferença, a Briosa arregaçou mangas e reduziu por intermédio de Rabiola, através da marca de grande penalidade.

O intervalo chegou com 1-2 no marcador e a etapa complementar trouxe uma Académica em busca da igualdade, embora não conseguindo criar muitos lances de perigo na baliza de Rui Patrício. O golo do empate não surgiu e disso se aproveitou o Sporting para sentenciar o jogo com um golo de Aquilani, também de grande penalidade.

Na próxima jornada, a Briosa desloca-se ao reduto do Nacional. 

nº espectadores:  12 903
árbitro:  Bruno Esteves 


Crónica

O Sporting regressou às vitórias em Coimbra, no reduto da aflita Académica, com uma exibição autoritária e um resultado que permite ao leão recuperar a pose e partilhar a liderança da Liga com FC Porto e Arouca, embora os dragões tenham menos golos sofridos. 

Carlos Mané, Slimani e Aquilani marcaram os golos da equipa de Jorge Jesus (1-3) num jogo em que ficou evidente a falta de argumentos desta Académica, uma de duas equipas ainda sem pontos no campeonato. Sete golos sofridos em duas partidas caseiras e apenas um marcado, numa grande penalidade mal assinalada e convertida por Rabiola. 

O árbitro Bruno Esteves envolveu-se aliás numa rábula de castigos máximos com saldo positivo, à justa. Adrien não parece fazer falta sobre Leandro Silva, Slimani foi carregado por João Real em cima do intervalo e Fernando Alexandre cometeu duas grandes penalidades bem assinaladas na segunda metade. Pelo meio, Jorge Jesus foi expulso. 

Mané e Slimani no onze para definir o caminho 

O treinador do Sporting fez as alterações esperadas neste regresso ao panorama nacional, após o amargo dissabor europeu. Ricardo Esgaio substituiu o castigado João Pereira, Jefferson recuperou o lugar à esquerda, Slimani devolveu Aquilani ao banco e Carlos Mané teve uma oportunidade face ao desgaste acumulado de Bryan Ruiz. 

Seria Carlos Mané, precisamente, a evidenciar as fragilidades desta Académica. Privado de Aderlan, José Viterbo apostou em Nii Plange mas o ala desiludiu e não conseguiu impedir o golo do extremo ao quinto minuto de jogo. 

Grande passe de Adrien para as costas dos defesas-centrais, Nii Plange permitiu a Mané surgir em posição regular e a aposta de Jesus fez o resto, batendo Lee com um remate cruzado. 

O Sporting chegou à vantagem no primeiro remate da partida mas viria a justificar esse facto com naturalidade, face a um adversário perturbado pela goleada sofrida em casa na jornada anterior, frente ao V. Setúbal (0-4), e pouco adaptado à estratégia delineada por José Viterbo. 

Leandro Silva e Selim Bouadla, mais habilitados para jogar pelo centro, surgiam a pender para os flancos, com Ivanildo a ter o papel de criativo ao lado de Rabiola. Esquema infeliz e sem resultados positivos. 

Não admira portanto que a Académica tenta chegado à meia-hora de jogo sem registo de ensaios à baliza de Rui Patrício. 

O Sporting, por outro lado, jogava sem marcas visíveis do efeito Champions e dominava por completo o ritmo do encontro. Ao minuto 24, aliás, marcou o segundo com um toque de classe de Slimani. Carrillo explorou um buraco à direita e serviu o argelino, sem que João Real tivesse anulado o lance. À saída de Lee, belo chapéu de Slimani com o pé esquerdo. 


Bruno Esteves a irritar leões 

Tudo parecia resolvido em Coimbra mas a história estava longe do seu fim. A caminho do intervalo, a equipa de arbitragem liderada por Bruno Esteves descortinou uma grande penalidade num lance em que Adrien só parece tocar na bola. Leandro Silva caiu, Rabiola aproveitou e bateu Rui Patrício na primeira tentativa. 

A Académica regressava ao jogo sem fazer por isso e o caldo entornaria pouco depois, quando o Sporting ficou a reclamar novo penálti, desta vez a seu favor. Lance duvidoso, em que João Real toca primeiro na bola, esta desvia em Slimani mas continua em jogo quando o central – que entrara de carrinho – acerta em cheio no argelino. O árbitro não terá interpretado dessa forma, mas havia motivo para a marcação do castigo máximo. 

Ora o Sporting, agastado com uma sucessão de episódios, reagiu da pior forma e perdeu a concentração. Não perdeu apenas isso. Jorge Jesus foi expulso por protestos e viu a segunda parte da bancada, com Bruno de Carvalho acompanhá-lo por iniciativa própria no trajeto. Nas redes sociais, ao intervalo, o Sporting reforçava a sua luta por novas tecnologias para auxiliar os árbitros. 

Briosa acreditou mas pouco 

A segunda parte começou com um fora-de-jogo mal tirado a Bouadla, quando o reforço da Académica se isolava, e uma nova postura dos estudantes, agora encaixados de forma harmoniosa em 4x3x3 e dispostos a aproveitar um período de hesitação leonino. 

O efeito não se prolongou, porém, e o Sporting voltou a crescer com uma hora de jogo, montando o cerco à baliza de Lee. 

Na tal rábula das grandes penalidades, haveria espaço para duas a favorecer a formação lisboeta e ambas bem assinaladas. Adrien atirou ao poste na primeira mas Aquilani, vindo do banco, aproveitou nova falha de Fernando Alexandre (viu o segundo amarelo e foi expulso) para fixar o resultado final. Foi Jorge Jesus a decidir que seria o italiano a bater o novo castigo máximo e não Adrien Silva. 

Resultado com inteira justiça num jogo demasiadamente marcado pela arbitragem de Bruno Esteves. Protagonismo indesejado e evitável.

Destaques

FIGURA: SLIMANI 
Autor de um chapéu tecnicamente notável, foi um dos jogadores mais ativos dos leões durante o primeiro tempo. De regresso ao onze de Jesus, mexeu-se bastante, oferecendo-se ao jogo e dando boas opções de passe aos seus companheiros. O golo, após boa assistência de Carrillo, não foi mais do que uma consequência natural da qualidade do seu jogo. Além disso, ganhou a grande penalidade do 1-3, numa jogada de grande mérito, na qual forçou a passagem sobre Fernando Alexandre, obrigando à falta e consequente expulsão do academista. 



MOMENTO: RABIOLA AGITA O JOGO 
Num momento em que o Sporting liderava confortavelmente e a Briosa parecia incapaz de criar perigo, surgiu um lance que mudou a cara do jogo: Leandro Silva e Adrien discutiram uma bola na área, com o jogador do Sporting a chegar à bola mas com o árbitro a entender que existiu contacto posterior entre ambos. A grande penalidade acabou por ser assinalada e convertida por Rabiola e o jogo conheceu uma transformação, com os leões a perderem todo o ascendente que haviam tido, de forma clara, até então. O efeito durou pouco, ainda assim. 

OUTROS DESTAQUES 

João Mário: 
Foi o maestro do jogo do Sporting. Como sempre, apareceu de cabeça levantada, transportando a bola e encontrando as melhores linhas de passe. Junto a Adrien, apoderou-se do jogo a meio-campo e dominou perante uma Académica passiva e sobretudo defensiva. No segundo tempo, teve a primeira ocasião do Sporting, num remate de meia distância que não passou longe do poste direito (60 min.) e foi continuando a aparecer com esclarecimento, caindo muitas vezes na meia-direita. 

Carlos Mané: 
Arrancou em grande estilo, rompendo a frágil estrutura defensiva da Briosa e apontando o primeiro da formação de Alvalade, após trabalho de Adrien. Rápido, foi esticando o jogo entre as zonas interiores e o corredor lateral. Com o passar do tempo, perdeu algum fogo mas na segunda parte voltou a aparecer, ganhando uma grande penalidade, desperdiçada por Adrien Silva. Regresso à titularidade em bom nível. 

Carrillo: 
A nuance tática introduzida por Jorge Jesus na nova temporada parece ter feito bem ao futebol do peruano, potenciando as suas melhores qualidades. Aparecendo mais por dentro, em ziguezagues e triangulações, foi desequilibrando, mexendo muito com o jogo ofensivo do Sporting. Assistiu Slimani para o 0-2 e acabou substituído no segundo período, numa altura em que já se notava o desgaste físico. 

Ricardo Esgaio: 
No regresso a uma casa que bem conhece (representou a Académica na segunda metade da última época), o substituto do habitual titular João Pereira provou competência, tanto a defender como a atacar. Aplicado e rápido na disputa dos lances, deu profundidade e capacidade de passe/cruzamento no meio-campo contrário. Jogo muito interessante, claramente a pedir a titularidade mais vezes. 

Leandro Silva: 
Dinâmico, foi um dos elementos da Académica que mais fez por mexer com o rumo do desafio. Encontrando linhas de passe, desarmando adversários e correndo quilómetros, mostrou sempre uma disponibilidade física superior à de boa parte dos companheiros. Está a começar o trajeto no principal escalão mas as primeiras indicações são francamente positivas.

Opiniões 

José Viterbo, treinador da Académica, em declarações à Sport TV, analisa a derrota caseira com o Sporting (1-3): 

«Acabámos por sofrer um golo logo aos dois minutos, que deitou por terra as expectativas que tínhamos, mas mesmo a perder 2-0 a equipa reagiu muito bem. A resposta foi muito diferente de 2ª feira. O jogo ficou em aberto até ao penálti do 3-1 e a expulsão. Defrontámos um fortíssimo candidato ao título. A espaços a Académica fez um bom jogo. Não tremeu com o 2-0, e registo isso. Disse aos jogadores ao intervalo que era possível chegar ao empate. E não criámos nenhuma situação de perigo, mas estivemos perto, tivemos alguns remates de meia distância. Temos de continuar a trabalhar. Estamos mais próximos do que se pretende, mas temos muito trabalho pela frente.» 
  
[sobre a paragem da Liga] «Temos dois jogadores lesionados, o Nuno Piloto e o Aderlan. Com esta paragem talvez possamos recuperar estes jogadores, mas perdemos o Fernando para o próximo jogo. Vamos ter alguns elementos nas seleçoes, mas esta paragem pode ser benéfica, sobretudo para recuperar as lesões.» 
  
«Uma palavra para os meus jogadores e para os adeptos, que nos apoiaram. Esta simbiose é importante. Uma palavra para o árbitro. Há um ou outro lance suscetível de erro, mas faz parte da vida. Esse não é o meu caminho. O meu caminho é realçar o que fizemos e criar condições para estarmos mais fortes no próximo jogo.» 
  
[sobre a situação classificativa] «Vamos na terceira jornada. O ano passado tínhamos dois pontos, e este ano não temos nenhum, mas temos de depositar sérias esperanças no futuro, tendo em conta a resposta que demos em muitos momentos do jogo.»


José Viterbo, treinador da Académica, comentou desta forma a derrota da equipa de Coimbra na receção ao Sporting (1-3): 

«O golo do Sporting, muito cedo, deitou por terra a nossa estratégia. Tentámos jogar em igualdade numérica no meio-campo, em 4x4x2, estávamos avisados para os movimentos interiores dos extremos e o Mané acaba por marcar num movimento típico. Depois surge o segundo, num ressalto, num lance que podíamos ter resolvido. Mas a Académica deu uma bela resposta depois do 0-2, estivemos no jogo até aos 83 minutos. Com o terceiro golo e a expulsão, acabou praticamente o jogo. Ainda tivemos alma, mas o Sporting acaba por vencer com justiça. A Académica, mantendo esta postura, vai começar a somar pontos o mais cedo possível.

Uma equipa quando perde não pode estar animicamente bem. O problema não é perder com o Sporting, mas sim por termos perdido com o V. Setúbal. Mas temos 15 dias de paragem, vamos tentar recuperar alguns jogadores e pensar nos três pontos na Madeira, frente ao Nacional.

Jogámos com quatro médios para tentar anular os movimentos de Slimani e Téo quando recuam no terreno. Depois mudei para o 4x3x3, que é um sistema mais cómodo e fácil para a equipa, mas não podemos esquecer que a Académica conquistou muitos pontos na época passada em 4x4x2.

No 0-1, há um erro de avaliação de um jogador nosso, não saiu para o fora-de-jogo e depois não chegou a tempo para anular o erro. Não teve a ver com a estratégia.

A equipa disse presente, estou de consciência tranquila, os jogadores também mas claro que queremos mais. Reforços? Neste momento, o plantel tem 30 jogadores e não se equacionam entradas nem saídas.»

Raúl José, treinador adjunto do Sporting, em declarações à Sport TV após a vitória sobre a Académica, em Coimbra (1-3): 

«Entrámos determinados, a resolver rapidamente o jogo. Só retardámos um pouco isso porque o árbitro colocou a Académica no jogo, ou então teríamos saído com outro resultado.» 

[foi um jogo quente, com três penáltis...] «Foi um jogo intenso, normal. O Sporting foi melhor. O resultado podia ter sido mais dilatado se o árbitro...penso que até foi o auxiliar que deu um penálti que não existe, e colocou-os no jogo, numa altura em que o Sporting estava por cima.» 

[como vai ser vivido o último dia de mercado] «Isso não é importante para nós. Ganhámos, estamos em primeiro, e vamos encarar a semana com tranquilidade.»

Leandro Silva, jogador da Académica, em declarações à Sport TV, analisa a derrota caseira com o Sporting (1-3): 

«Entrámos praticamente a perder. Não era isso que queríamos. É sempre difícil jogar contra o Sporting, e tudo se complicou aí, mas depois tivemos garra, união e atitude. Reduzimos a diferença, mas com o penálti já não havia volta a dar.» 
  
[sobre a situação classificativa] «Qualidade temos. E pela entrega ninguém nos pode apontar nada. Os resultados nao têm aparecido, mas com esta atitute as equipas dificilmente nos baterão.» 
  
«É sempre complicado entrar a perder, com três derrotas, mas temos um grupo forte e vamos dar a volta por cima.»

Ricardo Esgaio, jogador do Sporting, em declarações à Sport TV, analisa a vitória no reduto da Académica (1-3): 
  
«Tivemos dois resultados negativos, mas este resultado vai ajudar-nos e estamos onde queremos, que é lá em cima.» 
  
[sobre a luta pela titularidade com João Pereira] «Estamos aqui todos a trabalhar para o mesmo. O objetivo é a equipa, trabalharmos para a resposta ser a melhor.» 
  
[sobre as queixas da arbitragem] «É evidente o que o Sporting tem vindo a passar, mas é continuar a trabalhar para conseguirmos o nosso objetivo.» 
  
[o Sporting tem capacidade para manter-se no cimo da tabela, como está agora] «Vamos trabalhar todas as semanas para ganhar ao fim de semana. É para isso que estamos cá.»


Ao minuto 

90'Vitória do Sporting por 3-1, num jogo que teve três grandes penalidades, uma delas falhada. Os leões falharam um penálti e antes reclamaram outro, num lance que originou a expulsão de Jorge Jesus, mesmo à beira do intervalo. O Sporting passa a somar sete pontos e iguala FC Porto e Arouca na frente. A Académica continua sem pontuar.
90'FIM DO Académica, (1) - Sporting, (3)
90'Três minutos de compensação...
88'Entra J. Silva (Sporting)
88'Sai Jefferson (Sporting)
83'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO (penálti) de A. Aquilani.
Desta vez foi o italiano a surgir na marca de onze metros, e marcou mesmo. Remate para o lado esquerdo e Lee para o lado contrário.
82'Segundo cartão amarelo para Fernando Alexandre.
82'Fernando Alexandre puxa Slimani na área. Nova grande penalidade para o Sporting.
80'Cruzamento de Aquilani para as mãos de Lee
78'Entra Rafael Lopes (Académica)
78'Sai Selim Bouadla (Académica)
77'Números oficiais: 12.903 espectadores
75'Jorge Jesus começou a ver a segunda parte na primeira fila da bancada, junto ao túnel, mas agora está na bancada de imprensa, com uma visão superior do jogo.
73'Remate ao lado de Emídio Rafael. A bola não parece tocar em ninguém mas Bruno Esteves dá canto, do qual nada resulta.
71'Entra A. Aquilani (Sporting)
71'Sai Carrillo (Sporting)
69'O capitão do Sporting atira ao poste direito, na conversão. Lee estava batido, já que mergulhou para o lado contrário.
68'Cartão amarelo para Fernando Alexandre.
68'Bruno Esteves assinala corte com o braço de Fernando Alexandre, após remate de Mané
65'Entra Gonçalo Paciência (Académica)
65'Sai Rabiola (Académica)
65'Entra B. Ruiz (Sporting)
64'Sai T. Gutiérrez (Sporting)
62'Esgaio serve Téo, mais pela direita e o colombiano dispara para defesa de Lee! Cresce o Sporting.
61'João Mário trabalha bem e atira de pé esquerdo, ligeiramente ao lado!
60'Entra Hugo Seco (Académica)
60'Sai N. Obiora (Académica)
59'Jorge Jesus está agora na bancada junto aos jornalistas, ao lado dos elementos da equipa técnica que não se sentam no banco.
56'Slimani apanhado por duas vezes consecutivas em fora-de-jogo.
54'Cartão amarelo para Ricardo Nascimento.
53'José Viterbo mudou o esquema da Académica, com Ivanildo na direita, Bouadla à esquerda e Leandro agora no centro do terreno.
50'Nii Plange foge pela direita, Mané fecha e a Académica conquista o primeiro canto.
50'Jefferson fica agastado com dois toques seguidos de Obiora e chama o adversário à atenção.
49'O médio cedido pelo FC Porto tem sido um dos melhores da Académica até ao momento.
49'Leandro Silva bate um livre contra a barreira, tenta a recarga de primeira mas Patrício agarra com segurança.
48'Terá sido apenas uma decisão do presidente, em solidariedade com o treinador.
47'Jorge Jesus fica a assistir ao encontro na bancada, junto ao túnel. E Bruno de Carvalho acompanha-o, embora não haja indicação de que tenha sido expulso.
47'Fora-de-jogo mal tirado a Bouadla, que se isolava!
46'Recomeça o Académica - Sporting
45'Domínio do Sporting na primeira parte, apenas contrariado por uma decisão que nos parece errada de Bruno Esteves, marcando grande penalidade e permitindo à Académica reduzir para 1-2.
45'Grande pressão dos leões junto do árbitro, à saída do intervalo, José Viterbo coloca-se pelo meio e acaba por discutir com elementos do Sporting!
45'Intervalo no Académica - Sporting
45'Bruno Esteves expulsa Jorge Jesus!
45'Muitos protestos do lado leonino.
45'Slimani reclama grande penalidade. João Real toca primeiro na bola, acabando depois por derrubar o avançado argelino. O árbitro nada marca.
43'Jogo mais lento nesta altura.
41'LEE! Grande passe de Adrien, Téo parte em jogo e domina na área da Académica mas remata para defesa do guardião contrário!
37'A Académica marcou no único remate à baliza, até ao momento.
36'Carrillo cruza, Fernando Alexandre afasta, Esgaio dispara para defesa de Lee e Téo ainda tenta a recarga, ao lado.
36'Grande penalidade muito, muito duvidosa. Adrien Silva parece tocar apenas na bola.
34'O avançado bate forte e a meia altura, superando a oposição de Rui Patrício.
34'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO (penálti) de Rabiola.
34'Cartão amarelo para Adrien Silva.
33'A equipa de arbitragem assinala grande penalidade de Adrien por pretensa falta sobre Leandro Silva.
33'
31'Meia-hora e a Académica ainda não rematou à baliza de Rui Patrício.
30'Naldo levanta para a área, Téo tenta o remate de primeira mas sai fraco para defesa de Lee.
29'O esquerdino puxa o lateral, que lhe fugia.
29'Cartão amarelo para Ivanildo.
27'Espaço no lado esquerdo da defesa da Académica, Carrillo foge e toca para o centro, João Real dá um toque mas não basta, Slimani espera a saída de Lee e faz um belo chapéu com o pé esquerdo.
26'Chega o segundo do Sporting com naturalidade.
24'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Slimani.
24'Exibição autoritária dos leões, sem hipóteses para um adversário desmoralizado.
22'O jogador que passou pelo Sporting foi assistido fora das quatro linhas mas já está de volta.
20'Nii Plange fica queixoso após entrada perigosa sobre Jefferson.
19'Continua a dominar o Sporting. Académica sem soluções.
17'Agora é Jefferson! Grande remate, ao lado!
16'Muito bem Esgaio, Carrillo foge na direita, serve João Mário mas Lee evita o 0-2!
14'José Viterbo não foi feliz no desenho tático. Meio-campo sem organização e harmonia.
12'Ivanildo tenta explorar a sua velocidade, fugindo a Adrien, mas o médio acaba por recuperar e anular o lance.
11'Slimani surge na área, pela direita, consegue tirar o cruzamento mas Lee agarra.
10'O Sporting marcou no primeiro remate da partida.
10'José Viterbo tenta motivar os seus jogadores, perante a possibilidade de novo desaire caseiro.
8'Aposta ganha de Jorge Jesus em Carlos Mané. Nii Plange fica mal na fotografia.
6'Grande passe de Adrien, Carlos Mané surge ao centro, nas costas dos centrais da Académica, e Nii Plange não consegue impedir o remate cruzado do extremo!
5'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Carlos Mané.
2'Ivanildo conquista o primeiro canto da partida.
1'Começa o Académica - Sporting
0'Académica e Sporting em campo para o início do encontro!
0'As equipas regressam aos balneários, findo o aquecimento.
0'Após a vitória do Tondela frente ao Nacional, Moreirense e Académica são as únicas duas equipas sem pontos da Liga.
0'Nesta altura, FC Porto e Arouca lideram com 7 pontos, mas o Sporting pode alcançar a dupla em caso de vitória.
0'Vai ficando mais fresco em Coimbra, o que poderá agradar aos jogadores.
0'André Martins estava convocado mas é o 19º elemento e verá o jogo na bancada
0'As duas equipas aquecem no tapete verde do Estádio Cidade de Coimbra.
0'Suplentes do Sporting: Marcelo Boeck, Jonathan Silva, Aquilani, Fredy Montero, Bryan Ruiz, Tobias Figueiredo e Gelson Martins.
0'Suplentes da Académica: João Gomes, Gonçalo Paciência, Rui Pedro, Oualembo, William Gustavo, Rafael Lopes e Hugo Seco.
0'Os guarda-redes já aquecem no relvado.
0'Histórico: superioridade natural do Sporting, menos evidente nos jogos realizados em Coimbra, e um registo que entusiasma os adeptos da Académica antes da receção aos leões: nos últimos dez jogos, no espaço de uma década, cinco empates entre cinco derrotas. Foi esse o desfecho, aliás, na época passada (1-1), com golos de André Carrillo e Rafael Lopes. No total histórico, 63 confrontos na cidade dos estudantes para 37 vitórias do Sporting, 17 empates e 9 triunfos da Académica.
0'José Viterbo (Académica): «Sinto que os jogadores querem dar uma resposta cabal, eficaz, e, sobretudo, mais competente da que deram na segunda-feira. O grupo está com uma vontade enorme, [de tal maneira] que se se o jogo pudesse ser amanhã ou já hoje teria sido. O Sporting não vai aparecer afetado pelo resultado de Moscovo.»
0'Jorge Jesus (Sporting): «O estado de espírito quando se perde não é igual a quando se ganha, mas as equipas motivam-se pela qualidade dos jogadores e pela qualidade do trabalho que se faz durante o processo. É aí que se motiva os jogadores e que se encontram as ideias para o próximo jogo.»
0'Sporting: dois resultados modestos e um sentimento de revolta na plataforma europeia. O Sporting volta a Portugal com mágoa, remetido para a Liga Europa e determinado a fazer com que os jogadores acordem desse pesadelo. Foi uma noite dura, pesada, mas a ressaca tem de ser curta. Jesus procurará evitar o desgaste físico e emocional.
0'Académica: duas derrotas em igual número de jogos e o sentimento de vergonha pelos números do desaire anterior (0-4), em casa, frente ao Vitória de Setúbal. Os adeptos não esconderam o seu desalento, embora José Viterbo tenha enorme crédito em Coimbra, e a equipa quer dar uma resposta à altura.
0'Por seu turno, Jorge Jesus troca três jogadores em relação à derrota de Moscovo: saem João Pereira, Jonathan Silva e Bryan Ruiz, entram Ricardo Esgaio, Jefferson e Carlos Mané.
0'José Viterbo faz quatro alterações no onze: saem Pedro Trigueira, Aderlan, Rui Pedro e Gonçalo Paciência, entram Lee, Ricardo Nascimento, Nii Plange e Rabiola.
0'Sporting: Rui Patrício; Ricardo Esgaio, Paulo Oliveira, Naldo e Jefferson; Carillo, Adrien, João Mário e Carlos Mané; Téo Gutierrez e Slimani.
0'Académica: Lee; Nii Plange, João Real, Ricardo Nascimento e Emídio Rafael; Fernando Alexandre, Obiora; Ivanildo, Leandro Silva e Bouadla; Rabiola.
0'JÁ HÁ ONZES
0'Convocados da Académica: Guarda-redes: Lee e João Gomes; Defesas: Oualembo, Emídio Rafael, João Real, Ricardo Nascimento e Gustavo; Médios: Obiora, Selim Bouadla, Leandro Silva, Rui Pedro e Fernando Alexandre; Avançados: Rabiola, Ivanildo, Gonçalo Paciência, Rafael Lopes, Nii Plange e Hugo Seco.
0'Na Académica, Ricardo Nascimento está de regresso aos convocados, depois de cumprir castigo. O guarda-redes Pedro Trigueira, que se lesionou na última partida, é baixa nas opções de José Viterbo, tal como o defesa Aderlan e o médio Nuno Piloto.
0'Convocados do Sporting: Guarda-redes: Rui Patrício e Marcelo Boeck; Defesas: Jonathan Silva, Ricardo Esgaio, Paulo Oliveira, Naldo, Tobias Figueiredo e Jeferson; Médios: Adrien, João Mário, Aquilani e André Martins; Avançados: Carrillo, Gelson Martins, Bryan Ruiz, Carlos Mané, Teo Gutiérrez, Montero e Slimani.
0'Os leões divulgaram neste domingo a sua lista de convocados, onde se destaca o regresso de Jefferson e as saídas de Tanaka, Bruno Paulista e Azbe Jug.
0'Forte apoio dos adeptos para o Sporting no momento da chegada dos autocarros.
0'Relvado em condições razoáveis. Está nesta altura a ser regado.
0'Tarde de calor em Coimbra e grande agitação em redor do estádio.
0'Boa tarde. A Académica recebe o Sporting a partir das 19h15, na 3ª jornada da Liga 2015/16. Siga tudo EM DIRETO no Maisfutebol.
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 30 Ago 2015 às 19:15

in maisfutebol 

Outros 

José Eduardo Simões pede investigação a contratos de jogadores

José Eduardo Simões anuncia recandidatura

O presidente da Académica, José Eduardo Simões, apelou este domingo ao Ministério Público e à Polícia Judiciária para que investiguem contratos de jogadores de clubes que "pagam por fora" e incluiu neste grupo o Gil Vicente, da II Liga.
No final do jogo Académica-Sporting, que os 'leões' venceram por 3-1, o dirigente da 'briosa' surgiu na sala de imprensa para dizer que o clube não deve nada ao fisco e está a cumprir "escrupulosamente" os acordos de pagamento.
"Faço um apelo ao Ministério Público, Polícia Judiciária, Autoridade Tributária e Segurança Social para que investiguem contratos de jogadores que são parcialmente pagos, por fora, em dinheiro", disse José Eduardo Simões, solicitando uma atuação "sem demora".
O presidente da "briosa" mostrou-se indignado com as críticas recorrentes do presidente do Gil Vicente, António Fiúza, de que a Académica deve à Autoridade Tributária e à Segurança Social, e disse existirem suspeitas de que o clube minhoto está no grupo daqueles que, "aparentemente", têm baixos orçamentos, mas pagam aos jogadores "por fora".
"Nós temos tudo registado com o deve ser. Por isso é que as contas ao Fisco e à Segurança Social são tão elevadas, muito mais elevadas do que em alguns clubes, com os quais, curiosamente, não conseguimos competir para arranjar jogadores", sublinhou o dirigente, considerando que é preciso dar um "abanão no futebol" português.
O Gil Vicente informou durante a semana ter enviado ao primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, e à ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, um dossiê sobre as irregularidades fiscais de alguns clubes de futebol no processo de candidatura às provas oficiais.
O clube de Barcelos, despromovido à II Liga, não se conforma com o facto de a Segurança Social ter emitido uma certidão a confirmar a situação contributiva regularizada de alguns clubes, nomeadamente Académica e Vitória de Setúbal, o que lhes permitiu inscrever e utilizar jogadores com contrato, participando na edição 2015/16 da I Liga.
De resto, chegou mesmo a enviar uma carta ao diretor da Segurança Social a denunciar a situação contributiva de Vitória de Setúbal e Académica, que, por não preencherem integralmente os pressupostos exigidos, nomeadamente falta de certidões da Autoridade Tributária e Aduaneira e do Instituto de Segurança Social, ficaram impedidas de registar contratos de trabalho ou de utilizar os jogadores com contratos registados até que a situação fosse normalizada.
No caso da Académica, o Gil Vicente alega um passivo tributário na ordem dos 500 mil euros, mais dívidas à Segurança Social.

in dn 

Viterbo chama 18 para o Sporting

Já são conhecidos os jogadores convocados por José Viterbo para o encontro deste domingo (19.15 horas), frente ao Sporting, no Estádio Cidade de Coimbra.

Na lista não figura Aderlan. O habitual dono do lado direito da defesa não recuperou de um traumatismo na face anterior da coxa direita e, por essa razão, ficou de fora.

Também Makonda (recupera de cirurgia ao ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo), Marinho (recupera de cirurgia ao ligamento cruzado anterior do joelho direito), Pedro Trigueira (contusão cerebral) e Nuno Piloto (lesão muscular na face posterior da coxa direita) também não podem ser utilizados.

Lista dos 18 convocados:
Guarda-redes: João Gomes e Lee.
Defesas: Emídio Rafael, Ricardo Nascimento, João Real, Oualembo e William Gustavo.
Médios: Obiora, Selim Bouadla, Leandro Silva, Nii Plange e Fernando Alexandre.
Avançados: Rabiola, Ivanildo, Gonçalo Paciência, Rui Pedro, Rafael Lopes e Hugo Seco.

in abola

Académica-Sporting (antevisão): receita para curar a ressaca

Estudantes foram goleados em casa, leões não chegaram à Champions

O MOMENTO:

ACADÉMICA: Duas derrotas em igual número de jogos e o sentimento de vergonha pelos números do desaire anterior (0-4), em casa, frente ao Vitória de Setúbal. Os adeptos não esconderam o seu desalento, embora José Viterbo tenha enorme crédito em Coimbra, e a equipa quer dar uma resposta à altura. Frente a um grande, é possível encarar o cenário de derrota mas a Académica sente necessidade, sobretudo, de uma exibição que faça esquecer o jogo anterior, igualmente em Coimbra. Será essa a receita mínima para curar a dura ressaca.

SPORTING: A temporada começou da melhor forma. Conquista da Supertaça, vitória no arranque da Liga e na receção ao CSKA. Porém, os leões consentiram um empate caseiro na segunda jornada da Liga e falharam o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões com uma derrota polémica em Moscovo. Dois resultados modestos e um sentimento de revolta na plataforma europeia. O Sporting volta a Portugal com mágoa, remetido para a Liga Europa e determinado a fazer com que os jogadores acordem desse pesadelo. Foi uma noite dura, pesada, mas a ressaca tem de ser curta. Jesus procurará evitar o desgaste físico e emocional.

AS AUSÊNCIAS

ACADÉMICA: Pedro Trigueira, Marinho, Makonda, Nuno Piloto e Aderlan lesionados.

SPORTING: João Pereira castigado, William Carvalho e Ewerton lesionados.

A PALAVRA DOS TREINADORES

José Viterbo (Académica): «Sinto que os jogadores querem dar uma resposta cabal, eficaz, e, sobretudo, mais competente da que deram na segunda-feira. O grupo está com uma vontade enorme, [de tal maneira] que se se o jogo pudesse ser amanhã ou já hoje teria sido. O Sporting não vai aparecer afetado pelo resultado de Moscovo.»

Jorge Jesus (Sporting): «O estado de espírito quando se perde não é igual a quando se ganha, mas as equipas motivam-se pela qualidade dos jogadores e pela qualidade do trabalho que se faz durante o processo. É aí que se motiva os jogadores e que se encontram as ideias para o próximo jogo. Sabemos o valor da equipa e agarrámo-nos à qualidade do trabalho que fazemos. Não há jogos ideais, os jogos são consequência do trabalho que fazes durante a semana. A resposta que o Sporting tem vindo a dar é que nesta época tem somado vitórias em todos os jogos, à exceção de dois.»

OUTROS CONFRONTOS

Superioridade natural do Sporting, menos evidente nos jogos realizados em Coimbra, e um registo que entusiasma os adeptos da Académica antes da receção aos leões: nos últimos dez jogos, no espaço de uma década, cinco empates entre cinco derrotas. Foi esse o desfecho, aliás, na época passada (1-1), com golos de André Carrillo e Rafael Lopes. No total histórico, 63 confrontos na cidade dos estudantes para 37 vitórias do Sporting, 17 empates e 9 triunfos da Académica.

EQUIPAS PROVÁVEIS

ACADÉMICA:




Outros convocados: João Gomes, William Gustavo, Leandro Silva, Ivanildo, Hugo Seco, Rafael Lopes e Rabiola.

SPORTING:



Outros convocados: lista de convocados não divulgada.

27 de agosto de 2015

«O jogo com o Sporting vem numa boa altura» - Rabiola

A entrada em falso da Briosa na época 2015/2016, com duas derrotas consecutivas, pode ser corrigida já no jogo frente… ao Sporting. Esta é, pelo menos, a convicção de Rabiola, o jogador escolhido para falar aos jornalistas na manhã desta quinta-feira.

Rabiola

O ponta de lança dos estudantes está consciente da tremenda qualidade do conjunto leonino mas, ainda assim, sublinha a vontade do grupo academista em reverter a situação:

- A equipa está bem apesar de termos tido resultados que não estavam na nossa imaginação. Temos trabalhado bem para recuperar e queremos dar a volta à situação e deixar uma imagem positiva já neste jogo, demonstrando que a Académica tem qualidade. Empate? Jogamos sempre para ganhar. Sabemos que o Sporting é uma grande equipa e apesar de vir de um resultado menos conseguido não vem fragilizado. O jogo com o Sporting vem numa boa altura, jogar contra os grandes é sempre motivador. Estamos a precisar de um jogo destes para dar uma boa resposta. Olhamos para o Sporting como um todo, são fortes no coletivo. Queremos dar um grito de revolta pela nossa situação. O Sporting poderá vir com algum cansaço mas com a qualidade que tem penso que não virá fragilizado. Golos? Todos os pontas de lança desta equipa querem fazer golos, tanto eu como o Gonçalo Paciência e o Rafael Lopes. Se isso acontecer será extremamente bom para nós. O Campeonato ainda está no início e eu estou à espera de uma oportunidade para poder agarrá-la.

O número 19, que chegou esta temporada a Coimbra proveniente do Penafiel, compreende a insatisfação dos adeptos pelo momento menos bom vivido pelos capas negras. «Os nossos adeptos têm razão. Temos que deixar uma imagem completamente diferente daquela que deixámos no último jogo. Não podemos colocar nada em causa, ainda estamos na 2.ª jornada, trabalhamos todos os dias para melhorar e vamos conseguir os nossos objetivos», sublinhou.

Recorde-se que o encontro entre a Académica e o Sporting, referente à 3.ª jornada da Liga, está agendado para as 19.15 horas do próximo domingo, no Estádio Cidade de Coimbra.

in abola

25 de agosto de 2015

Trigueira obrigado a oito dias de repouso absoluto

O guarda-redes Pedro Trigueira sofreu uma concussão cerebral no jogo de segunda-feira, na receção ao Vitória de Setúbal, e vai estar em repouso absoluto durante oito dias, disse à agência Lusa fonte do clube.

O titular da baliza da briosa foi substituído aos 25 minutos, após um choque com um adversário, e teve de ser transportado aos Hospitais da Universidade de Coimbra, de onde saiu ainda durante a noite de segunda-feira.

A concussão cerebral é uma lesão que afeta todas as zonas do cérebro e que altera temporariamente as suas funções normais, como memória, concentração ou equilíbrio, que acontece logo após um traumatismo craniano.

Segundo fonte da Académica, Pedro Trigueira vai repousar durante oito dias, conforme estipula o protocolo da FIFA para estas situações, tal como aconteceu na época passada com Ivanildo, após um choque com o seu colega de equipa Marcos Paulo.

O guarda-redes foi substituído quando a briosa já perdia por 1-0 com o Vitória de Setúbal, que acabou por golear por 4-0, em jogo da segunda jornada da Liga NOS, disputado em Coimbra.

in record 

2015/16 - 03J - Académica - Sporting: Árbitro

Sábado
V. SETÚBAL-RIO AVE (16.15 horas)
Jorge Sousa (Porto), auxiliado por Bertino Miranda e Álvaro Mesquita

FC PORTO-ESTORIL (18.30 horas)
Duarte Gomes (Lisboa), auxiliado por Venâncio Tomé e Nuno Vicente

BENFICA-MOREIRENSE (20.45 horas)
Jorge Ferreira (Braga), auxiliado por Inácio Pereira e Jorge Oliveira

Domingo
TONDELA-NACIONAL (16 horas)
Sérgio Piscarreta (Algarve), auxiliado por Pais António e Rui Cidade

PAÇOS FERREIRA-AROUCA (17 horas)
Tiago Antunes (Coimbra), auxiliado por Miguel Aguilar e Paulo Brás

SP. BRAGA-BOAVISTA (17 horas)
Fábio Veríssimo (Leiria), auxiliado por Paulo Soares e Pedro Felisberto

ACADÉMICA-SPORTING (19.15 horas) 
Bruno Esteves (Setúbal), auxiliado por Rui Teixeira e Valter Pereira

Segunda-feira
BELENENSES-MARITIMO (19 horas)
Tiago Martins (Lisboa), auxiliado por André Campos e Pedro Mota

UNIÃO MADEIRA-V. GUIMARÃES (21 horas)
Rui Costa (Porto), auxiliado por Nelson Moniz e Nuno Manso

Trigueira, Aderlan e Iago lesionados

Horas depois da goleada (0-4) sofrida com o Vitória de Setúbal, o plantel da Académica regressou ao trabalho na manhã desta terça-feira começando, desta forma, a preparar o jogo frente ao Sporting, que está agendado para as 19.15 horas do próximo domingo no Estádio Cidade de Coimbra.

Na sessão matinal de hoje Pedro Trigueira (contusão cerebral), Aderlan (traumatismo na face anterior da coxa direita) e Iago (traumatismo no pé esquerdo) não assinaram a folha de presenças, mesmo sucedendo com Makonda e Marinho, ambos a recuperar de cirurgias.

Para as 10 horas desta quarta-feira, também na Academia, está agendado novo treino.

in abola 

Académica vs Vit. Setúbal: Análise de José Viterbo

2015/16 - Classificação após a 2ª jornada


2015/16 - 02J - Académica 0 - V Setúbal 4: resumo do jogo

Pedro Trigueira está bem

Foi partilhada no facebook a seguinte mensagem:

Obrigado a todos pela preocupação! O Pedro Trigueira já está a caminho de casa ... esperemos ter sido apenas um susto...  beijinhos a todos pelas mensagens e pelas chamadas e desculpem se não atendi mas eu também fiquei sem saber notícias muito tempo e não saberia dizer vos muito... Boa noite a todos!!

2015/16 - 02J - Académica 0 - V Setúbal 4:



A Académica perdeu esta segunda-feira com o Vit. Setúbal por 4-0 numa partida que contou para a segunda jornada da Liga NOS. A partida não correu de feição para os "estudantes" que viram, ainda, os sadinos a marcar por duas vezes de forma irregular, o que contribuiu para o avolumar do resultado.

Suk desbloqueou o nulo com um grande golo e na etapa complementar a Briosa não conseguiu reagir. A equipa visitante, por seu lado, marcou por mais três vezes e sai de Coimbra com um resultado bastante exagerado.

Na próxima jornada, a Académica recebe o Sporting. 

in AAC-OAF

nº espectadores: 3062 
árbitro: Cosme Machado 

Crónica

Académica sem alma, sem ligação, sem chama. V.Setúbal organizado, atento, a saber aproveitar os deslizes do adversário, perspicaz no contra-ataque.  

Foi a noite de Suk: o sul-coreano abriu o marcador à bomba, com um golo de levantar bancadas, que ficará como um dos grandes momentos deste início da Liga 15/16.  

Suk não se ficou pelo golaço aos 17 e fez o 0-2, com belo sentido de oportunidade. O momento foi a machadada fatal no que restava de esperança de uma Briosa pouco digna desse nome, nesta partida.  

O 0-4 talvez seja pesado (e no terceiro golo parece haver fora de jogo...), mas sublinha os traços essenciais desta partida: muito fáceis de identificar.  
    
Foi uma primeira parte interessante, coroada com o tal golaço do sul-coreano Suk. 
  
A Académica, nos primeiros minutos, dava mostras de querer dominar, mas sem causar grande perigo. Viria, no entanto, a ser o V. Setúbal a pegar no jogo, a partir do minuto dez. 
  
E não demorariam muito os sadinos a chegar ao 0-1: Suk disparou de longe, Trigueira (que minutos antes tinha chocado com violência com o sul-coreano) não teve hipóteses de lá chegar. 
  
A Académica demorava a reagir e o V. Setúbal estava mais tranquilo no jogo. De tal modo que até chegou a sonhar com o 0-2. 
  
Mesmo assim, a Briosa reapareceu nos minutos finais do primeiro tempo e Gonçalo Paciência quase surgiu na área em posição de tiro, não fosse o corte para canto de Fábio Pacheco. 
  
A questão é que a Académica foi mesmo para intervalo a perder 0-1. E a partir daí tudo ficou mais complicado para a formação de José Viterbo. 

O arranque de segunda parte parecia indicar um assomo de reação dos visitados, mas o 0-2 de Suk arrumou a dúvida. André Claro, logo a seguir, aproveitou o estado de choque da defesa academista para somar o terceiro. 

Depois do 0-3, viu-se um V. Setúbal a gerir esforço e vantagem e uma Académica a tentar recompor-se.  

A história do jogo, essa, estava contada há muito tempo. Mas ainda deu para João Costa fazer o 0-4, aos 82. 

O conjunto de Quim Machado, depois daquele empate 2-2 no Bonfim com o Boavista, cedido após vantagem de 2-0, confirmou qualidade e termina a segunda jornada muito bem posicionado, com pontos e saldo de 6-2 em golos (é o melhor ataque da Liga, acima de FC Porto, Rio Ave, Benfica e Belenenses, todos com quatro). 

Destaques 

A FIGURA

Suk, claro 
Noite em cheio do sul-coreano. Podia ter sido bem pior, se o choque aos 12 com Trigueira tivesse tido maiores consequência para o jogador asiático (o guarda-redes da Académica viria a sair minutos depois), mas para Suk iss não foi mais do que o lançamento para uma exibição muito positiva. Golaço aos 17, remates intencionais, e novo golo de belo efeito, a «matar» o jogo, já na segunda parte. Que mais se pode pedir a um avançado? 
    
O MOMENTO

Golaço de Suk 
O sul-coreano assinou um dos grandes momentos deste arranque de Liga 15/16. Um golaço em qualquer parte do mundo: bom pormenor individual, espaço pela esquerda, mas ainda muito longe (uns 30 metros ou até um pouco mais) da baliza então guardada por Pedro Trigueira. A bola foi potentíssima, colocada, ainda bateu no ferro e beijou as malhas. Golaço, mesmo. 
  

OUTROS DESTAQUES

Gonçalo Paciência 
Numa Académica apática e pouco ligada, o jovem ponta de lança cedido pelo FC Porto tentou remar contra a maré e assinou alguns dos melhores momentos do ataque academista. Não chegou para marcar, mas voltou a servir para registar a qualidade indiscutível do 19 da Académica.   
  
Académica 
Falta… mesmo muita coisa a esta versão 15/16 da Académica. Para já, pelo menos. Insegurança defensiva, pouca intensidade a meio-campo, falta de ligação. José Viterbo, que na parte final da época passada conseguiu dar o impulso que faltava para a permanência, volta a ter tarefa complicada: dar mais estabilidade e competitividade a uma equipa que, por enquanto, não está a funcionar. 

Opiniões 

José Viterbo, treinador da Académica, na conferência de Imprensa após a goleada sofrida em casa com o V. Setúbal:  
   
«Acho que o 0-4 é injusto, até porque sofremos dois golos que me parecem fora de jogo. De todo o modo, há que dar os parabéns ao Vitória» 

«A Académica fez uma boa primeira parte, simplesmente essa fase foi marcada por um golo que é candidato a ser um dos melhores do campeonato» 

«Sofremos o terceiro e a 20 minutos do fim é normal que animicamente a equipa se tenha ido abaixo» 

«Seja como for, assumo todas as minhas responsabilidades» 

«Estou convencido que a Académica está no bom caminho, a equipa tem condições para dar a volta. Vamos já começar a preparar o jogo com o Sporting, tentando fazer o melhor possível».

Quim Machado, treinador do V. Setúbal, na conferência de Imprensa após o jogo em Coimbra: 
  
«Não é fácil ganhar aqui na Académica, muito menos por 0-4» 
  
«O jogo correu-nos de feição, a vitória é indiscutível, não interessa muito se devia ter sido por quatro…» 
  
«Tivemos rigor, criámos oportunidades, ganhámos bem» 
  
«O primeiro golo do Suk é fantástico, fabuloso, daqueles que só era hábito ver na Premier League». 
  
«A nossa Liga tem muita qualidade, os três grandes fizeram grandes contratações e isso acabou por permitir que as equipas de patamar médio também tenham bons jogadores. O Suk é um excelente ponta de lança, provou isso neste jogo outra vez» 

Ao minuto

90'Assobiadela monumental em Coimbra e lenços brancos para o treinador José Viterbo
90'A Académica é última, ainda sem pontuar.
90'Com este resultado, o V. Setúbal passa para segundo lugar da classificação, com quatro pontos.
90'FIM DO Académica, (0) - Vitória Setúbal, (4)
90'Dois minutos de compensação
90'Cartão amarelo para Hugo Seco.
90'Paulo Tavares a bater, mas Rúben Semedo a não conseguir o cabeceamento´
89'Livre para o V. Setúbal do lado direito, já perto da área da Académica
87'Entra A. Issoko (Vitória Setúbal)
86'Sai João Costa (Vitória Setúbal)
84'Remate de Rafael Lopes, mas Raeder a defender
81'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de João Costa.
Costinha a aparecer isolado pela direita e, frente a Lee, remata quando o guarda-redes já está em queda. A bola ainda bate no guardião, mas acaba por entrar
81'Entra Ricardo Dani (Vitória Setúbal)
80'Sai André Horta (Vitória Setúbal)
79'Livre para a Académica, já batido, mas Lee a segurar
79'Fábio Pacheco a ver o segundo amarelo por agarrar Gonçalo Paciência
78'Segundo cartão amarelo para Fabio Pacheco.
74'Grande arrancada de André Horta pelo corredor central, mas depois, isolado frente a Lee, remata à figura
71'Suk a saltar com Fernando Alexandre na área, mas o árbitro a assinalar falta ao jogador do V. Setúbal
69'Partida reatada e Suk vai reentrar
68'Suk está caído no relvado e está a ser assisitido
67'REMATE FORTÍSSIMO DE PAULO TAVARES E LEE A TRAVAR
66'Académica esgotou as substituições
64'Sai Rui Pedro (Académica)
64'Entra Rafael Lopes (Académica)
61'Cartão amarelo para Willian .
59'Sai Selim Bouadla (Académica)
59'Entra Hugo Seco (Académica)
59'Cartão amarelo para Gonçalo Paciência.
58'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Claro.
Defesa da Académica de rastos, jogada rápida da direita, Claro com espaço a receber e marcar. A assistência foi do lateral William
55'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Hyun-Jun Suk.
O sul-coreano volta a faturar, aproveitando descompensação na defesa da Académica. Suk entra na área, finta adversário e remata a contar
53'Cartão amarelo para Fabio Pacheco.
50'Gonçalo Paciência de cabeça, por cima
46'Entra Rúben Semedo (Vitória Setúbal)
46'Sai Ruca (Vitória Setúbal)
46'Recomeça o Académica - Vitória Setúbal
45'Intervalo: vantagem justa do Setúbal, graças a um golaço do outro mundo do sul-coreano Suk
45'Intervalo no Académica - Vitória Setúbal
45'Lee deixa a bola escapar, podia ser perigoso...
45'Quatro minutos de descontos
45'Gonçalo Paciência a aparecer com perigo na área contrária, Fábio Pacheco corta in extremis para canto
44'Livre de esquerda, Raeder agarra
41'Setúbal esteve perto do 0-2
41'Leandro Silva corta a tempo de evitar males maiores...
40'A Académica tenta chegar ao empate...
36'Livre direto, perigosíssimo, a rasar o poste
35'Cartão amarelo para Paulo Tavares.
33'Cartão amarelo para N. Obiora.
31'Paulo Tavares, livre direto, por cima
26'Entra Lee (Académica)
25'Sai Pedro Trigueira (Académica)
25'Lee prepara-se para entrar
25'Trigueira vai mesmo sair...
24'Pedro Trigueira atira a bola para fora e deita-se. Parece não ter recuperado completamente do choque de há minutos
22'Remate de Bouadla, ganha canto
18'Quem não viu este golo do Suk no Académica-V. Setúbal... que veja. Que tiro!!!
17'GOLAÇO!!!
17'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Hyun-Jun Suk.
Golo do outro mundo de Suk, a disparar do meio da rua, a uns 30 metros, depois de bela jogada individual, potente e colocado, sem hipóteses pra Pedro Trigueira
14'Trigueira agarra...
14'V. Setúbal agora com mais bola, depois de boa entrada da Académica
12'Falta ofensiva do Setúbal, após canto
12'Recuperado o guarda-redes da Académica!
9'Choque entre Trigueira e avançado do Setúbal Suk, parece complicado
6'Rui Pedro aparece com perigo,mas Raeder antecipa-se
1'Começou, saiu o Setúbal
1'Começa o Académica - Vitória Setúbal
0'As equipas entram em campo!
0'Leandro Silva, em estreia, foi «praxado» pelos colegas da Académica
0'Duarte Oliveira é o quarto árbitro
0'Alfredo Braga e Pedro Fernandes são os auxiliares
0'Cosme Machado, de Braga, é o árbitro
0'Já entraram os árbitros e os jogadores para o aquecimento...
0'Suplentes V. Setúbal: Miguel Lázaro, Dávila, Arnold, R. Semedo, François, Dani, Zequinha
0'V. Setúbal: Raeder; William, Fábio Pacheco, Frederico Venâncio, Nuno Pinto; André Horta, Paulo Tavares, Ruca, João Costa; André Claro e Suk
0'Suplentes Académica: Lee, Rabiola, Gustavo, Nuno Piloto, Rafael Lopes Nii Plange, Hugo Seco
0'Académica: Pedro Trigueira; Aderlan, Leandro Silva, João Real, Emídio Rafael; Fernando Alexandre, Bouadla; Ivanildo, Obiora, Rui Pedro; Gonçalo Paciência
0'Os jogadores do V. Setúbal fazem descontraidamente o reconhecimento do relvado, ainda em fato de treino
0'A uma hora e um quarto do início do jogo, está bom tempo em Coimbra, final de tarde agradável
0'Convocados da Académica: Lee e Pedro Trigueira (guarda-redes);Aderlan, Emídio Rafael, João Real Iago e William Gustavo (defesas); Obiora, Selim Bouadla, Rui Pedro, Leandro Silva, Pedro Nuno, Nuno Piloto e Fernando Alexandre (médios); Rabiola, Ivanildo, Gonçalo Paciência, Rafael Lopes, Nii Plange e Hugo Seco (avançados)
0'Oualembo, Ofori, Pedro Lagoa, Ki, Artur Taborda e Carlos Olascuaga ficaram de fora por mera opção técnica
0'Iago deve ser titular na Académica, no lugar do castigado Ricardo Nascimento
0'William Gustavo estreia-se nos convocados da Académica
0'Em Coimbra, para o campeonato, está 24 para a Académica, 15 empates e 14 triunfos dos sadinos.
0'Um duelo entre Académica e V. Setúbal é já histórico no futebol português: 133 jogos entre os dois emblemas, com 46 vitórias para os estudantes, 62 para os sadinos e 25 empates.
0'Quim Machado: «É um jogo difícil, principalmente jogando fora de casa. A Académica tem muita qualidade, sobretudo no setor atacante. Vamos ter de jogar com muita concentração e organização».
0'Quim Machado: «Depois de empatarmos em casa, temos a ambição de conseguir os três pontos. Preparámos os jogadores mentalmente para a necessidade de ganhar. Há que ter respeito, mas não há que ter medo do adversário.»
0'José Viterbo: «Nós temos de fazer do fator casa um bocadinho aquilo que é a nossa fortaleza. E, se nas últimas épocas tivemos algumas dificuldades em jogar e ganhar em casa, temos de procurar fazer mais pontos e vitórias no nosso estádio se queremos fazer uma época melhor do que ano passado.»
0'José Viterbo: «Relativamente ao jogo da primeira jornada temos de ser mais acutilantes no processo ofensivo e concretizar as oportunidades que eventualmente viermos a encontrar, mas mantendo a consistência defensiva e a coesão como equipa.»
0'Makonda e Marinho, lesionados; Ricardo Nascimento, castigado, são ausências na Académica
0'Na primeira ronda, o Vitória permitiu que o Boavista passasse, no Bonfim, de desvantagem de 2-0 para empate 2-2. Como será em Coimbra?
0'Quim Machado, que conseguiu subir o Tondela, vai tentar segurar os sadinos na Liga, tarefa difícil, tendo em conta as limitações financeiras da formação setubalense.
0'Começar com triunfo em casa, frente a adversário direto na luta pela permanência, era muito importante.
0'José Viterbo fez bom final de temporada passada, mas perdeu em Paços no arranque da Liga 15/16
0'Na primeira jornada, a Briosa perdeu em Paços, sadinos cederam empate com Boavista
0'Boa tarde. A partir das 20h tem início, no Estádio Cidade de Coimbra, o Académica-V. Setúbal, jogo de fecho da segunda jornada da Liga. Siga tudo AO VIVO no Maisfutebol
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 24 Ago 2015 às 20:00

Pedro Trigueira 

Guarda-redes da Académica chocou com um adversário

Pedro Trigueira teve perda de consciência e foi para o hospital
O guarda-redes da Académica, Pedro Trigueira, foi esta segunda-feira transportado ao hospital após um choque com Suk, jogador do V. Setúbal, durante o jogo, que os sadinos venceram por 4-0. 
  
Pedro Trigueira ainda ficou uns minutos em campo, mas depois deitou-se no chão e pediu assistência, tendo sido substituído por Lee em campo. 
  
No final do encontro, em declarações à Sport TV, o treinador José Viterbo explicou o que se passou de seguida: «Ele teve uma perda momentânea de consciência, não se lembrava de nada, e foi transportado para o hospital. Esperemos que não haja nenhum problema neurológico».

Contestação 

A derrota 0-4 com o V. Setúbal, uma semana depois de insucesso na Mata Real (1-0), com o Paços, gerou protestos dos adeptos da Académica, presentes no Cidade de Coimbra. 
  
Após o jogo, assobiadela monumental. Mais de uma hora depois do apito final de Cosme Machado, algumas dezenas de adeptos esperaram à porta do estádio, lançando impropérios à equipa e contestando o trabalho de José Viterbo. 
  
O técnico deu o peito às balas e foi falar com alguns desses adeptos, acalmando assim um pouco os ânimos. Os jogadores Ivanildo e Emídio Rafael também enfrentaram as críticas de academistas descontentes. 

24 de agosto de 2015

2015/16 - 02J - Académica - V Setúbal: Convocados

Lista de convocados:

Guarda-redes: Lee e Pedro Trigueira
Defesas: Aderlan, Emídio Rafael, João Real Iago e William Gustavo
Médios: Obiora, Selim Bouadla, Rui Pedro, Leandro Silva, Pedro Nuno, Nuno Piloto e Fernando Alexandre
Avançados: Rabiola, Ivanildo, Gonçalo Paciência, Rafael Lopes, Nii Plange e Hugo Seco

Académica-V. Setúbal (antevisão): velhos conhecidos à procura da primeira vitória

O Momento

ACADÉMICA – José Viterbo fez bom final de temporada passada, mas perdeu em Paços no arranque da Liga 15/16. Começar com triunfo em casa, frente a adversário direto na luta pela permanência, era muito importante.

V. SETÚBAL – Quim Machado, que conseguiu subir o Tondela, vai tentar segurar os sadinos na Liga, tarefa difícil, tendo em conta as limitações financeiras da formação setubalense. Na primeira ronda, o Vitória permitiu que o Boavista passasse, no Bonfim, de desvantagem de 2-0 para empate 2-2. Como será em Coimbra?

Ausências

ACADÉMICA - Makonda e Marinho, lesionados; Ricardo Nascimento, castigado

V. SETÚBAL - --

Discurso Direto

José Viterbo (Académica) - «Relativamente ao jogo da primeira jornada temos de ser mais acutilantes no processo ofensivo e concretizar as oportunidades que eventualmente viermos a encontrar, mas mantendo a consistência defensiva e a coesão como equipa. «Nós temos de fazer do fator casa um bocadinho aquilo que é a nossa fortaleza. E, se nas últimas épocas tivemos algumas dificuldades em jogar e ganhar em casa, temos de procurar fazer mais pontos e vitórias no nosso estádio se queremos fazer uma época melhor do que ano passado.»

Quim Machado (V. Setúbal) - «Depois de empatarmos em casa, temos a ambição de conseguir os três pontos. Preparámos os jogadores mentalmente para a necessidade de ganhar. Há que ter respeito, mas não há que ter medo do adversário. É um jogo difícil, principalmente jogando fora de casa. A Académica tem muita qualidade, sobretudo no setor atacante. Vamos ter de jogar com muita concentração e organização».

Histórico de Confrontos
Um duelo entre Académica e V. Setúbal é já histórico no futebol português: 133 jogos entre os dois emblemas, com 46 vitórias para os estudantes, 62 para os sadinos e 25 empates. Em Coimbra, para o campeonato, está 24 para a Académica, 15 empates e 14 triunfos dos sadinos.

ACADÉMICA
   
  


V. SETÚBAL
   
  

(Quim Machado só divulga os convocados no dia do jogo)

in maisfutebol

23 de agosto de 2015

Académica vs Sporting: Preço dos bilhetes

á se encontram à venda os bilhetes para o jogo entre a Académica e o Sporting, da 3ª jornada da Liga NOS, um encontro agendado para domingo, dia 30 de Agosto, pelas 19:15, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra.

Os ingressos para as bancadas centrais estão à venda nos dias 22 e 23 de Agosto (sábado e domingo) na Loja Oficial da Briosa no Dolce Vita Coimbra. Os restantes ingressos estão disponíveis a partir do dia 24, segunda-feira, na Loja do Sócio.

Refira-se que os sócios que não são portadores de bilhete de época poderão assistir ao duelo entre a Académica e os leões por 15 euros. Confira a tabela abaixo publicada onde pode consultar o preçário para o jogo da 3ª jornada!

Como já percebeu, ser Sócio da Briosa, para além de ser um orgulho, garante-lhe também vantagens enormes no que respeita às condições que lhe são proporcionadas para ver os "estudantes" em acção. Ser sócio da Académica torna tudo mais fácil e económico! Se ainda não é, não perca tempo e torne-se já hoje associado da mágica Briosa carregando aqui. Se já for sócio, mais económico ainda é adquirir o Lugar Anual 2015/2016. Para mais informações clique aqui. 

Não fique em casa e apoie os "estudantes" do princípio ao fim. A sua presença é fundamental até porque a Briosa é a Paixão que nos Move!!!

Força Académica!

Confira o preço dos bilhetes (Planta virtual do Estádio): 

Sócios com bilhete de época (pack 12 jogos não incluído) Entrada gratuita
Sócios sem bilhete de época - bilhete pontual 15 €
Público - Bancada Sul Inferior (5A) - Zona Visitante 19 €
Público - Bancada Sul Inferior (Restantes portas) 23 €
Público - Bancada Norte 23 €
Público - Bancadas Centrais Inferiores 35 €
Público - Bancadas Centrais Superiores 40 €

22 de agosto de 2015

Académica vs Vit. Setúbal: Antevisão de José Viterbo




O treinador da Académica, José Viterbo, fez este sábado a antevisão do encontro frente ao Vit. Setúbal.

Assiste ao vídeo da Briosa TV, que acompanhou a conferência de imprensa do nosso técnico.

21 de agosto de 2015

Académica vs Vit. Setúbal: Antevisão de Fernando Alexandre


O médio da Briosa, Fernando Alexandre, fez esta sexta-feira a antevisão do encontro frente ao Vit. Setúbal. 
Assiste à conferência de imprensa do nosso jogador:


---- 

Resumo da conferência de imprensa em: abola 

......
O médio dos estudantes está ciente das dificuldades que os sadinos poderão colocar à Académica mas, ainda assim, salienta a importância de uma vitória… ainda para mais diante de um adversário direto:

- Ganhar é sempre importante, é sempre isso que procuramos. Queremos amealhar pontos o quanto antes. Temos a consciência de que é um jogo do nosso campeonato e queremos dar o máximo para vencer. No jogo com o Paços de Ferreira não tivemos assim tantas oportunidades de golo como vínhamos criando durante a pré-época e queremos mudar isso contra o Vitória de Setúbal. Nestes jogos entre duas equipas que lutam pelos mesmos objetivos o pormenor pode ser decisivo e não creio que haja um favorito declarado. O Vitória de Setúbal é uma equipa que tem um treinador novo, também está à procura da primeira vitória, mas já têm 1 ponto, estão à nossa frente e nós queremos alterar isso. Com o potencial e com a qualidade que temos vamos dar uma boa resposta.

Fernando Alexandre, um dos capitães de equipa, sabe bem da importância dos adeptos no Estádio Cidade de Coimbra. Como tal, o número 65 pede o apoio do público para o jogo com a formação sadina. 

«Esperamos uma boa assistência. O povo de Coimbra acredita em nós e faço um apelo a todos os que possam vir para marcarem presença porque o contributo deles é essencial. Não ganham jogos mas ajudam», concluiu.

20 de agosto de 2015

João Gomes convocado para a Selecção Nacional

O jovem guardião da Briosa, João Gomes, foi convocado para a Selecção Nacional sub-19, que realiza um estágio de preparação entre os dias 24 e 26 de Agosto, em Rio Maior.

João Gomes, que cumpre este ano o segundo ano de júnior, integra ainda o lote de guarda-redes da equipa profissional da Académica.

Parabéns João!

  

Oualembo ausente do treino por ter sido pai

No regresso ao trabalho após um dia de folga concedido ao plantel, José Viterbo teve uma baixa no grupo mas… por boas razões: Oualembo não assinou a folha de presenças no treino matinal desta quinta-feira por ter sido autorizado a deslocar-se a França para acompanhar o nascimento do seu filho.

No entanto, o lateral deverá regressar a Coimbra ainda esta semana, pelo que poderá entrar nas contas do treinador academista para a receção ao Vitória de Setúbal, agendada para as 20 horas da próxima segunda-feira.
Makonda (recupera de cirurgia ao ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo) e Marinho (recupera de cirurgia ao ligamento cruzado anterior do joelho direito) continuam entregues ao departamento médico. 

Quem também será baixa de vulto para a partida com os sadinos é Ricardo Nascimento, que irá cumprir um jogo de suspensão depois de ter sido expulso em Paços de Ferreira, na jornada inaugural da Liga.

Para as 10 horas desta sexta-feira está marcado novo treino, no relvado do Estádio Cidade de Coimbra, sendo que 30 minutos antes um jogador dos capas negras estará na sala de Imprensa para falar aos jornalistas.

in abola

Ricardo Nascimento falha jogo com V. Setúbal

Ricardo Nascimento (Académica), Diogo Jota (Paços de Ferreira) e Idris (Boavista) vão falhar a segunda jornada, depois de terem sido expulsos na ronda inaugural.

19 de agosto de 2015

Ivanildo e Obiora chamados às Selecções

O Ivanildo e o Obiora foram convocados para as respectivas selecções nacionais que lutam por uma lugar na Taça das Nações Africanas 2017.

A Guiné-Bissau de Ivanildo defronta o Congo no dia 5 de Setembro enquanto a Nigéria de Obiora joga diante a Tanzânia, no mesmo dia. Parabéns Rapazes!

in AAC-OAF

"Canelão" para quatro em Paços de Ferreira

O Gonçalo Paciência, o Nii Plange, o Pedro Trigueira e o Selim Bouadla estrearam-se a titular pela Académica no jogo frente ao Paços de Ferreira e foram, por isso, praxados pelos restantes colegas de equipa, tal e qual manda a tradição. 

Para a posterioridade ficam as fotografias do "Canelão" realizado aos nossos jogadores, que pode consultar na página oficial da Briosa no Facebook, aqui.