31 de janeiro de 2016

2015/16 - 20J - Sporting 3 - Académica 2

video

2015/16 - 20J - Sporting 3 - Académica 2

2015/16 - 20J - Sporting 3 - Académica 2




nº espectadores: 40 319
árbitro:  Cosme Machado 
Crónica 

Drama e muita polémica, mas desta vez, depois do tropeção frente ao Tondela (2-2), o Sporting conseguiu desfazer o empate diante da Académica (3-2) e garantiu, pelo menos, mais uma semana na liderança, num jogo impróprio para cardíacos. Os leões entraram no jogo praticamente a perder, viraram o resultado antes do intervalo, mas permitiram novo empate, com um golo claramente irregular, mas que acabou por ser validado por Cosme Machado. Depois foi sofrer muito até ao precioso golo de Montero a quatro minutos do fim. 
  
Mas comecemos pelo início que contou com duas surpresas na constituição das equipas, com Rúben Semedo, resgatado esta semana ao V. Setúbal, a entrar diretamente no onze, para o lugar de Ewerton [Paulo Oliveira estava castigado], tal como Carlos Mané que, depois de ter estado muito perto de ser reforço do Hamburgo, estreou-se esta noite como titular em jogos da Liga. Uma remodelação que contou ainda com Zeegelaar no lugar de Jeferson no lado esquerdo da defesa. Os leões procuraram impor uma intensidade forte desde o primeiro minuto, mas assim que o ritmo abrandou, aos 9 minutos, num demorado pontapé favorável à Académica, sofreram um golo. Canto rasteiro marcado por Leandro Silva, sobre a esquerda, e Rafa Soares a vir do nada para marcar, com um pontapé colocado, sem qualquer oposição. Tudo a dormir na defesa leonina. 

Reviravolta antes do intervalo 
  
Em reação, os leões aumentaram ainda mais a intensidade do jogo, com um ataque que se estendia a toda a largura do terreno, com muitas aberturas para as laterais, com Zeegelaar muito em jogo, mas sobretudo na zona central, onde se destacavam João Mário e Adrien, com especial destaque para as ações do capitão dos leões, com muita liberdade de ação na zona frontal. O jogo concentrou-se junto à área de Pedro Trigueira, Bryan Ruiz fez uma primeira ameaça e, logo a seguir, Adrien marcou, na sequência de um lance individual. Recebeu uma bola já no interior da área, sobre a esquerda, deixou Fernando Alexandre nas covas e, já com angulo apertado, atirou a contar para o segundo poste. 
  
Alvalade respirava de alívio, mas o empate com o Tondela (2-2), no último jogo em casa, estava ainda fresco na memória e pedia-se mais. Jorge Jesus terá pedido demais e recebeu mesmo ordem de expulsão. O treinador ainda terá ouvido os festejos do segundo golo a caminho das bancadas. Um enorme «brinde» da Académica, ou melhor de Nuno Piloto, que deixou-se desarmar por João Mário em zona proibida, à entrada da área. Carlos Mané desceu até à linha de fundo e cruzou para um golo fácil de Bryan Ruiz. A dois minutos do intervalo, os leões davam a volta ao resultado. 
  
A Académica, depois do primeiro golo [único remate que fez à baliza de Patrício], pouco mais acrescentou, tirando um contra-ataque conduzido por Marinho que Hugo Sêco não conseguiu dar bom seguimento. Jorge Jesus já não estava no banco, mas continuava a querer mais e, nesse sentido, prescindiu de William Carvalho [continua longe do seu melhor e terminou a primeira parte a coxear] para lançar Gelson Martins para a segunda parte. 
  
O Sporting regressava ao relvado com uma frente de ataque ainda mais maleável, com Gelson e Mané a ocuparem as alas deixando o «carrocel» na zona central entregue a Adrien, João Mário, Bryan Ruiz e Slimani. Por outro lado, os leões ficavam mais descobertos em termos defensivos e Filipe Gouveia tentou explorar esse pormenor, abdicando de Nuno Piloto para juntar Gonçalo Paciência a Rafael Lopes na frente. As duas equipas estavam ainda a enquadrar-se nos novos sistemas de jogo quando se deu o caso do jogo. 
  
Livre para a Académica, Patrício sai de entre os postes para afastar com os punhos, Ricardo Nascimento cabeceia à entrada da área e Ewerton, na disputa de uma bola com João Real, acaba por desviar para as próprias redes. Num primeiro momento, o auxiliar assinala fora de jogo [e bem, porque João Real fez-se ao lance e tem apenas Ewerton à frente], mas o árbitro de Braga, depois de uma conversa junto à linha, inverteu a decisão e validou mesmo o golo. 
  
O Sporting estava obrigado a subir mais uma montanha e Jorge Jesus lançava ainda Montero para a contenda, abdicando de Mané, enquanto a Académica apressava-se a recuar na defesa do empate. Num lançamento rápido de Montero, Slimani esteve muito perto de marcar, com um chapéu que Trigueira conseguiu desfazer com uma grande defesa. Faltavam vinte minutos para o final, o Sporting não jogava propriamente bem, mas tinha muita gente na frente e muito coração para chegar ao terceiro golo. Bryan Ruiz teve outra oportunidade soberana, mas acabou desarmado por Trigueira. 
  
Pelo meio, Aderlan viu um segundo cartão amarelo e a Académica ficou reduzida a dez. A pressão era cada vez mais intensa, apesar do futebol confuso, desconexo, mas ainda com muito coração. Adrien também esteve perto, mas foi Montero que fez descansar Alvalade, aos 87 minutos (!), tirando proveito de um erro crasso de Hugo Sêco. O Sporting recuperava a vantagem, mas o sangue continuava a ferver. Gelson e Montero atrapalharam-se um ao outro e desperdiçaram novo golo, enquanto Cosme Machado expulsava também Nélson do banco. 
  
A verdade é que o Sporting acabou superar todos os «obstáculos» e acabou por conseguir o essencial e, desta forma, a certeza que continua a ser o dono do primeiro lugar, pelo menos, por mais uma semana. 

Destaques 

A FIGURA: MONTERO, o cafetero salvador 
Foi lançado aos 67 minutos para o lugar de Carlos Mané quando se registava um empate a dois golos. Sempre irrequieto na frente de ataque, foi dele o golo que deu os três pontos ao Sporting, ao aproveitar da melhor forma um deslize de Hugo Seco para fazer o 3-2. Pouco antes isolou de forma primorosa Bryan Ruiz, que falhou no frente a frente com o guarda-redes da «briosa». Já nos instantes finais, esteve perto do bis, mas atrapalhou-se com Gelson. Muito para alguém que esteve tão pouco tempo em campo. 
  
O MOMENTO: golo de Montero (minuto 85) 
Carne toda no assador, com os leões à procura de evitar novo deslize em casa após o empate surpreendente com o Tondela. Numa altura em que o Sporting apertava (e de que maneira) o cerco à área da Académica, Montero decidiu o jogo a favor da equipa leonina. Mais uma semana na liderança do campeonato. 
  
NEGATIVO: erro no segundo golo da Académica (59 minutos) 
Ruiz Patrício saiu com os punhos para a entrada da área onde estava Ricardo Nascimento, que cabeceou na direção da baliza. Ewerton tentou cortar mas acabou por confirmar o golo da Académica. O árbitro assistente levantou a bandeirola, considerando que João Real, que disputou o lance com o central do Sporting, estava em posição irregular. Os jogadores da Académica correram para a linha lateral, alegando que o golo tinha sido marcado por Ewerton. Gerou-se um sururu agudizado quando Cosme Machado apontou para o meio-campo. Golo mal validado até porque, apesar de o golo não ter sido de João Real, o jogador dos estudantes não se alheou do lance. 
  
  
OUTROS DESTAQUES 
  
João Mário: começou o jogo no corredor direito mas foi na esquerda que causou os maiores desequilíbrios. Foi o elemento do Sporting que melhor reagiu ao golo madrugador dos «estudantes». Pôs a cabeça em água a Aderlan, com acelerações que deixaram o lateral da Académica várias vezes para trás. Uma grande percentagem do segundo golo dos leões tem de ser atribuída a ele. Pressionou Nuno Piloto e forçou o médio da equipa visitante a cometer um erro que permitiria, de seguida, a Mané servir Bryan Ruiz, que só precisou de encostar. No segundo tempo acabou por regressar às origens, descaindo para a esquerda 
  
Adrien: o capitão leonino atravessa um momento de forma fenomenal. É ele quem gere os batimentos cardíacos deste Sporting. Quem decide (quase sempre) quando se acelera, quando se abranda, quando se joga pela direita, pelo centro ou pela esquerda. Para além disso (o que não é pouco) marca golos: e já vão seis nesta edição da Liga, o deste sábado com muita nota artística. Arrancou pela esquerda entre adversários e «partiu os rins» a Fernando Alexandre antes de rematar para o fundo das redes com um remate colocadíssimo que entrou junto ao poste esquerdo da baliza dos «estudantes». Na segunda parte acabou por recuar no terreno devido à saída de William Carvalho ao intervalo. 
  
João Pereira: incansável, e com bom envolvimento nas ações ofensivas, foi um dos melhores elementos do Sporting nesta noite. Apareceu várias vezes junto à linha de fundo com perigo, servindo bem os colegas. Igualmente seguro no plano defensivo, ainda que nesse aspeto não tenha tido muito trabalho. 
  
Rúben Semedo: depois de ter estado meia-época cedido ao V. Setúbal, o central foi titular frente à Académica. Apesar de alguns erros, revelou-se um substituto à altura do castigado Paulo Oliveira, num jogo em que teve de formal dupla no eixo defensivo com Naldo e com Ewerton. Tem uma capacidade física notável. 
  
Pedro Trigueira: se a Académica tivesse levado um ponto para Coimbra bem podia agradecê-lo ao seu guarda-redes. Sem culpas nos golos sofridos, fez um punhado de boas defesas, que permitiram à «briosa» sonhar até bem perto do apito final. Aos 80’ evitou com uma intervenção extraordinária o golo no mano-a-mano com Ruiz.

Opiniões 

Raul José, treinador adjunto do Sporting, em declarações à SporTV criticou de forma bem explícita o trabalho da equipa de arbitragem liderada por Cosme Machado: 

«O Sporting mostrou novamente que tem equipa para ganhar a qualquer um. Hoje tivemos de jogar contra mais uma equipa. A equipa de arbitragem foi uma autêntica vergonha. O auxiliar toma uma boa decisão ao anular o golo da Académica, mas depois da pressão dos jogadores deles o árbitro volta atrás. E tira-nos um penálti, o Adrien é agredido e nem amarelo se dá… esta equipa de arbitragem foi uma autêntica vergonha». 

«Premeditado? Não vou por aí, mas fomos prejudicados. Só ganhamos porque temos uma grande equipa». 

Filipe Gouveia, treinador da Académica, depois da derrota diante do Sporting (2-3), no Estádio de Alvalade, em jogo da 20ª jornada da Liga. 
  
[Análise ao jogo] 
- Apesar da derrota, estou satisfeito com os jogadores, pela entrega, pela atitude, pela estratégia que montámos para este jogo, pena é que o foco e se mude e oferecemos dois golos ao Sporting e isso não pode acontecer ao mais alto nível. Da maneira que este grupo trabalha durante a semana e joga ao fim de semana, julgo que está a faltar uma ponta de sorte. Sabemos para onde queremos ir e isso é o mais importante. 
  
[Caso polémico no lance do empate] 
Como sabem, desde que cheguei a Académica que não comento arbitragens. Se for falar desse caso, podia falar de outros. Não vou entrar por aí. O que me importa a mim é o meu grupo de trabalho, já enho problemas que cheguem no meu grupo de trabalho, não me vou preocupar com arbitragens. O meu foco está no trabalho e na minha equipa. 

Adrien, autor do primeiro golo do Sporting na vitória frente à Académica (3-2), na 20ª jornada da Liga, em declarações à SportTV: 

«O mais importante é que o objectivo foi cumprido, com maior ou menor dificuldade. Podíamos ter saído daqui com uma diferença mais larga e mais descansado, mas houve outros factores que não conseguimos controlar. Estamos de parabéns, porque a equipa conseguiu reagir na mesma.» 

«Não me referi à arbitragem, a equipa tem de se preocupar com o que sabe fazer melhor. Provámos mais uma vez que estamos fortes.» 

[A jogada do empate a dois golos] «Não consigo ver muito bem, só vi o fiscal a levantar a bandeira. Não percebi porquê e fui conversar com o árbitro.» 

[O agradecimento aos adeptos] «Agradecemos como sempre, temos tido um apoio fantástico em casa e fora. É uma coisa normal, é de realçar que têm sido muito importantes para jogos como este, que não são fáceis de resolver.» 

[A luta pelo título] «O titulo está para aí, é a nossa meta. Temos andado passo a passo para chegar à meta final, que é essa.» 

[O melhor Adrien de sempre?] «Apenas tento evoluir cada mais. O mister conseguiu fazer evoluir os jogadores. O melhor Adrien? Cabe às pessoas analisar, tento fazer o meu melhor.»

Rafa, lateral da Académica, depois da derrota frente ao Sporting (3-2), na 20ª jornada da Liga, em declarações à SportTV: 

«Esforçámo-nos muito, e morremos na praia. Pelo esforço e dedicação, merecíamos o empate.» 

«Começa 0-0, a probabilidade é igual para as duas equipas, embora o Sporting seja uma grande equipa. Vínhamos com espírito de pontuar aqui, mas não conseguimos. Mas com esta dedicação, vamos lutar pelos nossos objetivos e ser felizes.» 

[A jogada polémica do empate] «Sinceramente, não percebi bem. O auxiliar levantou a bandeira, mas não sei o que quis dizer. O que interessa é que foi golo.» 

[O golo que marcou] «Estou muito feliz, espero que tenha sido o primeiro de vários na Liga, mas o que interessa é que a equipa não atingiu o seu objetivo. Mas vamos continuar no nosso caminho.»

Ao minuto 

90'FIM DO Sporting, (3) - Académica, (2)
Vitória suadíssima dos leões, com o golo de Fredy Montero, aos 85 minutos, a decidir tudo. Muita polémica e Jorge Jesus expulso.
90'A Académica não tem capacidade para sair e incomodar Rui Patrício
90'Três minutos de descontos em Alvalade
88'Agora é Nelson Pereira, treinador dos guarda-redes do Sporting, a ser expulso
88'Montero e Gelson atrapalham-se!!! E nenhum remata
87'Grande trabalho de Montero, a driblar e a cruzar de letra
86'O speaker de Alvalade diz que está 3-1
85'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Fredy Montero.
QUE ERRO DE HUGO SECO!!! O extremo (adaptado a lateral) falha o corte de forma incrível e Montero aproveita nas costas. Recebe e marca
84'BOMBA DE ADRIEN! Mais uma boa defesa de Trigueira
83'Falta sobre Gonçalo Paciência, a travar uma saída da Académica
83'Cartão amarelo para M. Zeegelaar.
82'A expulsão de Aderlan é correta, nada a dizer
82'Encaixa Pedro Trigueira!! Remate de Montero, à figura
81'Falta sobre Gelson e livre em posição perigosa...
81'Cartão amarelo para Hugo Seco.
81'Lateral da Académica EXPULSO!
80'Segundo cartão amarelo para Aderlan.
80'TRIGUEIRA SALVA A ACADÉMICA!!! Bryan Ruiz recebe um passe fantástico de Montero, mas perde no um para um com o guarda-redes!!
78'Muito bom o jogo de Leandro Silva no meio-campo da Briosa
77'Filipe Gouveia mete mais um central e abdica de um atacante
77'Entra William Gustavo (Académica)
76'Sai Rafael Lopes (Académica)
76'Ewerton está a fazer muitas faltas... já tem amarelo
75'O Sporting carrega muito, a Académica só defende
74'Corta Ricardo Nascimento!! O central ganha a Slimani e cede canto. PERIGOSO!
74'Bom corte de Aderlan sobre Marvin Zeegelaar
73'FALHA SLIMANI!!! O argelino foge e frente a Pedro Trigueira falha o chapéu! Canto!
71'Falta de Adrien, a travar a saída de Hugo Seco
71'Números oficiais: 40.139 espectadores em Alvalade
70'Encaixa Pedro Trigueira! Bom remate de João Pereira
70'Ewerton faz falta sobre Rafael Lopes e escapa com sorte ao segundo amarelo
69'As imagens televisivas confirmam que o segundo golo da Briosa é irregular. João Real, em posição de fora de jogo, perturba a ação de Ewerton
67'Entra Fredy Montero (Sporting)
67'Sai Carlos Mané (Sporting)
62'Entra Selim Bouadla (Académica)
61'Sai Marinho (Académica)
60'Autogolo de Ewerton. Patrício sai com os punhos. A bola sobra para Ricardo Nascimento, que cabeceia para a baliza. Ewerton tenta cortar mas acaba por introduzir a bola na própria baliza. Árbitro assistente levanta a bandeirola por fora-de-jogo. Gera-se um enorme sururu junto à linha lateral até que Cosme Machado aponta para o meio-campo! Jogadores do Sporting alegam que João Real estorvou a ação de Ewerton. Parecem ter razão até porque o homem da Académica, em posição irregular, discutiu o lance.
58'Mané tenta servir Slimani, mas Trigueira antecipa-se e segura.
56'Só dá Sporting!
53'Entra Gonçalo Paciência (Académica)
53'Sai Nuno Piloto (Académica)
53'Zeegelaar em luta com Hugo Seco junto à linha de fundo. Cosme Machado considera que o lateral do Sporting empurra o jogador dos estudantes e assinala falta.
51'Grande corte de João Real a evitar que um cruzamento chegue a Slimani!
48'Cartão amarelo para Fernando Alexandre.
47'Rafael Lopes varre Adrien. Cosme Machado não admoesta o jogador da Académica.
46'Recomeça o Sporting - Académica
45'Entra Gelson Martins (Sporting)
45'Sai William (Sporting)
45'Tudo a postos para o início da segunda parte. William Carvalho fica no balneário.
45'Intervalo no Sporting - Académica
O Sporting entrou no jogo a perder, mas conseguiu dar a volta ao resultado antes do intervalo com um grande golo de Adrien e outro de Bryan Ruiz. Jorge Jesus foi expulso mesmo antes do segundo golo.
45'Mais um minuto...
44'Animam-se as bancadas de Alvalade.
43'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de B. Ruiz.
Asneira de Nuno Piloto que perde uma bola para João Mário à entrada da área. Carlos Mané aproveita o «brinde», desce até à linha de fundo e cruza para a finalização fácil de Bryan Ruiz.
42'Cosme Machado expulsa Jorge Jesus que estava junto ao quarto árbitro.
41'Cartão amarelo para Adrien Silva.
40'Cartão amarelo para Leandro Silva.
36'Adrien lança Slimani quie tenta oferecer o golo a Ruiz, mas a defesa da Académica corta o lance.
35'Sporting pressiona à procura do segundo....
33'Naldo deverá ter saído com problemas físicos...
33'Entra Ewerton (Sporting)
33'Sai Naldo (Sporting)
30'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Adrien Silva.
Lance individual de Adrien e grande golo. O Médio passa por Fernando Alexandre em drible em, já de angulo apertado, atira para o segundo poste.
29'Uiiiiii....grande oportunidade para o Sporting. João Pereira cruza da direita, Bryan Ruiz recebe no segundo poste, tira um adversário da frente e dispara, Trigueira defende para a frente e Adrien, na recarga, atira por cima.
27'Ewerton e Montero a aquecer,,,,
26'João Mário atira de longe, mas muito por alto.
23'Os dois laterais da Académica já têm amarelos.
22'Cartão amarelo para Rafa.
21'João Mário combina com Bryan Ruiz e cruza tenso, mas Mané não chega junto ao segundo poste.
20'Cartão amarelo para Aderlan.
19'Rápido contra-ataque da Académica com Marinho, sobre a direita a lançar Hugo Sêco. Valeu ao Sporting a saída de Patrício.
18'Zeegelaar conquista mais um canto para o Soorting.
13'Mané cai na área, mas Cosme Machado manda seguir...
12'O Sporting tenta reagir ao golo. João Mário arranca livre sobre a direita.
9'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Rafa.
Pontapé de canto de Leandro Silva da esquerda, rasteiro, para a zona da grande penalidade, onde apareceu Rafa Soares a atirar colocado, sem hipóteses para Rui Patrício. Defesa do Sporting ficou a dormir.
5'O Sporting entra em campo com seis jogadores da formação e tem mais três no banco.
3'Zeeglaar cruza da esquerda, mas Slimani faz falta na área.
1'Saiu o Sporting...
1'Começa o Sporting - Académica
0'Agora, como começa a ser tradição em Alvalade, ouve-se «O mundo sabe que...»
0'Islam Slimani recebeu o prémio de melhor jogador de dezembro.
0'Estão mais de 30 mil adeptos em Alvalade. Boa casa.
0'As duas equipas vão jogar com os respetivos equipamentos tradicionais.
0'Aí estão as equipas de volta ao relvado ao som de Maria José Valério.
0'O relvado, como é habitual, esteve a ser regado.
0'Acabou o aquecimento numa altura e que as bancadas já estão mais bem compostas.
0'Carlos Mané já tinha particiapado em 16 jogos pelo Sporting esta temporada, mas estreia-se esta noite como titular em jogo na Liga.
0'Rúben Semedo foi resgatado ao V. Setúbal esta semana e salta diretamente para o onze titular.
0'Suplentes: Lee, Bouadia, Rabiola, Gonçalo Paciência, Rui Pedro, Oualembo e Gustavo.
0'ACADÉMICA: Pedro Trigueira; Aderlan, João Real, Ricardo Nascimento e Rafa Soares; Fernando Alexandre e Leandro Silva; Marinho, Nuno Piloto e Hugo Seco; Rafael Lopes.
0'Suplentes: Azbe Jug, Ewerton, Aquilani, Montero, Esgaio, Gelson e Matheus Pereira.
0'SPORTING: Rui Patrício; João Pereira, Naldo, Rúben Semedo e Zeeglaar; João Mário, William Carvalho, Adrien e Mané; Bryan Ruíz e Slimani.
0'VAMOS ÀS EQUIPAS!!! RÚBEN SEMEDO E CARLOS MANÉ TITULARES!!!
0'Sobe o Sporting também, Rúben Semedo e Carlos Mané estão a aquecer, mas são mais de onze jogadores que estão a fazer exercícios no relvado.
0'Sobem agora os jogadores da Académica para o relvado, numa altura em que ainda não foram divulgados os onzes iniciais.
0'Os guarda-redes da Académica também já aquecem.
0'Os guarda-redes do Sporting, Rui Patrício e Azbe Jug, são os primeiros a subir ao relvado para os habituais exercícios de aquecimento.
0'Quando falta menos de uma hora para o início do jogo as bancadas de Alvalade estão ainda muito despidas.
0'Nos últimos três anos, porém, a Briosa conseguiu pontuar duas vezes na casa leonina: dois empates, em 2012/13 e 2013/14.
0'Sporting e Académica já se defrontaram por 147 vezes, em jogos cheios de história. Este será o 74º encontro em Alvalade, sendo que o Sporting domina claramente, claro: 56 vitórias, contra 10 empates e sete derrotas.
0'Filipe Gouveia, por seu lado, não pode contar com Obiora, Makonda e Nii Plange, por lesão. Ivanildo também falha este jogo por castigo.
0'Jorge Jesus não vai poder contar com Tobias Figueiredo, Bruno Paulista e Bruno César, todos lesionados, além de Paulo Oliveira que vai cumprir um jogo de castigo. A grande novidade na convocatória de Jesus é a chamada de Rúben Semedo, resgatado ao V. Setúbal.
0'A Académica tem vindo a subir na classificação desde a chegada de Gouveia, mas a verdade é que ainda não venceu fora de casa.
0'Um jogo acessível para o Sporting, mas para ser encarado com muitas cautelas até porque o Sporting já perdeu 9 pontos esta época e sete deles foram com Boavista, Tondela e União da Madeira: três equipas do fundo da tabela.
0'A Académica parte do 13º lugar e, na última ronda perde no Bonfim por 1-2.
0'Os leões de Jorge Jesus partem do primeiro lugar, com mais dois pontos do que o Benfica, depois de na última jornada ter ido vencer a Paços de Ferreira.
0'Boa noite! O Sporting recebe a Académica na defesa da liderança da Liga num jogo que tem início marcado para as 20h45. O Maisfutebol já está no Estádio de Alvalade para lhe contar tudo, minuto a minuto.
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 30 Jan 2016 às 20:45

Outros 

Presidente da Académica pediu para identificar dois adeptos

Incidene aconteceu no parqueamento subterrâneo do Estádio José Alvalade cerca de uma hora após o final do jogo com o Sporting

O presidente da Académica pediu à PSP para identificar dois adeptos na zona do parqueamento subterrâneo do Estádio José Alvalade após o final do jogo com o Sporting, que terminou com a derrota dos «estudantes» por 3-2. 
  
«Começaram a insultar-me e pedi para serem identificados», confirmou José Eduardo Simões aos jornalistas instantes após o incidente e numa altura em que o dirigente já abandonava o local e se preparava para seguir de regresso a Coimbra com a restante comitiva da Académica.


30 de janeiro de 2016

2015/16 - 21J - Académica - Nacional: Horário

Programa da 21.ª jornada:

Sexta-feira, 5 fevereiro:
Belenenses - Benfica, 20.30 horas

Sábado, 6 fevereiro:
Vitória de Setúbal - Marítimo, 18.30 horas
Tondela - Vitória de Guimarães, 20.45 horas

Domingo, 7 fevereiro:
Paços de Ferreira - Boavista, 16 horas
União - Moreirense, 16 horas
Académica - Nacional, 16 horas
FC Porto - Arouca, 19:15 horas

Segunda-feira, 8 fevereiro:
Sporting - Rio Ave, 19 horas
SC Braga - Estoril, 21 horas

Sporting-Académica: não cair no mesmo erro (antevisão)

Formação de Jorge Jesus tenta não voltar a perder pontos frente a um adversário do fundo da tabela

MOMENTO 
Sporting 
O Sporting chega a esta receção à Académica avisado: a formação leonina perdeu até esta altura nove pontos no campeonato, sendo que sete deles foram com Boavista, Tondela e União da Madeira: três equipas do fundo da tabela. Na receção ao antepenúltimo classificado, convém não cair no mesmo erro. Até porque o Benfica está a dois pontos... 

Académica 
A entrada de Gouveia iniciou uma recuperação classificativa da Académica, que até já deixou os lugares de despromoção. A verdade no entanto é que a Briosa ainda não ganhou fora de casa, somando quatro vitórias sim, mas todas em Coimbra. Depois das derrotas na Luz e no Dragão, ambas sofrendo três golos, nova hipótese na casa de um grande. 

AUSÊNCIAS 
Sporting 
Tobias Figueiredo, Bruno Paulista e Bruno César, por lesão, Paulo Oliveira, por castigo. 

Académica 
Obiora, Makonda e Nii Plange, por lesão, Ivanildo, por castigo. 

DISCURSO DIRETO 
Jorge Jesus 
«A antevisão deste jogo, a abordagem que faço, é a mesma que faço quase sempre para os outros jogos. É normal que a Académica tenha aspirações de que pode pontuar em Alvalade, se assim não fosse não tinha lógica nenhuma. Nós vamos fazer o que normalmente fazemos, tentar encontrar os espaços onde eles não existem para vencer.» 

Filipe Gouveia 
«Por ser o primeiro classificado sabemos logo da qualidade do Sporting, tal como do seu treinador. Vamos tentar explorar a nossa inspiração e esperar por um Sporting em dia não. Claro que também será precisa uma pontinha de sorte. Quero ganhar, mas, no fim do jogo, fazendo as contas, se o empate for bom, serve perfeitamente à Académica.» 

HISTÓRICO DE CONFRONTOS 
Académica e Sporting já se defrontaram por 147 vezes, num jogo cheio de história. Este será o 74º encontro em Alvalade, sendo que o Sporting domina claramente, claro: 56 vitórias, contra 10 empates e sete derrotas. Nos últimos três anos, porém, a Briosa conseguiu pontuar duas vezes na casa leonina: dois empates, em 2012/13 e 2013/14. 

EQUIPAS PROVÁVEIS 
Sporting
  

  
Guarda-redes: Rui Patrício e Azbe Jug
Defesas: João Pereira, Ricardo Esgaio, Ewerton, Naldo, Ruben Semedo e Marvin Zeegelaar
Médios: Aquilani, William, Adrien e João Mário
Avançados: Mané, Gelson Martins, Matheus Pereira, Bryan Ruiz, Slimani e Montero

Académica


  
Outros convocados: Lee, Ricardo Nascimento, Oualembo, Bouadla, Nuno Piloto, Pedro Nuno, Rabiola e Rafael Lopes.

29 de janeiro de 2016

2015/16 - 20J - Sporting - Académica: Convocados

Após o treino matinal desta sexta-feira, Filipe Gouveia deu a conhecer a lista de convocados da Académica para o encontro frente ao Sporting, referente à 20.ª jornada da Liga, agendado para as 20.45 horas deste sábado.

Nos eleitos destaque para as presenças de Fernando Alexandre e Hugo Seco, ambos recuperados de ligeiros problemas físicos que os afetaram durante da semana.

Emídio Rafael e Obiora, ambos lesionados, e ainda Ivanildo, este a cumprir um jogo de suspensão, falham a deslocação a Alvalade.

Eis a lista de 19 convocados:

Guarda-redes: Lee e Pedro Trigueira;

Defesas: Aderlan, Ricardo Nascimento, João Real, Oualembo, William Gustavo e Rafa Soares;

Médios: Selim Bouabla, Rui Pedro, Leandro Silva, Pedro Nuno, Nuno Piloto e Fernando Alexandre;

Avançados: Marinho, Rabiola, Gonçalo Paciência, Rafael Lopes e Hugo Seco.

Sporting vs Académica: Antevisão de Filipe Gouveia

26 de janeiro de 2016

2015/16 - 20J - Sporting - Académica: árbitro

Sexta-feira, 29 janeiro:
V. Guimarães-U. Madeira, Rui Oliveira (Porto)

Sábado, 30 janeiro:
Estoril-FC Porto, Tiago Martins (Lisboa)
Sporting-Académica, Cosme Machado (Braga) 

Domingo, 31 janeiro:
Arouca-Paços de Ferreira, Bruno Paixão (Setúbal)
Nacional-Tondela, João Capela (Lisboa)
Rio Ave-Vitória de Setúbal, Fábio Veríssimo (Leiria)
Boavista-Sporting de Braga, Manuel Mota (Braga)
Moreirense-Benfica, Manuel Oliveira (Porto)

Segunda-feira, 1 fevereiro:
Marítimo-Belenenses, Luís Ferreira (Braga)

2015/16 - 20J - Sporting - Académica: Horários


Classificação após a 19J



A vitória do Boavista frente ao Tondela deixa a equipa do Bessa encostada à Briosa.


25 de janeiro de 2016

João Real e Hugo Seco falham regresso ao trabalho

Após dois dias de folga concedidos por Filipe Gouveia, o plantel da Académica regressou ao trabalho na manhã desta segunda-feira para começar a preparar a deslocação a Alvalade onde, no próximo sábado (20.45 horas), defronta o Sporting em partida referente à 20.ª jornada da Liga.

Na sessão matinal de hoje, que decorreu na Academia do clube, João Real (síndrome gripal) e Hugo Seco (traumatismo no pé esquerdo) não estiveram às ordens de Filipe Gouveia. Porém, e ao que tudo indica, ambos deverão estar aptos para o jogo com os leões.

Makonda, Iago e Nii Plange, que têm estado ausentes da competição, trabalharam de forma condicionada e ainda estão em dúvida para a partida no terreno do líder do Campeonato.

Por outro lado, Emídio Rafael (sinovite no tornozelo esquerdo) e Obiora (rotura no adutor esquerdo) continuam entregues ao departamento médico.
Baixa garantida para o duelo com o conjunto leonino é, já se sabe, Ivanildo. O esquerdino completou, diante do Vitória de Setúbal, uma série de cinco cartões amarelos, e vai agora ter de cumprir um jogo de suspensão.

O plantel dos estudantes volta a treinar esta terça-feira, às 10 horas, no Estádio Cidade de Coimbra.

24 de janeiro de 2016

2015/16 - 19J - Resumo V. Setúbal 2 Académica 1

2015/16 - 19J - V Setúbal 2 - Académica 1


nº espectadores: 2 288
árbitro:  Manuel Oliveira 

Crónica 

Quase quatro meses após o último triunfo no Bonfim, o V. Setúbal voltou a pôr os pontos nos «is» no seu reduto. A vítima, a primeira desde o Estoril a 2 de outubro (também a uma sexta-feira) foi a Académica. Os estudantes regressam a Coimbra com uma derrota por 2-1 e continuam a ser a única equipa sem vitórias fora de portas nesta edição da Liga. 

Se o Vitória fez um grande jogo? Não. Suk faz falta e Quim Machado vai ter muitos problemas para fazer com que a equipa sadina não se ressinta da saída do goleador sul-coreano. 

Mas, para já, os sadinos puseram termo a uma sequência de três derrotas consecutivas para a Liga, estreando-se a vencer em 2016. 

No Bonfim, o jogo não foi de encher o olho. Muita luta a meio campo, alguns erros de parte a parte e pouca ação junto das balizas principalmente durante uns primeiros 45 minutos desatados por Hassan (o filho do marroquino Nader, sim!). 

Por essa altura, tirando algumas bolas paradas, só André Horta, a meio da primeira parte, tinha beneficiado de uma boa oportunidade, numa ação individual à qual Trigueira respondeu com uma intervenção difícil. 

A uma Académica mais apostada em controlar o jogo a meio-campo através de Fernando Alexandre, Nuno Piloto e Rui Pedro, respondia o Vitória a tentar apostar na velocidade de Arnold e André Claro, mas com poucos efeitos práticos. Até que na sequência de um canto Hassan aproveitou uma defesa incompleta após cabeceamento de William e encostou para o fundo das redes. 
  
O técnico dos estudantes reagiu de imediato à desvantagem no marcador e fez entrar Gonçalo Paciência para o lugar de Rui Pedro. A briosa não cresceu de imediato mas fê-lo na segunda parte. 

Logo? Não. Precisou de um empurrãozinho do Vitória. Ao tentar cortar uma bola a meio campo, Ruca acabou por isolar Nuno Piloto, que não falhou no frente a frente com Ricardo. 

Antes disso, refira-se, a equipa de arbitragem falhou ao invalidar um golo a Arnold por suposto fora de jogo do congolês. 

O golo forasteiro, aos 60’, desnorteou a equipa sadina, que viveu alguns momentos de aflição nos 20 minutos que se seguiram. Com a sua equipa a acusar os fantasmas do passado e a ser acometida para a sua zona defensiva, Quim Machado tirou Hassan e lançou no jogo Miguel Lourenço para se juntar a Fábio Pacheco na batalha a meio campo. 

Não a ganhou, mas a equipa recuperou fôlego, passou a respirar com critério perante uma Académica que estava mais atrevida mas que acabou por cair num sopro de Arnold Issoko. O congolês resolveu o jogo a passe do recém-entrado Gorupec. 

Quase quatro meses depois, o Vitória volta a ganhar na condição de anfitrião. Os estudantes, esses, continuam a baldar-se às vitórias fora de portas.

Destaques 

FIGURA: Arnold. Um golo que podiam ter sido dois 
A sua velocidade permite que explore muitas vezes terrenos centrais para procurar desmarcações nas costas dos defesas. Foi assim que a fechar a primeira parte podia ter ampliado para 2-0, mas acabou por perder-se em fintas sobre o estreante Rafa Soares. Nos primeiros minutos do segundo tempo voltou a desequilibrar pelo centro, introduzindo a bola na baliza da Académica. A equipa de arbitragem considerou (erradamente) que o congolês estava em posição irregular. Não contou aí, contou aos 85 minutos, quando recebeu de Toni Gorupec, e rematou de pé esquerdo para o golo que deu o triunfo à equipa da casa e o seu quinto golo nesta edição da Liga. 
  
MOMENTO: golo de Arnold, 85’ 
O golo da Académica moralizou os estudantes, que pareciam estar no comando das operações e até mais à procura dos três pontos do que o próprio vitória. Até que a cinco minutos do final Arnold desequilibrou a balança e deu primeiro triunfo caseiro ao Vitória em quase quatro meses. 

OUTROS DESTAQUES 
  
Rúben Semedo: deve ter cumprido esta sexta-feira o último jogo pelo V. Setúbal antes de regressar ao Sporting, clube que o tinha emprestado no início da época aos sadinos. É um central com alguns defeitos, mas sempre disponível para qualquer batalha (é aí que reside a maior parte das suas virtudes e lacunas). Contra a Académica, esteve irrepreensível no plano defensivo. Perto do intervalo fez um corte gigante, evitando que Rafael Lopes empatasse a partida, mantendo-se atento às ações dos adversários nos segundos 45 minutos. 

Nuno Pinto: apesar da presença de Ruca, o lado esquerdo do Vitória pertenceu praticamente em exclusivo ao lateral sadino, responsável por alguns cruzamento muito perigosos. Há muito que tem vindo a evidenciar-se pelas boas exibições e, contra a Académica, voltou a manter a toada que o tem caracterizado. 

Hassan: na estreia a titular com a camisola do Vitória, marcou um golo ao aproveitar oportunamente uma defesa incompleta de Trigueira. É veloz, aparece bem em zonas de finalização e não para um minuto. Saiu aos 65 minutos numa altura em que aparentava estar já muito desgastado. Pelo que fez, merece nova oportunidade. 
  
Nuno Piloto: foi dele o golo que garantiu o empate, quando reagiu bem a um mau atraso de Ruca. Eficaz nas batalhas a meio-campo, onde a Académica se mostrou mais competente numa noite em que, ainda assim, não conseguiu levar a melhor. 
  
Gonçalo Paciência: quando o Vitória se adiantou no marcador, o avançado cedido pelo FC Porto já estava a aquecer, o que deixava antever que mais tarde ou mais cedo seria lançado na partida. Acabou por entrar ainda antes do final da primeira parte e ajudou a levar a «briosa» para a frente.

Opiniões 

Quim Machado, treinador do V. Setúbal, em declarações na sala de imprensa do Estádio do Bonfim após o triunfo sobre a Académica: 

«Era importante ganhar em casa. Nesta segunda volta temos de buscar mais pontos em casa, dar mais alegrias à massa associativa. 

O triunfo é na minha opinião inteiramente justo. Controlámos o jogo todo na primeira parte. Entrámos bem na segunda parte. O momento do jogo é o 2-0 do Arnold, que é anulado por fora de jogo. 

A perder, a Académica balanceou-se para o ataque à procura do empate e num ressalto do Ruca fez o golo. [Mas] Nunca deixámos de jogar o nosso futebol.» 

[Sobre Hassan, que se estrou a titular com um golo] 
«Um miúdo da formação do Vitória. Penso que foi um jogo em que demonstrámos que somos uma equipa mentalmente forte. Se é o ponta-de-lança? Já é o ponta-de-lança do Vitória: demos-lhe confiança, fez um golo. É bom… merece pelo que tem trabalhado.» 

[A propósito da entrada de Miguel Lourenço para o lugar de Hassan] 
«Era para controlar em termos defensivos o meio-campo. E o Hassan estava numa fase de desgaste enorme. Estava numa fase de fadiga. Dar equilíbrio maior na zona do meio campo.»

Filipe Gouveia, treinador da Académica, em declarações na sala de imprensa do Estádio do Bonfim após a derrota com o V. Setúbal por 2-1: 

«Foi uma primeira parte não muito bem jogada. Sabíamos que o V. Setúbal ia entrar algo intranquilo mas os lances de perigo deles foram perdas de bola nas nossas transições. Marcaram um golo, fomos atrás do prejuízo e mexemos na equipa. 

Creio que o momento do jogo foi que quando o jogo estava empatado o Ricardo fez uma grande defesa e na resposta eles marcaram. Na situação em que estamos não podemos sofrer golos como temos sofrido. Vamos trabalhar para rectificar e atingir os nossos objetivos.» 

Ao minuto 

90'FIM DO Vitória Setúbal, (2) - Académica, (1)
O V. Setúbal soma a segunda vitória em casa, um triunfo arrancado a ferros, até porque a Académica estava a ser superior na fase em que os sadinos fizeram o segundo golo.
90'Cartão amarelo para Ricardo.
90'Cruzamento de Ivanildo, cabeceamento de Gonçalo Paciência e Ricardo defende para canto!!
90'Vão jogar-se mais quatro minutos.
87'Entra Ricardo Nascimento (Académica)
87'Sai Fernando Alexandre (Académica)
85'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de A. Issoko.
Arnold faz o quinto golo na Liga. A jornada começa numa combinação entre André Horta e Gorupec, com este último a cruzar para Arnold dominar com o pé direito e rematar com o esquerdo para golo!!
84'Cruzamento completamente ridículo de Ivanildo!!
81'Cartão amarelo para André Horta.
80'Entra Vasco (Vitória Setúbal)
80'Sai Ruca (Vitória Setúbal)
78'GONÇALO PACIÊNCIA!! O avançado atira de pé esquerdo, fortíssimo, mas por cima da barra!!
75'Outra vez a Académica, que nesta fase está por cima do jogo. Agora foi Fernando Alexandre a atirar ao lado!!
75'ACADÉMICA!! A RASAR O POSTE!! Depois de um mau alívio de Arnold, a bola chega a Aderlan que enche o pé de primeiro, o guarda-redes Ricardo desvia em esforço e a bola ainda sai a beijar o poste!!
74'A ACADÉMICA COM PERIGO!! Remate de Rafael Lopes, à entrada da área, que Ricardo só agarra à segunda!!
71'GOLO MAL ANULADO A ARNOLD!! O avançado do V. Setúbal estava em linha quando recebe a bola, antes de marcar já com o jogo parado!!
67'Remate de Marinho diretamente para os jardins do Bonfim.
66'Entra Miguel Lourenço (Vitória Setúbal)
66'Sai Hassan (Vitória Setúbal)
66'Quim Machado prepara-se para fazer a primeira alteração.
65'Jogo continua muito equilibrado.
63'Melhor atitude da Académica na segunda parte.
59'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Nuno Piloto.
Erro incrível de Ruca, que ao tentar fazer um corte acaba por isolar Nuno Piloto, que foge nas costas de Venâncio e não falha na cara de Ricardo.
59'Remate fraco de Marinho para as mãos de Ricardo.
59'Trigueira sai com os punhos mas não consegue afastar. A bola sobra para Venâncio, que remata contra o corpo de um homem da Académica.
57'Fábio Pacheco teve de receber assistência médica após corte providencial na área sadina.
55'André Claro desequilibra na direita e tira o cruzamento rasteiro. Trigueira estica-se e afasta.
50'Entra Marinho (Académica)
50'Sai Hugo Seco (Académica)
49'Grande cruzamento de Nuno Pinto! Hassan aparece sem marcação, mas cabeceia muito torto.
48'Primeiro pontapé de canto da segunda parte favorável ao Vitória.
46'Recomeça o Vitória Setúbal - Académica
45'Tudo a postos para o início do segundo tempo.
45'Intervalo no Vitória Setúbal - Académica
45'QUASE O EMPATE DA ACADÉMICA!! Ivanildo trabalha bem na esquerda e tira o cruzamento para a pequena área onde surge Semedo a fazer um corte enorme! Rafael Lopes só precisava de encostar.
45'Arnold aparece em boa posição, mas acaba por perder-se em fintas e Rafa agasta o perigo.
42'Filipe Gouveia tenta a resposta imediata ao golo do Vitória e lança Gonçalo Paciência no jogo.
41'Entra Gonçalo Paciência (Académica)
41'Sai Rui Pedro (Académica)
40'Cartão amarelo para Frederico Venâncio.
38'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Hassan .
Canto batido da esquerda. William salta mais alto em zona frontal e cabeceia para defesa para a frente de Trigueira. Na recarga, Hassan só precisa de encostar. Está feito o primeiro do jogo!
36'Cartão amarelo para Rafael Lopes.
35'Manuel Oliveira põe água na fervura junto ao banco da Académica.
31'Cartão amarelo para Ivanildo. Por protestos.
31'Cartão amarelo para Rafa. Por arrancar Arnold pela raiz.
29'Livre em jeito de Rafa Soares, mas a bola passa muito por cima da trave.
27'Cabeceamento de Gustavo em zona frontal, mas Ricardo recolhe sem dificuldades.
22'Foi a primeira grande oportunidade de golo do jogo.
22'HORTA!!! Bom trabalho individual do médio sadino, que ganha espaço para o remate dentro da área e remata para grande defesa de Trigueira!
19'Ivanildo tenta servir Rafael Lopes, mas Ricardo chega primeiro e recolhe. Entretanto, Manuel Oliveira assinala falta sobre o extremo da briosa.
16'Primeiros 15 minutos mornos.
15'Rúben Semedo tenta o carrinho, mas Trigueira antecipa-se e afasta.
14'Cruzamento de Nuno Pinto vai na direção de Trigueira, mas o guardião da Académica não consegue segurar e cede canto.
11'Rui Pedro toca para Nuno Piloto, que em zona frontal remata muuuuito enrolado.
8'Cruzamento de Andé Horta à procura de Hassan, mas o companheiro chega atrasado.
6'André Horta a dobrar. Primeiro remata contra o corpo de um homem da Académica e depois volta a rematar mas por cima.
5'Agarra Ricardo.
5'Canto para a Académica cedido por Arnold.
1'Rroooooola a bola no Bonfim!
1'Começa o Vitória Setúbal - Académica
0'Entretanto cumpriu-se um minuto de silêncio em memória de Almeida Santos.
0'As equipas já estão no relvado.
0'Situação curiosa. Jogadores da Académica sobem por instantes ao relvado para «praxar» Rafa Soares, que se estreia hoje pelos estudantes.
0'Entretanto o speaker anuncia a constituição das equipas, que já recolheram aos balneários.
0'Os jogadores da Académica regressam aos balneários.
0'Os jogadores de campo das duas equipas também já aquecem, bem como o trio de arbitragem.
0'Suplentes da Académica: Lee, Ricardo Nascimento, Marinho, Gonçalo Paciência, Oualembo, Pedro Nuno e Taborda.
0'ONZE DA ACADÉMICA: Trigueira; Aderlan, João Real, Gustavo e Rafa Soares; Fernando Alexandre, Nuno Piloto e Rui Pedro; Hugo Seco, Rafael Lopes e Ivanildo.
0'Suplentes do V. Setúbal: Lukas Raeder, Paulo Tavares, Toni Gorupec, Vasco Costa, Alexandre, Miguel Lourenço e Dani.
0'ONZE DO V. SETÚBAL: Ricardo; William, Venâncio, Rúben Semedo e Nuno Pinto; Fábio Pacheco, Ruca e André Horta; Arnold, Hassan e André Claro.
0'Rúben Semedo vai ser titular e deve despedir-se hoje do V. Setúbal. O central está de regresso ao Sporting.
0'Do lado do Vitória, destaque para o regresso de Ricardo à equipa após um mês sem competir por lesão.
0'Entretanto já há EQUIPAS OFICIAIS!
0'Os guarda-redes do Vitória também já estão a aquecer.
0'Entretanto os guarda-redes da Académica já estão no relvado para os habituais exercícios de aquecimento.
0'Vão caindo alguns chuviscos em Setúbal.
0'Ambiente muito calmo no Bonfim, ainda com poucos adeptos nas bancadas.
0'O jogo tem início marcado para as 20h30.
0'Boa noite. O Maisfutebol já está no Estádio do Bonfim para lhe contar tudo sobre o V. Setúbal-Académica.
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 22 Jan 2016 às 20:30


22 de janeiro de 2016

2015/16 -19J - V Setúbal - Académica: Antevisão

V. Setúbal-Académica (antevisão): quem mata o «borrego» no Bonfim?
O MOMENTO

V. Setúbal: depois de um arranque de temporada em grande, a equipa sadina tem vindo a perder gás desde há algumas jornadas a esta parte. O conjunto orientado por Quim Machado ainda não ganhou em 2016 e vem de três derrotas consecutivas para a Liga, duas delas muito pesadas (0-6 com o Sporting e 4-0 com o Boavista). O último triunfo aconteceu a 20 de dezembro, na visita ao Tondela (3-1). Os resultados recentes fizeram os sadinos caírem de uma classificação em zona europeia para o 9.º lugar do campeonato.

Académica: Filipe Gouveia assumiu o comando técnico dos estudantes à 6.ª jornada da Liga. Nessa altura, a campanha da equipa de Coimbra não podia ser pior: zero pontos. Treze jogos depois, a Académica não está salva mas tem realizado uma recuperação apreciável comprovada pelo 16.º lugar e quatro pontos acima do Boavista, a primeira equipa na zona de despromoção. A má notícia? A briosa é a única equipa que não sabe ganhar fora de portas nesta edição da Liga.

AUSENTES

V. Setúbal: Costinha (castigado)

Académica: Leandro Silva (castigado); Emídio Rafael, Obiora, Nii Plange e Ki (lesionados)


DISCURSO DIRETO

Quim Machado: «A nossa prioridade na segunda volta do campeonato é melhorar o nosso registo em Setúbal. É fundamental ganharmos mais jogos no Bonfim.»

Filipe Gouveia: «Queremos ir a Setúbal buscar pontos e vamos com uma estratégia para trazer a vitória para Coimbra, que é o mais importante.»

HISTÓRICO DE CONFRONTOS:
V. Setúbal e Académica já mediram forças em 107 jogos a contar para a Liga. Os sadinos lideram no mano a mano com 48 vitórias e 35 derrotas, um saldo catapultado pelos 33 triunfos na condição de visitado. Esta época, na primeira volta, o V. Setúbal foi a Coimbra arrancar um triunfo expressivo por 4-0.

EQUIPAS PROVÁVEIS

V. Setúbal:
Outros convocados: lista não divulgada

Académica:


Outros convocados: Lee; Rafa e Ricardo Nascimento; Rui Pedro e Taborda; Marinho e Rafael Lopes.

2015/16 - 19J - V Setúbal - Académica: Convocados

Vit. Setúbal vs Académica: Antevisão de Filipe Gouveia

20 de janeiro de 2016

2015/16 - 19J - V Setúbal - Académica: Árbitro

As nomeações da 19ª jornada:

Vitória de Setúbal-Académica, Manuel Oliveira (Porto).
Moreirense-Estoril-Praia, Fábio Veríssimo (Leiria).
União da Madeira-Nacional, João Pinheiro (Braga).
Benfica-Arouca, Manuel Mota (Braga).
Paços de Ferreira-Sporting, Artur Soares Dias (Porto).
Belenenses-Vitória de Guimarães, Rui Costa (Porto).
Sp. Braga-Rio Ave, Vasco Santos (Porto).
FC Porto-Marítimo, Jorge Ferreira (Braga).
Tondela-Boavista, Hugo Miguel (Lisboa).

19 de janeiro de 2016

Académica prepara V. Setúbal

A visita da Académica ao Bonfim na próxima sexta-feira, no jogo de arranque da 19ª jornada da Liga NOS, pode marcar a estreia de mais um jovem promissor do futebol português no escalão máximo. Rafa Soares já foi integrado no trabalho coletivo de Filipe Gouveia e é provável que salte diretamente para o onze já frente aos sadinos. 

O lateral-esquerdo, internacional sub-21, estava a mostrar serviço na equipa B dos dragões e atravessa um bom momento de forma. Esse facto, aliado às necessidades da equipa, confere-lhe favoritismo para a titularidade. É que Emídio Rafael – também limitado fisicamente, com uma sinovite – e Ofori, os dois laterais de raiz do plantel, continuam de fora das escolhas e a Briosa está à procura de soluções para ambos até ao final do mês.

Oualembo tem sido adaptado à esquerda, algo que voltou a acontecer no empate caseiro diante do Paços de Ferreira. Assim, o cenário abre o caminho para a estreia de Rafa Soares com a camisola dos estudantes.

Entretanto, Leandro Silva será o grande ausente na visita ao Bonfim, depois de ter visto o quinto amarelo. Se Fernando Alexandre parece ter presença assegurada no sector intermediário, já Obiora continua em recuperação de uma rotura no adutor esquerdo. 

Perante este cenário, a titularidade de Nuno Piloto – suplente utilizado no empate com os castores – é a hipótese mais forte. Por outro lado, Iago e Makonda estão de regresso e foram as duas novidades no regresso aos treinos após a folga de domingo, embora ainda tenham trabalhado de forma condicionada. Já Nii Plange e Hugo Seco começaram a semana lesionados. 

QUARTETO FALHA TREINO

Obiora, Nii Plange, Hugo Seco e Emídio Rafael lesionados

Filipe Gouveia, técnico dos estudantes, deu esta segunda-feira o pontapé de início na preparação do encontro contra o V. Setúbal, marcado para a próxima sexta-feira.

Para além de Obiora e Nii Plange, jogadores que já falharam a receção ao Paços de Ferreira por lesão, também Hugo Seco, com uma lombalgia, e Emídio Rafael, com uma sinovite no tornozelo esquerdo, falharam o arranque da semana.

Refira-se, a propósito, que Iago treinou normalmente, pelo que deve estar apto a regressar aos convocados no jogo com a formação sadina.

18 de janeiro de 2016

Xavi a caminho do FC Porto

O FC Porto deve passar a contar com um Xavi dentro de pouco tempo. ..... António Xavier Ferreira Nascimento, um ponta-de-lança de 17 anos que joga nos juniores da Académica, mais conhecido como Xavi.

De acordo com o ‘Notícias de Coimbra’, Xavi vai mudar-se em breve para o Olival, envolvido nas negociações que esta época já levaram Gonçalo Paciência, Leandro Silva e mais recentemente Rafa para Coimbra. A principal equipa dos estudantes recebeu três reforços por empréstimo dos dragões e, em contrapartida, a equipa júnior azul e branca deverá ser reforçada com o jovem ponta-de-lança.

Segundo aquela publicação, Xavi, com 1,80 metros de altura e 67 kg de peso, também era seguido pelos rivais dos azuis e brancos, Benfica e Sporting.

in record 

2015/16 - 18J - Académica 1 - P Ferreira 1

2015/16 - 18J - Académica 1 - P Ferreira 1


A Académica empatou este sábado com o Paços de Ferreira a uma bola numa partida que contou para a 18ª jornada da Liga NOS. Diogo Jota marcou primeiro para os castores mas João Real, em cima do intervalo, conseguiu o empate para a turma conimbricense. Antes do apito inicial, refira-se, foi prestado um minuto de silêncio em homenagem ao Vice-Presidente da Direcção da AAC/OAF, Gonçalo dos Reis Torgal. A Académica jogou com um fumo branco na manga da camisola, em sinal de luto. 

Em relação ao encontro propriamente dito, a equipa visitante entrou melhor no desafio e aos 17 minutos inaugurou a contagem. Diogo Jota concluiu com eficácia um contra-ataque da equipa de Jorge Simão para fazer o 0-1 no marcador mas, quando se pensava que os visitantes iriam passar a controlar as incidências do desafio, foi a Académica quem chamou a si a responsabilidade de ir atrás do resultado e, até ao intervalo, só deu Briosa.

A equipa de Filipe Gouveia foi "para cima" do adversário e chegou, com justiça, à igualdade, através do central João Real. Gonçalo Paciência assistiu o 13 da Briosa que, de pé esquerdo, fez o 1-1 com que as equipas recolheram aos balneários.

Na etapa complementar, a toada de jogo manteve-se e, à maior posse de bola do Paços, a Académica respondia com oportunidades de golo. Rafael Lopes foi quem mais perto esteve de fazer o 2-1 mas, caprichosamente, a barra travou os intentos do avançado estudantil.

Até final, não houve mais alterações no resultado, com Académica e Paços a dividirem os pontos em Coimbra. Na próxima jornada, a Briosa desloca-se ao reduto do Vit. Setúbal. 

nº espectadores: 3 372
árbitro: Sérgio Piscarreta 

Crónica 

Académica e Paços de Ferreira empataram a uma bola no Cidade de Coimbra, no encontro que abriu a segunda volta para estas duas equipas. 

Os primeiros 45 minutos no Cidade de Coimbra foram bastante intensos e quase que os podemos dividir em duas partes: os primeiros 30 minutos para os pacenses, os restantes para os donos da casa. 
  
O Paços chegava a esta partida numa sequência de duas vitórias (Tondela e V. Setúbal) e, de facto, foi a melhor equipa na fase inicial do encontro. Mais dinâmicos e agressivos sobre a bola, os «castores» criaram duas boas chances nos primeiros 15 minutos, com Diogo Jota em plano de destaque: primeiro, atirou contra um defesa da Académica e depois arrancou desde a ala esquerda, quase provocando um autogolo a Oualembo. 
  
Não tardaria muito para que a jovem promessa pacense fizesse estragos à séria: após uma excelente jogada coletiva, iniciada em Pelé e com passagens pelos pés de Edson Farias e Andrezinho, Diogo Jota apareceu incisivo na cara de Pedro Trigueira, desviando para o fundo das redes academistas. Caso para dizer que à terceira é mesmo de vez... 

A equipa forasteira estava mais segura no jogo, circulando com confiança perante uma Académica de passes longos e algo errática na transição para o ataque. A primeira ocasião dos estudantes surgiu precisamente de um passe longo, com um erro na abordagem aérea de Marco Baixinho a quase proporcionar uma oportunidade de empate para Ivanildo. Fábio Cardoso salvou sobre a linha de golo… 
  
Depois disso, o Paços criou mais duas chances (outra vez com Diogo Jota em plano de destaque...), até que a face do jogo mudou, com os academistas a aparecerem mais pressionantes, com a dupla Fernando Alexandre-Leandro Silva a ganhar mais bolas e a assumir o controlo do meio-campo. 
  
A oito minutos do intervalo, Gonçalo Paciência desmarcou Marinho mas o herói da final da Taça de 2012 atirou à figura de Marafona. De seguida, lance polémico na área pacense, com a sensação de que Ivanildo foi derrubado por Diogo Jota. O árbitro marcou falta ao contrário... 
  
No entanto, a reação academista trouxe os seus frutos, mesmo em cima do intervalo: depois de um livre do lado esquerdo e de alguns ressaltos, a bola sobrou para João Real, que atirou a contar para a igualdade. 
  
Bola parada quase decidia o jogo a favor da Académica 
  
Após o intervalo, e tal como já havia acontecido no início da partida, os pacenses voltaram a entrar melhor, perante uma Académica nervosa e a vacilar bastante na saída de bola, errando vários passes. A equipa de Jorge Simão parecia de facto mais segura de si, com e sem bola. E através de alguns cruzamentos, ia semeando perigo, com Bruno Moreira a ficar perto da baliza em duas ocasiões. 
  
Entretanto, Filipe Gouveia havia lançado os heróis da vitória frente ao Tondela, Hugo Sêco e Rafael Lopes. O primeiro conseguiu agitar o jogo do lado esquerdo e o segundo esteve muito perto de voltar a faturar neste campeonato, na sequência de um cabeceamento que foi direto à trave, após livre lateral batido por Leandro Silva. 
  
E era, de facto, através da bola parada que a formação conimbricense ia ficando mais perto de chegar ao golo. Novamente num livre lateral cobrado por Leandro Silva, a um quarto de hora do final, João Real atirou de cabeça por cima da baliza de Marafona e pouco depois foi Ivanildo a cabecear, não muito longe da trave da baliza contrária. Novamente com Leandro Silva na cobrança da bola parada… 
  
À entrada para os últimos cinco minutos de jogo, Romeu foi expulso por acumulação de cartões amarelos e a Briosa ganhou um importante alento para a fase derradeira do encontro. Rafael Lopes esteve perto do segundo na sequência de uma arrancada de Hugo Sêco na ala esquerda. 
  
No final, a igualdade parece assentar bem às duas equipas, num jogo geralmente repartido, embora a Briosa tenha tido boas situações para resolver o encontro na segunda parte, na sequência de lances de bola parada.

Destaques 

Figura: Diogo Jota 
Está num grande momento e isso nota-se a cada situação que tem de um-para-um ou em desmarcações na área adversária. Voltou a faturar nesta Liga, na sequência de uma extraordinária jogada coletiva. Na maior parte das ações ofensivas dos pacenses, foi ele que esteve em plano de destaque. 
  
Momento: Rafael Lopes à trave 
Corria o minuto 73 e a Briosa buscava o segundo golo: Leandro Silva bateu um livre na esquerda e o recém-entrado Rafael Lopes atirou à barra, de cabeça. Foi a grande ocasião do segundo tempo e o momento de salvação para os pacenses neste encontro. 
  
OUTROS DESTAQUES 
  
João Real 
Defensivamente, cumpriu e esteve, regra geral, bem posicionado, embora com alguns problemas para lidar com os movimentos em diagonal de Diogo Jota. Na frente, foi decisivo, atirando para o golo que valeu a igualdade à Briosa.  
  
Ivanildo 
Bom jogo do ala academista. Entrando muitas vezes em zonas mais interiores, conectou-se bem com os restantes colegas de equipa e participou em várias ações de perigo no ataque. Quase marcava de cabeça à entrada para os últimos dez minutos e esteve envolvido no lance mais polémico da partida, ficando a impressão que foi derrubado dentro da área pacense por Diogo Jota. 
  
Leandro Silva 
A bater livres laterais e a colocar passes longos na frente, foi um dos elementos mais destacados da Briosa. Atravessa um grande momento e já é um dos indiscutíveis do meio-campo de Filipe Gouveia. Confere equilíbrio tático à equipa e forma com o colega Fernando Alexandre um consistente duplo-pivote. 
  
Andrézinho 
Outro jovem da equipa pacense que tem estado em bom plano esta temporada. Dinâmico, fez um belíssimo primeiro tempo, ajudando na construção ofensiva da equipa pacense. Além disso, deu a assistência para o golo de Diogo Jota. Acabou substituído no último quarto de hora, já depois de ter perdido algum gás no segundo tempo... 
  
Pelé 
Pujante, esteve em bom plano no primeiro tempo, iniciando a jogada do golo pacense. Foi um dos jogadores mais ativos, fazendo uso do imponente físico, embora tenha exagerado nalgumas saídas de bola. A luta com a dupla do meio-campo academista não foi fácil mas passou o teste com nota positiva...

Opiniões 

Filipe Gouveia, treinador da Académica, no final do empate frente ao P. Ferreira (1-1): 

«É mais um ponto na nossa caminhada e hoje em especial porque morreu um ente querido da Académica, queríamos oferecer os três pontos à família do professor Reis Torgal. Depois de sofrer primeiro, só uma equipa com a confiança da Académica consegue marcar um golo ao Paços de Ferreira. Mais uma vez, fizemos um jogo conseguido. Pelo que fizemos durante os 90 minutos, a haver um vencedor teria de ser a Académica. O nosso público foi fantástico e temos vindo a fazer a fortaleza em casa. Temos de preparar o jogo em Setúbal com todo o cuidado para ir lá e pontuar».


Jorge Simão, treinador do P. Ferreira, no final da partida frente à Académica (1-1): 

«Não vou sequer comentar a arbitragem. O resultado acaba por se aceitar dadas as circunstâncias, apesar de em situações de golo não ter sido um jogo rico. No entanto, foi um jogo entretido e uma boa propaganda para o futebol. Fizemos um jogo onde ficou clara uma imagem de rigor e organização e de demonstração de talento dos meus jogadores. É importante associar aos pontos a propaganda do jogo, há que saber vender bem o produto. Eu espero que o Paços seja uma equipa humilde. Mais do que uma luta classificativa, acho que o importante é a luta pontual. A nós o que nos interessa é ir somando».

Ao minuto 

90'FIM DO Académica, (1) - Paços Ferreira, (1)
Académica e Paços Ferreira empataram (1-1) num jogo em que a equipa visitante acabou reduzida a dez jogadores.
90'Vão jogar-se mais três minutos.
87'Entra Christian (Paços Ferreira)
87'Sai Bruno Moreira (Paços Ferreira)
86'Rafael Lopes quase marca!! O avançado falha o desvio por pouco!!
84'Segundo cartão amarelo para Romeu.
84'Cartão amarelo para Leandro Silva.
83'Entra Manuel José (Paços Ferreira)
83'Sai Edson Paraíba (Paços Ferreira)
79'Rafael Lopes remata de fora da área, forte mas por cima da barra!!
77'Entra Fábio Martins (Paços Ferreira)
77'Sai Andrézinho (Paços Ferreira)
77'OUTRA VEZ A ACADÉMICA!! Livre de Leandro Silva e cabeceamento de Ivanildo por cima da barra!!
76'Outra vez a Académica num lace de bola parada: desta vez foi João Real a cabecear por cima da barra!!
73'Entra Nuno Piloto (Académica)
73'Sai Rui Pedro (Académica)
73'À TRAVE!!! Rafael Lopes cabeceia com violência ao poste!!
71'INFORMAÇÃO OFICIAL: 3372 espetadores em Coimbra.
66'Entra Rafael Lopes (Académica)
66'Sai Gonçalo Paciência (Académica)
66'Outra vez Bruno Moreira a finalizar, mas desta vez por cima da barra!!
64'Cartão amarelo para C. Oualembo.
62'Cruzamento da direita que Bruno Moreira finaliza de cabeça!
58'Entra Hugo Seco (Académica)
58'Sai Marinho (Académica)
56'Cartão amarelo para João Góis.
53'Diogo Jota cabeceia ao poste, mas a jogada é anulada por fora de jogo!
50'Diogo Jota já seguia isolado, mas a jogada foi anulada por fora de jogo.
46'Recomeça o Académica - Paços Ferreira
45'Intervalo no Académica - Paços Ferreira
45'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de João Real.
A Académica empata!! Na sequência de uma bola parada, há uma bola devolvida para a área, Gonçalo Paciência parece fazer falta sobre Fábio Cardoso, o que é certo é que o árbitro não marca e a bola sobra para João Real, que remata para o empate!!
38'GRANDE PENALIDADE QUE FICA POR ASSINALAR!! Diogo Jota faz falta sobre Ivanildo dentro da área.
37'GRANDE OPORTUNIDADE!! A Académica cria perigo num passe de Gonçalo Paciência que lança Marinho, mas o extremo falha na cara de Marafona!!
32'PELÉ!! No seguimento da jogada, o trinco atira em jeito para defesa de Pedro Trigueira!!
31'QUE PERIGO!! O PAÇOS QUASE FAZIA O SEGUNDO!! Jogada de Edson Farias pela direita, com um cruzamento que Diogo Jota não finaliza por muito pouco de carrinho!!
29'Muitos protestos dos jogadores da Académica, depois de um lance em que Marco Baixinho fez um corte acrobático que levou a bola a bater-lhe no braço.
26'Cartão amarelo para Marinho.
24'Cartão amarelo para Andrézinho. Andrezinho vê também o amarelo e também falha o jogo com o Sporting!!
24'QUE PERIGO!! Académica quase marca!! Marco Baixinho faz um corte mal feito, a bola quase sobra para Ivanildo encostar para golo e vale Fábio Cardoso de carrinho a cortar para canto!!
22'Hélder Lopes bate um livre muito largo
19'Assistência para golo de Andrézinho.
18'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Diogo Jota.
Que grande golo!! Grande jogada coletiva!! Pelé lança Edson Farias, que foge pelo centro e abre na direita em Andrezinho, que cruza para Diogo Jota desviar para o primeiro golo!!
16'Cartão amarelo para Romeu. Amarelo bem mostrado, Romeu falha assim o jogo da próxima jornada com o Sporting.
14'Rui Pedro podia ter visto o amarelo, depois de uma simulação grosseira dentro da área. O árbitro perdoou-lhe esse amarelo!
11'O P. FERREIRA VOLTA A CRIAR PERIGO!! Diogo Jota foge pela esquerda e cruza, Oualmebo desvia para a própria baliza e a bola passa perto do poste!!
5'PRIMEIRA OPORTUNIDADE DE GOLO!! Remate de Diogo Jota em excelente posição, que bate num defesa da Académica!!
2'Ivanildo lança Rui Pedro para um remate perigoso, mas a jogada estava parada por fora de jogo!!
1'Começa o Académica - Paços Ferreira
0'Respeita-se um minuto de silêncio em honra de Gonçalo Reis Torgal, vice presidente e sócio número 7 da Académica, que faleceu aos 84 anos.
0'As equipas entram agora em campo. O jogo vai começar em breve.
0'As equipas terminaram os exercícios de aquecimento e recolheram aos balneários.
0'O árbitro da partida é Sérgio Piscarreta (AF Algarve). Os auxiliares são Valter Pereira e Pais António. O quarto árbitro é Nuno Almeida.
0'Os jogadores de campo e os árbitros também já aquecem no relvado.
0'Tarde de sol e temperatura fresca em Coimbra.
0'Os guarda-redes de ambas as formações já aquecem no relvado do Cidade de Coimbra.
0'Suplentes P. Ferreira: Rafael Defendi, Bruno Santos, Christian, Manuel José, Fábio Martins, Barnes Osei e João Silva.
0'P. FERREIRA: Marafona; João Góis, Fábio Cardoso, Marco Baixinho, Hélder Lopes; Pelé, Andrézinho, Romeu; Edson Farias, Bruno Moreira, Diogo Jota.
0'Suplentes Académica: Lee, Ricardo Nascimento, Nuno Piloto, Pedro Nuno Hugo Sêco, Rabiola e Rafael Lopes.
0'ACADÉMICA: Pedro Trigueira; Aderlan, João Real, Gustavo, Oualembo; Fernando Alexandre, Leandro Silva; Marinho, Rui Pedro, Ivanildo; Gonçalo Paciência.
0'JÁ TEMOS ONZES.
0'Já o P. Ferreira não conta com Miguel Vieira e Paulo Henrique (lesionados), enquanto o capitão Ricardo ficou de fora por opção.
0'Na Académica, destaque para a aus~encia de Iago, Makonda, Obiora e Nii Plange (lesionados)
0'A 20 pontos do objetivo mínimo definido para a época por Jorge Simão (os 48 pontos), o Paços Ferreira entra para a partida frente à Académica motivada pelos dois triunfos somados nos últimos encontros (Tondela e V. Setúbal).
0'No entanto, o arranque de 2016 da Académica tem sido francamente positivo, com seis pontos nos últimos nove possíveis. Ou melhor, nove pontos conquistados em nove possíveis nos últimos três encontros caseiros.
0'Em confronto vão estar duas equipas que têm feito campeonatos muito diferentes: o P. Ferreira é quinto classificado, com 28 pontos, enquanto a Académica é 16ª e antepenúltima classificada, com 16 pontos.
0'Boa tarde. A Académica recebe o P. Ferreira a partir das 16.15 horas, em jogo da 18ª jornada da Liga. Fique ligado e siga tudo Minuto a Minuto.
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 16 Jan 2016 às 16:15